sábado, 31 de maio de 2008

Estrutura jurídica anti-democrática...!

Um clássico exemplo de confronto entre as regras jurídicas e democracia se fez presente no evento que toma conta das manchetes desde ontem...!

O instituto do foro privilegiado, e a necessidade de autorização para inquirir e processar parlamentares pela prática de crimes comuns é o exemplo claro que há categorias diferentes de cidadãaos, punidos não de acordo com o crime que cometem, e sim de acordo com sua posição na hierarquia social...!

De nada valem as demonstrações de indignação contra o dispositivo utilizado pela ALERJ para soltar seu colega álvaro lins...

Os deputados só utilizaram a legislação vigente...

Distorções como essa afastam cada vez mais o cidadão comum da escala de valores diplomados nas leis...
Cada vez mais o contribuinte conclui que o crime compensa, desde que seja grande e tenha comparsas poderosos...
É o darwinismo jurídico alimentando o darwinismo criminal...um paradoxo interessante, não...?

Nenhum comentário: