segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

ÚLTIMOS DIAS DE ABANDONO...PRIMEIROS DIAS DO RESGATE

21 de janeiro de 2008...Dia do Abandono...
Hoje todos os blogs da Rede Virtual de Resistência estão juntos para denunciar o descaso, o descalabro, a má gestão, o desperdício que assolam Campos dos G., refém da Dinastia do Jaleco...

ATRolHA como está limitada, tecnologicamente, aos textos, vai usar a "imagem das palavras" e listar 21 problemas que, em nossa opinião, desintegram nossa qualidade de vida e prejudicam mais aqueles que tem menos recursos para se defender, ou seja, os mais pobres...Que desta forma vão engrossar as filas dos vale-esmolas, das sopas a 1 real, etc, etc.

1-Trânsito: Transporte clandestino sem controle...fiscalização das leis de trânsito ineficaz...falta de faixas e pistas exclusivas (ciclovias) para os ciclistas, expostos ao extermínio diário na "caçada" do trânsito...vias sobrecarregadas, enfim a lista é interminável, mas o que esta aí já causa um bom estrago...

2-Privatização do espaço público: Calçadas em Campos são ocupadas por tudo e por todos: camelôs, carros, mesas de bares, patreleiras de comerciantes, etc, menos pelos pedestres, que são empurrados para as ruas. Outro aspecto é a privatização das vagas pela EMUT. O número de vagas destinadas a esse ou aquele órgão ou empresa é um exagero...Quando não é assim, o próprio comerciante delimita "seu" espaço com banquinhos ou cones...Um luxo!

3-Poluição visual: Os painéis de propaganda, tipo outdoor e outros, ocupam a cidade de ponta a ponta...O poder público é o único que não vê...Enquanto isso empresas e anunciantes fazem a festa...É a mercantilização do ambiente...

4- Decadência das praças nas periferias: Praças públicas são espaços públicos e gratuitos, essenciais para o desenvolvimento da convivência...Principalmente, onde há carência de boas condições de moradia. Os moradores das regiões mais ricas contam com bares, cinemas e shoppings...Já os moradores das regiões pobres, com capacidade de locomoção reduzida, e poucos recursos, dependem quase que, exclusivamente, dos espaços públicos.

5-Iluminação Pública: Qualquer leigo ou especialista em Segurança Pública sabe que a falta de iluminação pública é uma ótima oportunidade para a execução de crimes contra o patrimônio (roubos e furtos), bem como crimes sexuais (estupro, atentado violento ao pudor). As ruas de Campos dos G. parecem do Séc XVIII. E olha que foi por aqui onde a luz elétrica chegou primeiro...

6-Vias públicas em péssimo estado: Essa qualquer motorista conhece, e seu mecânico também...

7-Calçadas em péssimo estado: Quem nunca deu um "tropeção" ou conhece alguém que tenha se machucado com quedas provocadas pelos "campos minados" que são nossas calçadas...

8-Mercado Municipal: Um conjunto arquitetônico notável, soterrado na desordem e no descaso...Como já dissemos, as opções políticas dos governantes sempre atingem primeiro aqueles que detêm menor poder aquisitivo...O Mercado Municipal sempre foi a preferência dos moradores da periferia para adquirir produtos das mais variadas espécies...E desta forma, sempre foi tratado como lugar de "quinta" categoria...A venda de alimentos hortifruigranjeiros, refeições, etc, tem que estar adequadas as condições de higiene, e mais, o Mercado é uma ótima oportunidade para a tão falada revitalização do Centro da cidade.

9-Rodoviária Roberto Silveira: Basta dar uma volta por lá para constatar a ausência do poder público.

10- Carnaval: Antes uma manifestação de rua, com blocos, escolas de samba, guerra de confetes, etc. Hoje, com a "migração" para o Farol, com seus megaespetáculos , o Carnaval de Campos dos G. é só cinza da quarta-feira...Agremiações parasitas, que vivem as custas do erário, alugam seus enredos, e promovem um espetáculo de péssimo gosto.

11-Canal Campos-Macaé: Obra feita "a muque" pelos escravos, virou a fossa aberta do centro da cidade...Já falaram em cobrí-lo, mas esquecem o óbvio: o canal não é rede de esgoto.

12-Jardim de Alah: Obra do então prefeito Zezé Barbosa, que no início serviu ao seus propósitos, pois lá na sua arena houveram shows, festivais, etc. As crianças aproveitavam os brinquedos e os namorados ocupavam seus banquinos e gramados. Hoje, bem, hoje é motivo de vergonha para os campistas.

13-Bibliotecas públicas: Campos dos G. com quase 500 mil habitantes, um dos maiores PIBs do país, conta apenas com uma Biblioteca pública municipal...Precisa dizer mais alguma coisa?

14- AABB: Um prédio enorme, comprado pela PMCG e sub-utilizado. Um "elefante branco" a zombar dos contribuintes...

15-Coleta de lixo: A PMCG paga pela coleta do lixo valores consideráveis, e mesmo assim, basta dar uma volta pela cidade, centro e periferia, para ver o péssimo estado das nossas ruas, no aspecto limpeza. Não há lixeiras públicas...Não há coleta seletiva de lixo, e nem um projeto para tratamento dos dejetos urbanos. Nova Iguaçu, através de licitação, concedeu a uma empresa a exploração do Aterro Sanitário municipal, que produz gás metano, transformado em créditos de carbono, e que renderá cerca de 13 milhões de euros, até 2012...

16-Educação: Campos dos G. exibe hoje os piores indicadores educacionais do Estado...Desvalorização do magistério, falta de planejamento, gestores inificientes, desperdício de verbas...Mais uma vez quem mais sofre são os filhos das classes menos favorecidas...Não terão condições de competir pelas melhores vagas nas Universidades e mercado de trabalho, reiniciando o ciclo de exclusão e probreza aos quais estão condenados...

17-Saúde da Família e Agentes Comunitários: Após um longo tempo, de uma queda de braço com a Justiça, a PMCG continua a buscar soluções "mágicas" e "eleitoreiras". Ao invés de realizar concurso, como manda a Lei, permanece na precariedade dos vínculos de "prestação de serviços"...Melhor cabo eleitoral não há...

18-Transporte público: Indigno de merecer esse nome...Ineficiente e caro para quem paga...pouco rentável para quem fornece...Sim a total falta de política pública de transporte nessa cidade fez vicejar uma categoria de "piratas" que além de "barbarizar" o trânsito, fazem concorrência desleal as empresas legalmente estabelecidas...que por sua vez, utilizam esse "álibi" para continuar a fornecer um péssimo serviço. Quem fica a pé, literalmente, é a população que depende desse serviço, ou seja, os mais pobres.

19-Postura municipal: Além de não regulamentar a utilização do espaço público, permite a instalação, ou permanência da casas noturnas em áreas residenciais, com barulho fora dos padrões permitidos, e além dos horários estabelecidos em Lei.

20-Centro da cidade: Como todos os grandes e médios centros urbanos do país, Campos dos G. experimentou um afastamento para os bairros, chamados mais nobres. Esse processo, acentuado pela especulação imobiliária, a instalação dos Shoppings, retirou dos centros, o papel de coração da vida social e econômica das cidades...Com isso, essas áreas degradaram-se e tornaram-se locais insalubres e perigosos...Com tanto dinheiro nos caixas, não há justificativa que impeça o Alcaide de determinar e execução de medidas, como isenção fiscal, recuperação dos logradouros e praças públicas, etc. a fim de devolver a cidade o seu Centro.

21-A farra dos petro-roylaties: Por último, a TRoLha gostaria de destacar que a PMCG, como já dissemos aqui, tem 47 Secretários, presidentes de Fundações, de empresas, etc. Uma verdadeira corte...Com Secretarias que cuidam dos mesmos assuntos, num típico caso de desperdício de recursos...São mais Secretarias que Ministérios no Governo Federal...Um absurdo...Eles abandonam a cidade, mas não largam o "osso"...

3 comentários:

Roberto Moraes disse...

Olá Xacal,

21 TroLhadas heim?

O que os outros não trazem a TroLha traz!

Vamos em frente!

Vitor Menezes disse...

Rapaz, imagine se o Dia do Abandono fosse marcado para o dia 31!

Ricardo André Vasconcelos disse...

Grande Xacal!
Belo (feio) resumo de nossa Campos.
Valeu!