terça-feira, 25 de março de 2008

Israel...60 anos de sofrimento na Terra Santa.


corpo de menino palestino de seis meses de idade
morto em ataque aéreo israelense.


O povo judeu parece fadado ao sofrimento...


Alvo preferencial de perseguição em diferentes épocas da História, conheceu a ápice do extermínio no Holocausto, durante a Segunda Guerra Mundial...


A sua tenacidade em manter a unidade cultural, e seus traços religiosos, mesmos quando dispersos ao redor de todo mundo, a comoção dos seis milhões de mortos pela máquina da morte nazista, bem como suas alegadas raízes plantadas na Palestina, determinaram a criação em 1948 do Estado de Israel...


Poderíamos, de forma simplista, dizer que os aliados vencedores da II Guerra "pagavam" uma dívida de consciência por não terem se mexido para evitar a escalada eliminatória ariana...


Todos esses ingredientes, que por um lado teceram a fibra do povo judeu, criaram também as condições para o surgimento de um nacionalismo extremista e expansionista, como se os israelenses pretendessem "vingar" tantos anos de subjugação...


Coube aos palestinos "pagarem o pato"...


Judeus e muçulmanos já experimentaram perídos de convivência pacífica e tolerância, inclusive em Jerusalém, durante a administração de Saladino...


Essa experiência poderia ser resgatada, e cessar a disputa que banha de sangue a Terra Santa...


Embora a religião seja o "grande pretexto", há uma questão econômica crucial a permear o conflito, onde palestinos são oprimidos pela miséria e pela força das armas...


Judeus e muçulmanos têm grandes contribuições científicas e culturais a Humanidade, camufladas pelo triste espetáculo que protagonizam nos dias de hoje...


Shalom!

3 comentários:

Vidativa 2009 disse...

Como Htler faz falta hoje me dia!!

Anônimo disse...

O povo judeu,ou o povo palestino??
Os judes contam com o apoio financeiro de gdes países como o EUA para financiar ataques ao povo palestino,financiam armamentos,bombas químicas e biológicas,engraçado o povo judeu esta matando seu proprio povo a herança são dos dois países Ismael e Isaque..agora apelemos para a consciencia extinta de ambos os lados,para que não matem pessoas inocentes,querem se matar...se matem mas não matem pessoas que não sabem nem como esse genocidio começou e nem por que.

Anônimo disse...

O povo Israelense não sabe que está sevindo de buxa de canhão para os financistas judeus adoradores do beserro de ouro: O dinheiro. É somente util a pópulação israelense para ,sem saber,pensando que é um povo uma nação,sevir de escudo para interesses económicos da região.Sem esses otários nacionalistas racistas os altos investimentos em petróleo sairiam do comtrole judaico financero e aí adeus comtrole mundial do dinheiro.....