segunda-feira, 21 de julho de 2008

Era de ouro...

Amigos ouvintes aqui fala o repórter Esso, testemunha ocular da história...

Muitos se lembram desse bordão, outros tantos já ouviram falar...

Durante muitos anos, o rádio hegemonizou a mídia e tamanha era sua influência que a Rede da Legalidade de Lonel de Moura Brizola foi uns dos instrumentos da disputa política a época...

Hoje o rádio reconquista terreno como fonte de informação e entretenimento...Com o advento da internet houve uma ampliação do alcance das emissoras a um público que não atinge tradicionalmente...

A maior flexibilidade e agilidade em sua produção, permite ao rádio uma interatividade que, embora muito menor que a grande rede, é muito maior que a TV...Talvez por isso, ela tenha melhor se adaptado ao fenômeno da junçao desses meios...

É inegável a inserção desse veículo na cena política local...Em uma cidade de índices educacionais baixíssimos, o rádio responde a necessidade das classes D e E de inserção no debate político...

Um dos erros estratégicos do ex-pt, e de boa parte dos setores organizados da sociedade em desprezar essa mídia, e desta forma legar ao aparato populista/conservador a hegemonia dessa linguagem...

Uma das chances de estímulo ao debate e nova apresentação do discurso da esquerda em Campos dos G. pode se inserir com a expansão da internet, que de acordo com as pessquisas, é vertiginoso nas classes mais pobres...

A formatação da informação em linguagem que insira esses "novos internautas" é fundamental para a luta ideológica e política em nossa comunidade....

Nenhum comentário: