sexta-feira, 18 de abril de 2008

Continuamos à deriva...

No meio da tempestade descobrimos não haver ninguém no timão...
O inferno astral, para quem acredita nessas superstições, parece ter instalado sua filial em Campos dos G...
Alguém já disse: o diabo é deus de folga...!
Tomara que todas as más notícias esgotem seu potencial de estrago de uma vez...
Estamos naquilo que os estudiosos chamam de anomia, ou seja, total falta de leis e instituições as quais o cidadão possa ter referência...
Impera o estado de falta de Estado...
a versão dos fatos vale mais que os fatos em si...
A imprensa deforma a opinião em lugar de informar...
O povo atônito, segue o embate como espectador de partida de tênis de mesa, em um balançar de cabeça rápido e pendular, tal a rapidez dos golpes e contra-golpes judiciais...
O destino de 500 mil pessoas e uma fortuna em recursos públicos está sob a égide de uma corte, de um magistrado...
Todas as instâncias de consenso e construção de soluções estão contaminadas, salvo os quixotes dos blogs e algumas entidades sem peso para definir os rumos dessa cidade...
Até quando o interesse de grupos e pessoas prevalecerá sobre toda uma comunidade que oscila entre a cumplicidade comprada e o estarrecimento imobilizador...?
Que história é essa que legaremos aos nossos descendentes...?
Onde um futuro digno desse nome...?
Onde a grandeza dos "donos do poder" e aspirantes a ele para recuar e deixar o processo tomar seu curso com a normalidade possível....?
Cadê a OAB, ACIC, ACI, Rotary, Maçonaria, sindicatos, estudantes, profissionais liberais, etc, etc, etc...?
Onde uma reação organizada e programática, com amplo espectro de ruptura com esse circo de horrores...?
Onde os homens e mulheres de coragem e brios dessa terra plana, e enlameada...?
É a banalização do vale-tudo, lei de Gérson, da sua desgraça é meu consolo...?
Existe algum resto de civilização e humanidade que sobreviva a projetos de ganância e vilipêndio de uma cidade moribunda...?

Alguém responda...S.O.S.....S.O.S...estamos afundando é não há botes salva-vidas....

5 comentários:

Gustavo Alejandro disse...

Pois bem, xacal, eu não considero tudo isso que acabou de escrever nenhuma apologia à violência. No entanto, é exatamente o que eu quis dizer hoje mais cedo.

Anônimo disse...

Chamem a ONU!

xacal disse...

Meu caro, é possível que tenhamos falado coisas semelhantes, com palavras diferentes...no mais, reconheço e fortaleço sua indignação...
creio que chegará a hora de mostrarmos nas ruas nosso descontenamento...chegará a hora...

Anônimo disse...

To com vocês. Djahojinho.

Anônimo disse...

Este é um ponto que venho tentando aprofundar. Onde estão os sensatos, os órgãos de classe, etc. Como podemos começar?
Vamos tentar a partir daqui...