quinta-feira, 31 de julho de 2008

Mais uma da turma do jaleco...

Lá como cá, uma parte dos nossos médicos parece querer acabar com o pouco de respeito e deferência que a população lhes dedica...

É verdade que a história sempre foi benevolente com essa categoria profissional, em um misto de devoção e gratidão...Por isso, os péssimos exemplos como Joseph Menghele, o médico alemão que fazia experiências com cobaias judias vivas, ou os médicos plantonistas dos porões da ditadura, que garantiam "condições fisiológicas" mínimas para a continuação das seções de tortura, ficaram sempre relegados e eclipsados por ótimos exemplos como Oswaldo Cruz, Carlos Chagas, Albert Sabin, Adib Jatene, etc, etc.

Antes considerados salvadores de vidas, exemplos de probidade e atenção ao próximo, a classe médica foi pouco a pouco despida de sua aura, muito em virtude da paulatina proletarização da profissão submetida a cargas horárias pesadas, e muitos empregos para garantir uma vida condizente a "posição social" que ocupam...

Esse processo corroeu boa parte da dignidade dos profissionais médicos, e demonstrou que diante das dificuldades os "doutores" eram bem mais humanos que se imaginavam...
Quando a necessidade entrava pela porta, a moralidade de alguns médicos saía pela janela...!!!

A PF em operação deflagrada no dia de ontem prendeu o ex-coordenador estadual de transplantes e professor de UFRJ...

As irregularidades apuradas seriam a "venda" de órgãos e manipulação das prioridades nas filas de transplante hepáticos...Cada fígado custava até 250.000 reais...

Entre os "beneficiados" estariam o irmão de miguel arraes e o irmão do ex-secretário de transporte do governo garotinho napoleão, augusto ariston...

Logo após a operação Pecado Capital que desmantelou uma quadrilha que saqueava recursos da saúde, incluída aí a prima alcione ataíde, a salomé da lapa, esoturou mais esse escandâlo para manchar a reputação da classe médica do nosso Estado...

Aqui em Campos dos G. a quadrilha do jaleco enterrou a cidade no maior lamaçal da história...

A cumplicidade se ratifica no descalabro das contratações ilícitas de "afilhados de jaleco", em detrimento dos concursos públicos...

Como se não bastasse, afundam também junto com o psf, o maior exemplo de empreguismo e chantagem com o sofrimento alheio...

E silêncio total das entidades de "classe" dos "doutores"....Nenhuma sociedade de medicina, nenhum sindicato ou conselho...nada...silêncio de hospital para honestidade que jaz na uti...

Essa omissão faz os médicos honestos e cumpridores de seus deveres aderirem a conduta dos maus profissionais...
O primeiro sentimento desses indivíduos de boa índole é repelir qualquer crítica, como se tais argumentos configurassem um ataque ao exrecício da medicina...mas se a classe não repudiar pública e veementemente tais desvios, mais cedo ou mais tarde, os médicos se tornarão sinônimo de ignomínia...



Em homenagem ao nosso ex-leitor, dr luis tavares (cadê a biscoito?)...um exemplo de fleuma e boas maneiras à serviço do corporativismo da quadrilha do jaleco....

8 comentários:

Anônimo disse...

Assim, você perde a razão!
Sua fala não combina com nada que li, postado por você, até agora. Quando você faz uma denuncia ou comenta fatos, mesmo de forma irreverente, "dando nome aos bois", vejo credibilidade e leio com respeito, não interessando a atividade exercida pelo denunciado. A classe médica foi, de fato, gradativamente despida de sua aura e isso foi bom, não somos semideuses. Temos também carga horária pesada e muitos empregos, como ocorre aos professores e outros profissionais. A proletarização da profissão também é uma realidade e, provavelmente, como ocorre em outras categorias, por falta de organização, de representatividade das entidades de classe e inércia dos profissionais que nela atuam. Somos humanos, sim, com todas as qualidades e imperfeições que essa condição traz, e também com necessidades. Mas quando diz: "quando a necessidade entra pela porta, a moralidade sai pela janela", dirigindo-se a toda uma classe, é no mínimo, injusto e leviano.
Tenho certeza que vai encontrar nos mais de 60.000 médicos em atividade no estado, a esmagadora maioria trabalhando em condições impróprias mas exercendo com dignidade, honestidade e respeito ao próximo, sua profissão.
Se a saúde, a educação, a segurança pública, o nível de empregos e outros indicadores, não são o modelo que desejamos, a responsabilidade é toda nossa, enquanto cidadãos que não aprendemos a exercer plenamente nossa cidadania, e não das categorias ligadas a essas áreas.
Acredito muito na crítica, crescemos com ela, mas o que vi no seu postado foi superficial, injusto e gratuitamente ofensivo.
Lamento.

Xacal disse...

anônimo, meu caro...

o texto foi uma provocação dirigida, mas concordo que as generalizações são perigosas...

farei a retificação do texto, mas deixe-me apenas fazer um reparo as suas observações:

o silêncio da classe médica acumplicia pela omissão...

o que cobrei aqui, de forma até um pouco inadequada e rude é esse manifestação firme na oposição a essa quadrilha de jaleco que coloca em dúvida a conduta de toda a classe...

e aí,meu amigo, a vêemencia se limita a criticar a forma de minhas considerações, mas nada tocam ao conteúdo das denúncias...

obrigado pela participação, e confira no novo texto a reparação...

um abraço...

Anônimo disse...

Xacal,
Agradeço o seu postado e concordo com os reparos, de fato, a omissão acumplicia. Mas, creia, quando leio seu texto, este e outros, e de outras pessoas, considero o fato e não a profissão de quem o faz. Para mim, isso só complementa a informação. É claro que se trata de uma quadrilha repulsiva, que nos assombra há 20 anos. Também é sórdido e repugnante o caso da venda de órgãos. Só não acho que tais fatos ocorreram porque os autores eram médicos. Com toda a certeza há no meio de cada escândalo, inclusive deste, muitos advogados, jornalistas, professores, administradores e economistas, entre outros.
Entenda como vejo: os Arnaldos, Alexandres e Alciones, não representam a classe médica, assim como Garotinho e Roberto Barbosa e outros, não representam os jornalistas, Alex não representa os advogados.
Acredite, não sou corporativista mas não gosto de estar no mesmo balaio de gatos que certas pessoas, que por acaso, exerciam (hoje, fazem outras coisas...)a mesma profissão que eu.
Um abraço e obrigado por me deixar continuar acreditando que este é um grande espaço

Ferreira disse...

O senhor Xacal, embuído de verve pseudo-intelectual, não passa de um mero semi-analfabeto. A começar pelo erro de concordância na frase da pesquisa que aponta Rosinha, merecida e reconhecidamente, disparada à frente dos demais candidatos. Xacal, que se esconde vergonhosamente atrás do anominato, não passa de mais um verme em busca de visibilidade que, provavelmente, nunca alcançou no decorrer de sua vida pessoal e profissional.
Aproveito para convidá-lo a uma visita ao Blog Aspectos (www.aspectos.blog.br), onde poderá usufruir de conhecimento e aprender como se faz um jornalismo sério, responsável e comprometido os princípios éticos.

Xacal disse...

caro avelino ferreira, e a pesquisa da fcjol, já entregou o trabalho ou devolveu o dinheiro...

quanto ao erro de concordância, vou checar...

vc tem razão sou um pseudo tudo, só não sou psedo honesto como vc e a quadrilha que apóia...

quanto ao blog, já tive o desprazer de visitar, e sinceramente, não vi nada que prestava...

mas pode continuar a usar esse espaço, o qual vc desqualifica, para pegar uma carona na audiência...

fique à vontade, aqui vc tem democracia e liberdade para falar o que quiser, ao contrário dos blogs operados por vcs...

Xacal disse...

caro anônimo,

a questão dos médicos é única e simplesmente porque eles associam essa condição profissional como hand-cup para entrar na política, muito mais que advogados, engenheiros ou professores...

por isso fiz essa associação...

sales disse...

a coisa mais divertida hoje na internet é ler os comentários feitos no blog do tal Avelino; eu me divirto, dou risada pra cacete; neguinho tá esmiuçando a vida do cara e ele lá, tentando se justificar; é muito divertido.

Anônimo disse...

Good dispatch and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Thanks you for your information.