quarta-feira, 30 de abril de 2008

A Academia de aluguel...

Não se trata de criticar as pessoas convidadas a ocupar a gestão da cultura em Campos dos G..
Não privo do seu erudito convívio, e sequer posso afirmar quais interesses fariam pessoas com tais currículos participarem de um governo moribundo...
Não há de questionar sua proeficiência acadêmica... nem suas boas intenções...

O problema é emprestar credibilidade, e servir de esteio moral a um governo que adora os acadêmicos, mas detesta o debate científico...despreza estatísticas e pauta sua gestão por medidas cosméticas bem ao gosto do senso comum, que nem sempre significa bom senso...

Vamos aos fatos:
1-Pior educação do Estado.
2-Um dos piores índices de geração de empregos (IBGE).
3-Epidemia de dengue.
4-IDH sofrível.
5-Arrecadação própria (ISS, IPTU) descendente ou estacionada.
6-Transporte público acossado pela ilegalidade.
7-Espaço urbano caótico.
8-47 secretarias e gerências com atribuições sobrepostas.
9-Esgotamento sanitário abaixo do desejado.
10-Falta de planejamento na política de incentivos, que torna o emprego gerado aqui um dos mais caros do planeta.
Etc, etc, etc.

Não vou falar da ausência de política cultural no município, mesmo com uma gerência e duas Fundações...essa é uma tarefa para nossos novos notáveis...

Ahhh, para Dona Arlete, minha ex-professora a qual devo meu gosto pelas letras: biblioteca pública centralizada e insuficiente em um município de 500 mil habitantes e enorme área territorial...e não é à toa que nossa biblioteca Nilo Peçanha permanece encastelada na Pelinca...

Boa sorte, vocês vão precisar...!

2 comentários:

Anônimo disse...

Xacal
Xacal,
Com todo respeito que nos merece a professora Arlete, as nossas elites adoram desfrutar e fazer parte do poder cultural, contraponto da teoria gramsciana. Ela não precisava disso, nunca precisou. Que ficasse no seu cantinho ali na Academia Campista de Letras, suas aulas ou em suas elucubrações intelectuais, mas fazer parte desse governicho é demais para minha santa paciência.

xacal disse...

Não há de deslegitimar escolhas, meu caro...

O problema é que esse pessoal as faz, e ainda quer dividir o ônus conosco, espere só...