sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Xilique na ribalta...ou o curta-metragem da gestão de deneval...

Assim pode ser definido o conflito entre o prefeito alexandre macabro e seu ex-gerente de cultura, deneval, nosso guia genial...

Independente das razões, ou falta de razões, esse evento é um retrato triste de um governo "submarino": até bóia, mas é destinado a afundar...

Nada que preste pode ser acrescentado ao currículo do doutor deneval, nosso guia genial...Uma Bienal sofrível, nenhuma proposta, nenhuma formulação de politicas públicas e o bom e velho requentado esquema de shows superfaturados...

Como um farsante, deneval acenou com o factóide do pólo de cinema...ridículo e canhestro...Todos sabem que pólos, ou centros de referência não surgem como por encanto ou por decreto...É necessário um amplo movimento de incentivo a atividade, sem dirigismos ou visões ideologizadas, respeito ao plurarismo e antes de mais nada: credibilidade...

Essa é a cena...

Como toda manifestação cultural, o cinema obedece a uma lógica que pode ser dividida entre o mercado e a cena independente...Durante muito tempo, de maneira equivocada, esses segmentos foram tratados de forrma estanque, e às vezes, como opostas...Não são...são complementares, e uma visão sistêmica e integrada de gestão pública deve intervir para que uma alimente a outra, cada qual com sua peculiaridade...

Acabou a festa do deneval, o guia genial...Sua carreira de gestor público foi um curta-metragem de péssimo gosto, com roteiro duvidoso e atores canastrões...

Agora ele pode retornar a escrever no blog do caolho da cidade, e assim ambos podem se dedicar ao esporte preferido: o intelectual "baba o ovo" do poderoso, e o poderoso adula o guia genial com subserviência típica dos provincianos...

Enfim, nesse caso, as coisas retornam aos seus lugares....


PS: deneval conseguiu a proeza de ser defenestrado de um governo mais podre e desacreditado da história...alexandre macabro que não demite ninguém, degolou o guia genial sem dó nem piedade...pobre cultura...!

Nenhum comentário: