sábado, 19 de janeiro de 2008

Exame da ORDEM...

Essa semana um bacharel conseguiu na Justiça uma liminar que permite sua inscrição na OAB, mesmo sem aprovação no tal exame da Ordem...
O "barraco" está armado...Afinal, após anos e anos, a prova manteve-se como regulação da qualidade dos bacharéis, pretendentes a exercerem a profissão de advogados...
Que há muitos cursos de Direito no Brasil, não há dúvidas...Que muitos deles são medíocres, também...
No entanto, a decisão da Justiça põe na pauta uma discussão relevante...Os Conselhos profissionais, e no caso em tela, a OAB podem exercer o papel de "avaliador" da qualidade dos formandos de suas respectivas áreas?
Não deveria esse ser o papel do MEC?
O MEC faz esse papel?
Por que só a OAB exerce esse papel?
Os médicos, dentistas, jornalistas, etc, não necessitam de tais "exames" para inscrição nos seus Conselhos profissionais...
Parece óbvio que o nível de excelência da maioria dos cursos, de quaisquer especialidade, são sofríveis...

E ainda com o exame para bacharéis de Direito, os aprovados, em sua maioria, estão abaixo da crítica...

Bom a polêmica está só no início...

2 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Xacal, vc é o cara ... transformaram a OAB em o 4º Poder Constituinte ou ela se "acha" o próprio ou será mesmo o 4º Reich?

Anônimo disse...

Anônimo, mon ami...

O IV Poder é o STF, a OAB é a "nova" polícia de costumes...e sobre todos os poderes (uber alles) o PIG, partido da imprensa golpista, o poder moderador...

Um abraço.