sexta-feira, 28 de março de 2008

Faxinão....


O Xacal convoca...

Às 16 horas em frente a PMCG, com vassoura, balde, água e sabão para "faxinar" a sede do poder...
Depois, se não estivermos presos, poderíamos caminhar até as escadarias da Casa do Povo com telhadão de vidro, e terminar a "faxina"...
Que tal...?
Mais faxinão, impossível...
créditos: Ferando Souza, lavagem da escadaria da Ig.da Penha/RJ, 2005.

6 comentários:

FÁBIO SIQUEIRA disse...

Olha Xacal,
Eu até iria de muito bom grado!
Gosta destas manifestações. Já participei muito delas no ME e no Sindicalismo. Mas nesse horário vou ter que me dedicar à minha pequena mas barulhenta prole. Guarda compartilhada requer compromisso. E hoje, antes do professor, militante, sindicalista, "blogueiro-faxineiro", é meu dia de PAI!
Até o próximo momento cívico.
Abs.

Anônimo disse...

Beremiz ficou apavorado ao ler o comentário do colega Fábio... Foi-se o tempo que íamos às manifestações prestar nosso dever cívico, e tínhamos como incentivo seletivo positivo a alta probabilidade de fazermos filhos!

Como é difícil constatar que agora não podemos participar das manifestações exatamente por termos filhos!

Ah... foram-se os anos (sem trocadilho, por favor)!

Grande abraço envelhecido,

xacal disse...

Discordo de ambos...
Seria um barato levarmos nossos filhos, e começar o dever cívico de ensiná-los o que aprendemos...
A sermos homens e mulheres comprometidos com nosso tempo, e com maioria e o bem estar de todos...

xacal disse...

Ahhh, aproveite enaquanto pode levar seus filhos serm ouvir a oposição da minha de 11 anos:

Paaaaiiii, que miiico...se liga na missão!!!!

Anônimo disse...

Sei não... imaginem ficarmos conhecidos como "los padres plaza de marzo"! ou então pior: "los padres da plaza San Salvador", rs,rs,rs... ou seríamos "los padres del fajinón" rs,rs,rs

Grande abraço,

Blog Vitor Longo disse...

Faxinar tem que ser a vera. Faxinar sem desinfetar e bacterizar é dar mole para nova infecção.

Tamos Juntos. Ah, e não revele nunca sua identidade, senão eu não vou ser o mesmo fã, que hoje sou.