quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Administração municipal em estado de emergência permanente (?).....

A administração municipal atual parece que tomou gosto pela coisa...Depois das enchentes do Rio da Paraíba, que inauguraram o maior, e mais nebuloso, período de emergência da história, o ALLKAYDE agora alega emergência para contratar professores para rede municipal...
Não custa lembrar que os funcionários do PAC/PSF (agentes de saúde da família)continuam sob o signo da "emergência", em declarada afronta a decisão judicial de promoção de concurso público...
Agora é a vez do magistério...
Como falar em emergência em um setor da administração que deve ser planejado anualmente, com relatórios dos responsáveis pelas unidades, acompanhamento das gerências pedagócicas e de recursos humanos, onde as demandas, resultados e prognósticos devem estar claros e à disposição dos gestores, nesse caso a Secretária de Educação e o Prefeito...?????
Emergência apenas seria admitida se houvesse uma demissão em massa dos profissionais, acidente ou epidemia que os vitimasse, ou uma corrida em massa de novos alunos à procura por matrículas...
Ao que parece essas não são as justificativas, se é que existe justificativa...
Não seremos levianos a ponto de vincular a "emergência" a agenda eleitoral...Vamos, por enquanto permanecer na tese da incompetência mesmo...
Com a palavra o Ministério Público e o Judiciário

Nenhum comentário: