sábado, 30 de agosto de 2008

Direita volver...

foto: El País

Uma campanha eleitoral tem milhares de nuances...Impossível aos "marqueteiros", assessores, especialistas e estrategistas, definirem em seus planos, dados e abordagens todos os humores e inflexões do eleitorado...
A definição dos vices nas chapas, e o peso dessa escolha no desempenho das campanhas é sempre uma incógnita...

Tradicionalmente, os vices são indicados para agregar apoio em um setor frágil do cabeça de chapa, e também para rearrumar a correlação de forças dentro das alianças que compõem determinada candidatura...
A indicação da governadora do Alaska, EEUU, Sarah Palin, 44, para vice na chapa do senador John McCain acena nessa direção...
Sabe-se que o grande esforço de Barak Obama, candidato democrata, é atrair não só o eleitorado feminino de sua ex-concorrente, Hillary Clinton...Pesa também sobre ele a responsabilidade de conquistar os votos da "direita" democrata...
Por sua vez, John McCain tem seus problemas domésticos...É considerado pelos republicanos como "independente e progressista" demais...
Sua tacada, portanto, visa "pacificar" os "falcões republicanos", com a indicação de uma política que se auto-define como: conservadora de coração...

Sarah Palin é integrante da NRA (National Rifle Association) o poderoso lobby da indústria de armas estadunidense, é contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo e contra o aborto...
No entanto, como dissemos, as campanhas políticas têm muitas nuances...A tentativa de McCain pode falhar ou surtir efeito aquém do esperado nos dois lados que tentou atacar:

O interno, pois o establishment partidário "torce o nariz" para o que eles consideram uma outsider vinda de um Estado distante e inóspito, e pouco relevante no cenário político nacional...

Do lado externo, o perfil de conservadora extrema, mãe e dona-de-casa orgulhosamente alardeado por Sarah Palin a transformam em um estereótipo que as feministas democratas, mesmo feridas pela derrota de Hillary, não estão dispostas a apoiar só porque veste saias...

Nenhum comentário: