segunda-feira, 21 de julho de 2008

Movimento hoje é outro...

A palavra "movimento" hoje significa outra atividade...Na maioria das vezes exercida por jovens, na "escola do crime"...

Na década de 80 e 90, Campos dos G., a exemplo de outras cidades, viu renascer a mobilização dos estudantes, quer seja dos secundaristas, quer seja dos universitários...Dessa lavra surgiram boa parte dos quadros que hoje mantêm algum tipo de militância política...

Nomes como Renato Barreto(Faculdade de Filosofia), Renato Gonçalves (Mov. Secundarista e Universitário) Vitor Menezes (GENP da ETFC) dentre outros foram forjados na luta estudantil, que de certa forma apresentava a política, como uma espécie de "categoria de base"...

Naquela época (isso é cacoete de gente idosa) a luta estudantil marchava junto com a luta sindical, e não era raro a participação em eventos unificados, como a greve geral de 1987, fora collor, voto aos 16 anos, Constituinte, etc, etc.

Muito embora, na maioria das vezes reproduzissem a luta das tendências e siglas partidárias, esse movimento tinha um vigor que oxigenava essas agremiações: mantinham uma tradição estudantil forte o ex-pt, o pc do b, o pdt, dentre outras siglas...

Uma das grandes contribuições negativas que o Muda Campos trouxe para esse setor foi o paulatino aparelhamento e cooptação das entidades e de suas lideranças...

Em parte por esse fator, em parte pelo processo de desregulamentação neoliberal que desmontou a escola pública, e quem sabe pelos efeitos nefastos das novidades tecnológicas que afastam em lugar de agregar, e que diluem o convívio em relações superficiais, trouxeram uma apatia que não é comum a juventude...

Juventude apática é velhice conservada...!

Um comentário:

claudiokezen disse...

Olá, Xacal. Parabéns pelo conteúdo do seu blog. Tomei a liberdade de adicioná-lo ao meu. Dá uma passada no meu blog, e se te interessar, fique à vontade para adicionar. Um abraço.

http://claudiokezen.blogspot.com/