terça-feira, 26 de agosto de 2008

Luta pela sobrevivência...

Os movimentos de Hillary Clinton, explorados pela mídia estadunidense como um sinal de divisão do partido Democrata para as próximas eleições, vão muito além da tentativa de mostrar seu peso político dentro da campanha...

Trata-se, na verdade, da permanência ou extinção dos clã dos Clinton como protagonistas da cena política estadunidense...
Caso seja confirmado como presidente pelas urnas, Barak Obama poderá inaugurar um novo ciclo na política nos EEUU...Pelo menos essa é a esperança que recai sobre ele...

Os Clinton representam o establishment político tradicional, o controle da máquina partidária...

Mesmo que tenha que operar um acordo com essas forças, Obama será cobrado a trazer novidade na gestão administrativa e na condução do processo político interno e externo...
São oito anos que podem marcar uma transição para uma época a qual os Clinton podem virar apenas memória...

Daí a luta de Hillary em ressaltar sua importância na disputa, rejeitando o papel de coadjuvante destinado aos perdedores...

É necessário construir um legado político onde os Clinton mantenham a condição de alternativa real de poder...
Resta saber se Hillary e Bill saberão dosar a medida de suas intervenções para não serem tragados pelos acontecimentos, e escapem a pecha de sabotadores...

Nenhum comentário: