domingo, 3 de fevereiro de 2008

Dinheiro não traz felicidade...

Muito já se falou, e há muito tempo já sabemos que Campos dos G. é a terra do "já teve"...
Agora, acontece um fenômeno diferente...Algumas atividades continuam a sua rota "ladeira abaixo", mas continuam a receber subvenções municipais...O dinheiro vai para o ralo, junto com a possibilidade de sucesso de atividades (esportivas, culturais, etc) que vinculem o erário como única fonte de sobrevivência...Vejamos:

1-Carnaval - Não sabemos bem ao certo os valores destinados, nesses tempo de royalties, as agremiações que desfilam na "passarela da Agonia"...Mas o dinheiro parece condenar o Carnaval, e seus participantes a mediocridade eterna...Qual a contrapartida que as agremiações oferecem aos contribuintes e a municipalidade?

2-Futebol - Os clubes de Campos dos G. recebem mesada da PMCG, e seu desempenho cada ano se torna pior...O futebol na cidade deixou de ser uma atividade sustentável há anos...Por que afinal o contribuinte, com seus impostos têm que sustentar clubes...Isso não é tarefa para seus sócios e torcedores? Qual a contrapartida que os clubes oferecem a municipalidade e aos contribuintes?

3-Cultura - Desde quando se descobriu a "mina" dos royalties passou a fazer parte da rota dos grandes espetáculos...O Teatro Trianon recebeu os maiores nomes da música e dramaturgia...Bom, e daí? Shows com ingressos que só a minoria pode pagar, cachês pagos pela municipalidade...Qual benefício a cultura campista, houve algum intercâmbio, surgiu algum novo movimento,alguma nova linguagem...?

4-Educação - Campos dos G. a terra dos mega-hiper-super-power seminários de educação...Medalhões, especialistas, palestras, etc, etc...E os índices alcançados, pífios, tristes, desanimadores... Dinheiro jogado pela janela...recursos que poderiam ser aplicados em soluções discutidas pela própria rede de docentes, a partir de suas experiências...recursos que poderiam reverter em motivação aos profissionais...dinheiro torrado com pirotecnia educacional...
É, nessa terra, dinheiro não traz felicidade...

Nenhum comentário: