sábado, 19 de abril de 2008

Esquizofrenia jornalística....

De um lado a Folha da Manhã, de outro o Diário...e no meio, perdido, o Monitor...

Cada um dos jornais rivais noticiou a dualidade de prefeitos, e adotou justificativas "jurídicas" distintas para defender a permanência desse ou aquele...

O Monitor, como órgão oficial do município, enfrenta um dilema antigo nas redações: interesse comercial ou jornalístico...?
Essa divisão está evidente na sua edição de hoje...Dá manchete que suscita uma provável dúvida, mas publica as portarias de Mocaiber, e portanto, assume como válida a nomeação desse...como, aliás, bem observou Roberto Moraes em seu blog...
O medo dos editores do Monitor é que se cumpram as ameaças dos recém-empossados (?) mandatários de retirar a prerrogativa de diário oficial daqulele centenário órgão...

Não sou jornalista, nem especialista em comunicação, mas vai aqui uma opinião de leitor:
Na dúvida, que prevaleça o jornalismo, pois essa é a razão de existir de um jornal...sua credibilidade, que não poder ser recuperada por dinheiro nenhum no mundo...se desejam a todo custo manter publicação de portarias, então fechem todas as editorias...

Nenhum comentário: