sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

22 Dias de abandono...A Trolha tarda, mas não falha....

Mais uma vez, a TRolHa ficou "murcha" por alguns dias. "Eclipsada" por motivos técnicos. Esteve ausente do Dia do Abandono II, mas vai deixar sua contribuição, mesmo que atrasada...

1-O abandono da educação: Campos dos G. tem um dos piores índices de aproveitamento, tabulado entre os alunos da sua rede pública...Será que adianta tanto seminário, conferência, palestra, workshops...? Tanta festa para tão pouco resultado...? Não seria melhor investir nos professores de forma direta, com bons salários, plano de cargos, etc....? Adianta trazer "receitas" prontas para "descer goela abaixo"...? Os profissionais daqui, motivados, não seriam capazes de criar suas próprias soluções, utilizando os "modelos" apenas como referência...?
2-O abandono da saúde: O caso do OncoBeda ilustra com perfeição o trato dos recursos e a gestão pública da Saúde em Campos dos G..Soluções de emergência, que contrariam o ditado popular, muito em voga entre profissionais da Medicina: "Prevenir é melhor que remediar".
3-O abandono da postura: A ocupação dos espaços públicos em Campos dos G., como praças, passeios públicos, etc., obedece a duas lógicas perversas, nem sempre excludentes, e às vezes interligadas: A lógica do lucro privado e a lógica do interesse político...Não há espaço público que resista...
4-O abandono da agricultura: Campos dos G. sempre teve vocação agrícola, tanto para o agrobusiness (açúcar e álcool)como para a pequena e média produção (bacia de leiteira, hortifruti, etc). Mas será que os recursos públicos (incentivos, insumos e tecnologia) atingem a todos de forma proporcional...?A atividade agrícola de pequena escala tem pouco impacto econômico, mas, de forma indireta, mantém empregos e renda para indivíduos de baixa instrução e qualificação, bem como nutre a economia de localidades carentes...Será que já enxergaram isso...?
5-O abandono do lixo: Campos dos G. tem uma coleta de lixo com preços de 1º mundo...No entanto, os serviços...Todas as cidades que detêm recursos e bom planejamento já entenderam a capacidade econômica do lixo, como alternativa geração de renda a população marginalizada (catadores e população de rua), ganhos ambientais e ainda a possibilidade de atividades de larga escala, com usinas de metano e negócios com créditos de carbono...Basta dar uma voltinha até Nova Iguaçu...É ali pertinho...Dá prá ir de HI-LUX...
6-O abandono da assistência social: O tratamento dado em Campos dos G. as populações excluídas e marginalizadas é um exemplo do pensamento político de seus gestores: Dar esmola...Salvo raríssimos programas, que sobrevivem à custa da insistência e competência de seus funcionários, assistência social em Campos dos G. não é digna desse nome...
7-O abandono do urbanismo e do planejamento: Que a cidade está um caos ninguém precisa dizer...Estamos de "cara pálida", amarelos de vergonha...Afinal como explicar a um convidado que esta cidade tem milhões de petro-royalties a seu dispor...? Praças destruídas, ruas esburacadas, calçadas inexistentes, iluminação precária, etc, etc..
8- O abandono do trânsito: Nessa categoria Campos dos G. segue a receita de todo o mundo ocidental...Pensa o trânsito a partir dos veículos particulares...Em detrimento da maioria de pedestres e do transporte público...Como não há prefeitura que acompanhe com obras o crescimento da frota...Aí "tá" o resultado...
9-O abandono das licitações: A lei 8666 é um instrumento poderoso para guiar os gestores na sua árdua tarefa de adquirir bens e serviços para seus entes públicos...O princípio maior ali consagrado é: o melhor possível pelo menor preço possível...Campos dos G. a julgar pelo Monitor Campista, diário oficial, tem invertido essa lógica...Temos sempre o pior, pelo preço mais caro...
10-O abandono dos pequenos e médios empresários: A Petrobrás adota para alguns certames licitatórios a prática de "privilegiar" o pequeno e médio empresário local, sem prejuízo às suas contas...Campos dos G. bem que poderia repartir melhor o bolo, não...? Nossa economia petro-dependente agradeceria...
11-O abandono dos funcionários: A gestão dos servidores de carreira é lastimável...Como incentivar o servidor que "suou" para conquistar, legalmente, seu cargo quando as "terceirizações" indicam um caminho mais fácil...? Como dar continuidade aos serviços prestados com tanta rotatividade "eleitoral" de contratados...? Qual é a dimensão da folha da PMCG...? Quantos recursos poderiam ser utilizados em melhora de salários, planos de cargos,l treinamento, etc....?
12-O abandono dos incentivos: O (a)FUNDECAM(mpos) patrocina uma das maiores concentrações e transferência de renda da História...Quanto custa gerar um emprego em Campos dos G....? Quais as atividades beneficiadas...? Elas serão sustentáveis depois que as "torneiras" secarem...? Qual impacto sócio-ambiental que tais empresas causam...? A taxa de retorno (impostos diretos e indiretos, salários, etc) compensa...? Ao invés de muito recurso para poucos, não é melhor um pouco para muitos...?
13-O abandono da arrecadação: Como será que vai a arrecadação de IPTU e ISS em Campos dos G....? Os critérios para isenções e incentivos obedecem a uma lógica de prevalência dos interesses coletivos...?Pelo que se sabe a nossa arrecadação está inerte, bem como a fiscalização e processamento da dívida pública...Somos petro-dependentes...
14-O abandono da cultura: Não há política cultural em Campos dos G....No máximo um circuito de festas e shows...Muito pouco para a cidade de José Cândido, Tonico Pereira, Waldir de Carvalho, dentre outros...Muito pouco para quem tem Kapi, Eugênio e Artur Gomes...Muito pouco para a Operários Campistas, Lira de Apolo, Orquestra do Centro de Cultura Musical...
Os gestores de Campos dos G. adoram arte, mas detestam os artistas...
15-O abandono da comunicação social: Campos dos G. tem agência de comunicação, não tem comunicação social...Divulgar programas, campanhas e ações governamentais faz parte das tarefas da comunição social...Campos dos G. "torra" dinheiro para "inventar" estadistas..."A guerra é o preço da paz"...Em Campos dos G. a propaganda é o preço da paz....
16-O abandono do Plano Diretor: Não sabemos se existe um Plano Diretor em Campos dos G., mas se houvesse pouca diferença faria...Aqui não se sabe onde, como, por que, quem e quando se constrói...Verticalização exagerada...especulação imobiliária...A cidade cresce como um monstro pronta para devorar a si mesma...
17-O abandono do esporte: Tantas escolinhas, tantos convênios, tantos times pagos a peso de ouro (em um passado recente)...E o básico, o reforço da atividade física nas Escolas, com aparelhamento e incentivo aos professores de educação física abandonados a própria sorte...Havia uma época que Escolas formavam atletas e cidadãos, que aprendiam a jogar, a ganhar e a perder...Aprendiam o senso coletivo e um pouco de disciplina...Boas ferramentas para a formação de cidadãos, não?
18-O abandono do meio ambiente: Com escasso saneamento básico, crescimento desordenado dentre outros fatores, como preservar o meio ambiente em Campos dos G....? Voltamos ao trânsito para relacionar com a emissão de CO2...Quanto mais carros, mais poluição...óbvio e simples, não...? A gestão do município deve ser integrada...
Não esqueçamos o manejo (que manejo?) dos recursos disponíveis, mananciais, por exemplo...Nossas lagoas em breve se chamarão "poças"...Poça de cima, poça do vigário, poça feia...?
19-O abandono do patrimônio cultural: Todos sabem a quantas andam o tratamento dispensado ao patrimônio artístico e cultural da cidade...Lira de Apolo, Solar da Baronesa, Museu...Alguém poderá dizer que o restauro e manutenção de alguns prédios são de atribuição de particulares, ou do Estado, ou da União...Não basta...Nosso patrimônio é do nosso município...É nosso, e a PMCG é co-responsável pela sua destruição...
20-O abandono dos patrimônio público: A frota de veículos da PMCG parece que saiu de "um campo de batalha"...Sempre renovada, e sempre destruída...Alguém disse, que na PMCG só há oito motoristas estatutários no quadro funcional...Pode ser exagero, no entanto, sabemos que funcionários mal treinados, ou pouco qualificados, operam com dificuldade os instrumentos de trabalho disponíveis...Outro caso que assombra é a quantidade de prédios alugados ou "adquiridos" pela PMCG...A maior imobiliária de Campos dos G....Não faltará teto para abrigar os contratados dos meses que se aproximam...
21-O abandono do decoro: Por derradeiro, Campos dos G., através dos seus gestores parece que perdeu a vergonha...Todos sabemos que o ser humano aprende por imitação, pelos exemplos...Como cobrar dos cidadãos postura distinta dos seus líderes...? É o vale tudo, cada um por si, pouca farinha meu pirão primeiro, quem chega mais cedo bebe água mais limpa, etc, etc...São 47 Secretarias, gerências, fundações, empresas, etc, etc. Tantos nomes, tantos cargos e tão pouca ação... Campos dos G. de "CARA NOVA" e corpo com metástase...
Triste...muito triste...

5 comentários:

Unknown disse...

Profícuo Xacal, ferino como sempre. Sugiro uma discussão profunda sobre Planejamento Familiar, considerando-se que o aumento da criminalidade é (?) diretamente proporcional ao aumento da população de descamisados colloridos.

Anônimo disse...

E o pior disso tudo é que em outubro próximo estaremos elegendo um novo prefeito e pelo quadro que se apresenta, acho que pode ficar ainda pior, se é que isso é possível!

Ricardo André Vasconcelos disse...

É isso Xacal, demorou mas arrebentou.Muito bem!

xacal disse...

Caros amigos,

Estamos de volta, e finalmente, adquiri em várias prestações uma máquina razoável...Falta uma boa conexão...que chegará em breve, permitindo, inclusive a postagem de vídeos e imagens...

Papo vero...o livro FREAKONOMICS traz pesquisas que associam a liberção do aborto com taxas de redução de mortalidade...tema espinhoso que abordaremos em breve...Não creio em extinção dos pobres... sim, em extinção da pobreza...Mas há argumentos respeitáveis que dizem que filhos indesejados tendem ao desajuste social...criminoso inclusive...

Anônimo, por mais desqualificados que seja nossos representantes não há outra forma de mediação...política e democracia são imperfeitas, mas indispensáveis...

Ricardo...la lutcha continua...

xacal disse...

(...)por mais desqualificados que sejam (...)

Perdão senhores.