quarta-feira, 27 de agosto de 2008

SPC...

O serviço de proteção aos canalhas, do ex-pt, informa: arnaldo popozão melancia vianna levou mas não pagou os caraminguás do michê que prometeu aos candidatos a vereador...

Mas não é bem assim...Alguns "mais chegados" levaram o deles...

Pensando bem, arnaldo popozão tem razão...nem todo dinheiro do mundo alavancaria essa nominata horrorosa e ruim de voto...

Para que desperdiçar...?

3 comentários:

Vivi disse...

É com muito orgulho que transcrevo aqui as palavras do professor Gustavo Soffiati, deixadas em um post do blog do jornalista Avelino Ferreira. Quem dera se todos as cabeças pensantes desta cidade assumissem publicamente a sua posição, tal qual o professor Gustavo. Parabéns, Soffiati!

"Hoje estava pensando sobre o assunto e me perguntava se não caberia a Roberto e até a Garotinho que, no mínimo, pedissem direito de resposta. No mais, sem negar que Garotinho tenha cometido erros, parece que Arnaldo não tem problema nenhum. O Diário está equilibrado, mas na Folha e na revista Somos Assim, cujo diretor se diz tão crítico, não dão destaque aos desmandos do Popozão. O problema está sempre com Garotinho. Até Arnaldo que se mostrou frio, vítima e fingidamente neutro de outras vezes, agora exige até que Rosinha incorpore o sobrenome político à publicidade da campanha dela. O que será isso?
Em tempo: você ouviu no "De Olho na Cidade" uma gravação de um discurso de Mocaiber durante uma inauguração de casas populares em que ele mencionava algo do tempo de Arnaldo? Na minha opinião, trata-se de um motivo para tirar o programa ou as emissoras que o veiculam do ar. Se fizeram isso com a Difusora, por que não com esse Diário Oficioso do Governo? Como disse durante a campanha de 2004, é bom que o grupo do PMDB adote medidas mais "agressivas" em alguns casos. Do contrário, o desequilíbrio vai favorecer a corja asquerosa do Popozão.

Gustavo Soffiati"


Comentário feito no dia 24/8/08, no post A Folha e os terceirizados

www.aspectos.blog.br

rufus disse...

Caro editor,
Fontes insuspeitas nos informam que dirigentes do ex-pt andaram distribuindo "recursos não contabilizados" aos candidatos à vereança. Contudo, o montante rateado representaria apenas 50% dos caraminguás "combinados".
A outra metade, ou foi sonegada ou, conforme sua hipótese, redistribuída entre os mais íntimos!
Ah, dizem também pelo boulevard que a candidata que é invisível à comissão de ética do ex-pt anda promovendo sururus, constrangendo e agredindo colegas de chapa em comícios do popozão.

Xacal disse...

caro rufus,

bem-vindo...

o pega-prá-capar quase teve um resultado trágico, de acordo com um de nossos leitores, o zé bocudo:

o candidato admoestado era policial, e quando ameaçado pelos gorilas da candidata neinha passaralho sacou o "berro" e botou todo mundo prá correr...