quarta-feira, 19 de março de 2008

A CUT , imposto, unicidade e parasitismo sindical...

O movimento reivindicatório que formou as bases do que seria, no campo sindical, a CUT, e no espectro político partidário, o PT, acumularam capital político com a fermentação de propostas que desafiavam a então ordem vigente...
O PT com sua democracia interna, instâncias de discussão, noividades numa cena política dominada por "caciques" e "medalhões" durante muito tempo foi vendido a população como um "saco de gatos", como se debate e democracia inviabilizassem o Partido...
Muito ao contrário, o tempo e o poder mostraram que decisões autocráticas, a la José Dirceu são eficazes para movimentar a máquina rumo a um objetivo, mas pecam quando submetidas a uma fiscalização de seus métodos...E, paradoxalmente, paralisam o partido...
No campo sindical, a CUT nunca se restringiu a luta economicista que caracteriza a luta dos trabalhadores...A CUT rompia com uma tradição "pelega" alimentada na CLT, desde Getúlio até os governos militares...
Um dos instrumentos de controle e cooptação foi, justamente, o imposto sindical...
Junto com o imposto sindical vige outra aberração que é a unicidade sindical, podemos até dizer que são gêmeas siamesas...A unicidade sindical pressupõe uma "reserva de mercado" ao sindicato que já foi regulamentado junto ao Ministério do Trabalho, mesmo que sua representatividade junto a categoria não exista...Os defensores dessa "reserva" dizem que a possibilidade de vários representantes por ramo profissional, ou por categoria enfraqueceriam as reinvindicações...Muito ao contrário...o que enfraquece sindicato é falta de combatividade e representatividade...
No caso do famigerado imposto sindical a CUT, junto com a Força Sindical, escreveu um capítulo vexatório de sua história...
Essa "tunga" compulsória no bolso do trabalhador é a maior vergonha para entidades que dizem lutar pelo bem estar dele...
Alimentam entidades fantasmas, turismo sindical, carros de luxo, etc, etc.
Sem falar no "repasse" ilegal para campanhas de políticos...
Muitos diziam que a CUT se alinharia automoaticamente ao governo...
A votação do fim do imposto sindical compulsório proposto pelo governo demonstrou que a CUT escolheu a pior hora para mostrar sua divergência...
CUT e Força Sindical, os mais novos expoentes do parasitismo sindical...

Nenhum comentário: