sexta-feira, 18 de abril de 2008

Os sábios chineses...

Na tradição e cultura chinesa o número 4 é associado ao mau agouro, pela semelhança do ideograma que representa o número com os desses sentimentos...

Se 68 é o ano que não terminou, 2004 é o ano que não deveria ter começado...
Estamos ainda a sentir os reflexos da transição da política, e das tradições eleitorais para o arbítrio dos tribunais e delegacias..., transição que se consolidou naquele pleito conturbado...
Depois de tanto tempo para conquistar o direito de fazer valer nossas decisões, inclusive com episódios marcantes naquele 68 de 40 anos atrás, entregamos de "mão beijada" nosso poder de decisão para textos de sentenças, nem sempre fiéis ao sentimento popular, e a legitimidade...embora se revistam da formalidade legal, dominada e manipulada por caríssimos advogados...
A volta do ALLKAYDE, ou a permanência de RH, ou ainda, a possível volta de Carlos Alberto Campista, a ser decidida, não representam aspectos de normalidade, qualquer que seja o desfecho...
Campos dos G. não pode andar a tropeções...
Por isso tudo, e agora mais do que nunca, quando o jogo se embaralha de novo, é que precisdamos retomar as rédeas do processo político, reconquistando nossas prerrogativas soterradas por decisões e medidas cautelares, em meio ao caos institucional...
A Frente Reage Campos não pode mais esperar, sob risco de entrarmos no processo eleitoral de 2008 sem resolver as questões pendentes de 2004, que páiram sobre nossas cabeças como uma espada de dâmocles...
Lembromo-nos de onde tudo começou, como está e como ficará se nada fizermos, com o expurgo de toda essa malha política com vértice comum...esse Cérbero, cão de três cabeças (garotinho, arnaldo e mocaiber) que guarda a porta do reino inferior de Hades (equivalente ao inferno cristão na mitologia grega)...

4 comentários:

Anônimo disse...

Renato e vc estão com uma fixação com ideograma chinês... o que que tá havendo? Beremiz não está entendendo... rs,rs,rs...

Grande Abraços,

PS: primazia sim, pura não!

xacal disse...

Pura sim..e salve nosso Schopenhauer...falo da vontade em si, e não sua reflexão como objeto da vontade...

ihhhh, quebrou o HD...filosofia não é meu forte....

xacal disse...

Ahhh, esse negócio de ideograma é viadice para atender o público classe média-pelinca....
business, that´s business...

Anônimo disse...

Desse filosofo Beremiz so conhece uma parte do inicio. A part do "chop" eu conheco muito bem. O "s" inicial e "enahuer" eu nao entendo, rs,rs,rs ...