terça-feira, 29 de julho de 2008

O crime e a política...

Os últimos episódios que envolvem as comunidades onde estão instaladas as milícias e traficantes de drogas, com a formação de "currais eleitorais" é um desfecho previsível que não poderá ser combatido apenas pela repressão ou pela presença ostensiva de forças policiais ou militares...

Todos sabem que uma vez encerradas as eleições, os moradores e seus algozes permanecerão lá, e desta forma estão mantidas as bases para qe a coação de materialize em votos nos candidatos do crime...

A apropriação dessa prática pelos criminosos é um reflexo de anos e anos de utilização dessa estratégia pelos candidatos da maioria do establishment político, que através do abuso de poder econômico e das máquinas administrativas, sempre chantagearam os eleitores para auferir votos nas urnas...

O que o tráfico e a milícia hoje fazem é uma versão mais crua e violenta dessa prática ilegítima...

Não há muita diferença entre um taficante que ameaça a vida dos cidadãos e de políticos que deixam a míngua as populações carentes que morrem sem atendimento de saúde, saneamento ou outros serviços...

Os métodos são um pouco distintos, mas os efeitos são da mesma forma daninhos às comunidades e a democracia...

Nenhum comentário: