sexta-feira, 21 de março de 2008

A metamorfose...




Em Campos dos G., Kafka não teria dificuldades em achar baratas em profusão para inspirar sua obra...


Longe das abordagens intrincadas, Kafka por aqui teria baratas na acepção própria dessa qualidade atribuída a certos seres (humanos...?)...


Vis...nojentos...rastejantes...e resistentes a qualquer ambiente...


Se alimentam de quase tudo...


Da boa-fé das pessoas...da esperança e da solidariedade...


Em certos blorrrghs dá quase para sentir o cheiro (odor) insuportável delas...


Mas não temam...até as baratas cumprem seu papel biológico na cadeia alimentar...

Nenhum comentário: