sábado, 27 de setembro de 2008

A escolha de Sofia...

A história da escolha de Sofia é mais ou menos assim: uma mãe tem que decidir sobre qual dos rebentos sobreviverá a uma determinada ameaça fatal, se não me engano, durante a perseguição nazista...

Eis aqui o médico & monstro, makhoul 63 em seu dia de Sofia: qual de seus dois "filhos" mataria...?
A diginidade, frágil e anêmica ou a vaidade, jubilosa e retumbante...?

No final de junho de 2008, makhoul, 63 médico & monstro começou a executar sua escolha...
Seu estratagema obedecia ao furor esquizofrênico que marca sua personalidade...

À soldo de 200 caraminguás, para si e para seus cúmplices (arnaldo popozão/macabro/ano(r)mal/odisséia/neinha/dinizinho feizi totô, etc), começou a matar sua dignidade, e junto o ex-pt, com doses homeopáticas de matérias de jornal, e toda sorte de ignomínia...

Mas vez por outra parecia querer salvar a dignidade, mas nada fazia para realimentá-la ou afastá-la do veneno que ministrava com sacerdócio hipocrático...
Por outro lado, a vaidade engordava a olhos vistos, cevada por doses cavalares de delírios de grandeza...

Na verdade, não havia escolha de Sofia para nosso Dr Jekhyl Moussalem e Mr Hyde Makhoul...Embora ele queira nos fazer crer  nisso...
Não há espaço para dúvida ética no coração dos que se acham predestinados...

Leia o epitáfio de makhoul 63 que adornará a lápide de sua "trajetória" política...

A escolha

Makhoul Moussallem

A relação de um filiado a um partido político com o mesmo tem uma série de nuances que perpassam, tanto o ideológico, quanto o racional e o emocional. 

Por isso, não é fácil, como pode parecer à primeira vista, desfiliar-se de um partido, principalmente, se nele se fez história. A militância partidária propicia vínculos de amizade, parceria e identificação com outros companheiros. Durante as lides, come-se pão e sal junto; estabelece-se objetivos e metas baseadas no sonho de construir uma sociedade diferente daquela em que se vive e para realizar o mesmo, empenha-se de corpo e alma, dedica-se um tempo de vida do qual, muitas vezes, não se dispõe, o que acaba resultando em prejuízo dos afazeres particulares e da vida profissional e pessoal. 

Se, durante esse caminhar em grupo, um dos membros percebe que não está mais vibrando no mesmo diapasão dos companheiros; que o discurso da maioria deles não mais corresponde ao seu percurso; que posturas assumidas e verbalizados em altos brados e repetidas ad nauseam estão sendo esquecidas; que princípios foram negociados e renegados em troca da possibilidade de se aninhar no colo do poder, não importando o preço a ser pago, é hora de parar, pensar e fazer escolhas, pois é mui doloroso constatar que o sonho acalentado foi trocado por migalhas. 

Mesmo assim, a decisão de se desfiliar é um processo lento e sofrido. É como abandonar um pedaço de si. Pensa-se nos amigos que lá ficaram, dos quais não se quer abrir mão, no caminho já percorrido, nas posições já conquistadas e aí, uma dúvida atormenta o espírito: ficar e tentar resgatar os companheiros de volta para o sonho ou abandonar essa tribo e procurar outra mais afim?! 

Estou descrevendo esse processo com grande riqueza de detalhes porque acabo de vivenciálo, com direito a todas as etapas. Após três meses de dúvidas e angústias decidi desfiliar-me do Partido dos Trabalhadores de Campos e apoiar, publicamente, a candidatura de Odete (PC do B) que, junto com seus camaradas, teve o vislumbre e a coragem de persistir no sonho que compartilhamos na eleição suplementar de 2006, o qual, tenho a certeza, vai se concretizar. Não sei quando. Espero que se inicie no domingo, dia 5 de outubro deste ano.

Publicada no dia 27-09-2008

19 comentários:

Leonel disse...

Xacal, "eu não sou da Lapa" como você costuma rotular. Sou um cidadão que trabalha e pago meus impostos em dia. Como tenho que suar a camisa para ganhar dinheiro, não me conformo em ver esta dupla, Arnaldo/Mocaiber roubando por anos a fio impunemente. Sou realista, e hoje, a unica que tem chances de interromper a carreira destes criminosos aqui em Campos, é a Rosinha. Arnaldo vai voltar com o rabo no meio das pernas para Brasilia e continuar a administrar a sua (dele) fortuna que não para de crescer. Os inocentes/uteis que acreditam nele vão lamentar: coitadinho do doutor Arnaldo e daqui a 2 anos voltarão a eleger este sangue-suga novamente para deputado. O que ele fez até hoje em Brasilia? Mocaiber vai "descansar" um pouco e administrar seus (dele) bens, pois já afanou grana suficiente para isto. Daqui a 2 anos ele estara de volta e graças a memoria curta das pessoas, com um pouquinho de esforço se elegerá deputado estadual. Não vou enumerar o que a Rosinha fez por Campos e região como governadora, mas só a redução de 19 para 2% do imposto, possibilitou que Campos e todo norte fluminense pudesse enfrentar o ES e Macaé, e o resultado esta ai para quem quer enxergar. Pecado capital? fazer o que? punir todos os envolvidos. Lula e o PT estão envolvidos nos maiores escandalos da história deste pais e você continua idolatrando este cara. Por que? Na certa, porque você acha que eles são facionaras, mas os outros são piores. Não boto a mão no fogo por nenhum politico, mas estou vivendo o dia de hoje, e hoje é Rosinha. Com a estirpação deste cancer atual que esta instalado em Campos, poderemos pensar em novas lideranças politicas futuramente.

Xacal disse...

queira me permitir a democrática discordância:

a renúncia fiscal não é um instrumento inteligente de atração de empresas...o máximo que faz é beneficiar empresas "parasitas" que esperam os governos se prostituírem na "guerra fiscal", onde os empregos (pouquíssimos) gerados saem caros ao erário, que depois se ressentirá de verbas para atendimento a população...

como foi o caso do ES que recentemente estava sem dinheiro para pagar seus policiais, que ficaram três meses sem receber...

por outro lado, essas renúncias recaem sobre quem não "poder de persuasão", como contribuintes (ipva mais caro do brasil, e icms mais caro também, sobre as contas de luz, principalmente) e os servidores, que amargam ter que pagar o preço da falta de caixa para valorizar as carreiras de Estado...

se é esse o argumento principal para a defesa de rosinha, meu caro, procure outro...esse "virou suco" junto com a fábrica da mpe(por coincidência um grande contribuinte das campanhas da lapa) e os milhões de reais públicos ali enterrados...

Xacal disse...

corrigindo (...)sobre quem não tem "poder de persuasão"(...)

Anônimo disse...

Observe q ele não respondeu a pergunta do anonimo acima, será q pulou essa. Lula o governo na história mais envolvido com escandalos e corrupção...
Deixa quieto, deve responder mesmo batendo nos outros.

Anônimo disse...

Boa, muito boa!

André - Cefet

Leonel disse...

É claro que permito a democrática discordância, afinal, não sou dono da verdade nem tenho a ultima palavra.
A renúncia fiscal pode não ser um instrumento inteligente de atração de empresas, mas no momento é a unica arma que temos para enfrentar os vizinhos ES e Macaé. Até mesmo o ISS, um imposto municipal bem mais barato que Arnaldo/Mocaiber insistiram em não rever, vinha retirando empresas de Campos e levando para Macaé.
O pouco desenvolvimento do ES foi graças aos incentivos fiscais federais.
O crescimento de Macaé deve-se a brilhante atuação de um deputado federal que vai ser nome de ponte, que atendendo a reivindicação dos "coronés" da epoca, que temiam perder a mão de obra barata, manipulou junto ao governo militar a NÃO instalação da Petrobras em Campos.
QUAL A SUA SUGESTÃO PARA ENFRENTAR ESTA SITUAÇÃO? A da Rosinha foi diminuir os impostos e acredito que deu certo. Se a fabrica de sucos virou suco, a Shulz e a Celofarm são uma realidade. Estão crescendo a cada dia que passa. E agora com o pré sal, a Shulz deve se desenvolver muito mais, pois é a unica no mundo a fabricar material para suportar a altissima pressão.
Eu não sabia, mas acredito em você quando diz que o ES recentemente estava sem dinheiro para pagar seus policiais, que ficaram três meses sem receber... Mas posso te afirmar com 100% de certeza que o pagamento dos professores estão religiosamente em dia.
O IPVA do RJ é o mesmo valor do de SP, MG e outros estados. Tudo bem, são os mais caros do pais comparando-se ao ES, PR e outros. Mas o responsavel por este aumento foi o Marcelo Alencar no seu ultimo ano de governo. A nova aliquota (4%) entrou em vigor no ano seguinte, ou seja, no primeiro ano do governo Garotinho. O Lulla persegue os usuarios de GNV com aumentos sucessivos, já o Garotinho deu 50% de desconto no IPVA dos veiculos movidos a GNV.O nosso GNV não é importado como o de SP, vem da nossa bacia petrolifera que queimas milhares de m3 de excesso de gas diariamente nas plataformas.
Resumindo: não existe politicos perfeitos, existem os menos piores.

Anônimo disse...

Galera adorei este espaço democratico para debates,Xacal respeito sua opinião mas vou contar uma pequena historia,moro no interior e aqui tem pessoas que ganham de R$ 800,00 a R$ 1.700,00 sem prestar qualquer serviço a comunidade, e pessoas que trabalham na mesma função e ganham menos da metade destes valores, você acha certo isso? Eu não. Nestes 4 anos de governo de Mocaiber não saiu uma obra para a minha comunidade ou falam até que saiu a verba, mas as obras não. Conheço pessoas que ficaram ricas da noite para o dia compraram imóveis na região dos lagos, Guarapari, imóveis na cidade de R$ 300.000,00 e eles não ganharam na megacena,e em conversa com eles, mencionaram que é a coisa mais fácil é sub-faturar uma obra. Você acha correto essas coisas? Eles falam na maior cara de pau.
Você acha se Arnaldo ganhar as eleiçõs eles vão sair do governo? pois se são eles que estão fazendo a campanha.Xacal vamos ser realistas, respeito sua posição, mas tenho que concordar com o Leonel a menos pior você sabe quem é.
Ah, não sou puxa do casal, mas sou um revoltado por ver tanta injustiça em nossa cidade e tanto dinheiro sendo disperdisado. Sou trabalhador do dia a dia, ajudo o meu município e pais a crescer.
Saudações........

caesar disse...

O estado do Rio vem sendo, desda perda do status de capital do Brasil, massacrado.
é um dos que mais repassa impostos ao governo federal e um dos que tem menor retorno(proporcionalmente).
esta é uma herança do regime militar...a falta de presidentes oriundos do estado do rio tambem é um agravante. durante a gestao de garotinho e rosinha o governo federal(lula) fez jogo duro com o estado, para que a administracao deles nao obtivesse êxito(nao conseguiram em parte). por conta de briga politica o estado do rio continuou represado em relacao a investimentos federais.
quanto ao interior do estado, tambem os militares, reduziram os impostos do ES, levando empresas para lá. durante o governo garotinho/rosinha o sistema de reducao do ICMS foi uma forma de tentar recuperar rapidamente esta area do estado atraindo investimentos nem sempre "lucrativos" para o estado, porem, necessarios. o porto do açu é um INVESTIMENTO real e muda o futuro da nossa regiao, e entendo que ninguem melhor do que rosinha poderia preparar nossa cidade para este novo tempo e nova historia.

Marcel Cardoso disse...

O interessante é que os caros acima ficam falando que o Governo Lula é um com os maiores escândalos de corrupção do Brasil mas ao mesmo tempo que vocês fazem essa afirmação, ficamos sabendo de mais uma operação da PF contra a corrupção. Nunca se fez tanta operação policial quanto neste governo. Em um ano de Governo LUla foram feitas mais operações políciais do que em 8 anos de FHC. O PT reconhece que cometeu-se erros, mas os culpados estão repondendo por isso e estão fora do Governo: Saiu Palocci, Dirceu, Silvio, Waldomiro e outros. Agora devemos prestar atenção na origem das informações, da fonte. Ninguem aqui é burro e sabe o jogo que a mídia faz neste país. Ficar baseado em Veja,Globo e Estadão e depois querer usar esses argumentos é brincadeira né.
Sair acusando as pessoas e o PT é muito fácil, agora procurar a origem das informações deve dar trabalho né, e criticar fica mais fácil.

caesar disse...

ninguem aqui esta dizendo que a PF nao trabalha, pelo contrario está agindo e muito, mas essa de doa a quem doer é balela, quando chega muito proximo do lula, o caso é esquecido ou desviado,vide esse ultimo escandalo do Dantas, e em alguns casos sendo manipulada para, digamos, vigiar os inimigos politicos...
na questao do mensalao, nao foi ate o fim por exemplo, na época comentou-se ate em cassar o presidente, so nao ocorreu pois o esquema envolvia todos os partidos.
E o presidente dizer que nao sabia de nada, nao deu pra engolir...
NAO COMPARE COM GOVERNO FHC, ERA OUTRO TEMPO, JA PASSOU...PENSE NO QUE DEIXA DE FAZER, NAO COMPARE COM O PASSADO

Anônimo disse...

Gostaria que o Marcel Cardoso me informasse o nome de um petista que a Policia Federal algemou e prendeu. A PF nunca esteve tão desmoralizada quanto neste (des)governo Lulla. As operações cinematograficas que faz, como por exemplo a quantidade de homens, viaturas e armas pesadas para prender uma dona de boutique, algemar pessoas que não oferecem o minimo perigo e exibir para a tv, etc. O 2º homem da hierarquia da PF foi preso recentemente. Esta semana no sul do estado, uma verdadeira "barca" de policiais federais foram presos. Abusaram tanto, que conseguiram fazer com que o uso de algemas fosse proibido. Essa PF deveria ser contratada pelo cinema (para fazer o papel de bandido, é claro). Só tem artistas.

Anônimo disse...

Tem razão o Leonel e o outro anônimo. Rosinha não é a melhor alternativa, claro. Mas é a alternativa possível, viável, para enterrar de vez os ladrões da Telhado de Vidro. Como campista, tenho vergonha, sinto constrangimento em dizer que sou de Campos quando vou a outras cidades. O campista precisa reagir, ter vergonha na cara, dizer um rotundo NAO a esses gatunos.E precisamos fazer uma faxina na Câmara de Vereadores, que é de uma podridão tamanha. O Legislativo e o Executivo se marecem. Nós é que não merecemos ambos. E parabéns ao Xacal pelo espaço democrático.

Anônimo disse...

Gente!!!
Não se esqueçam dos vereadores q votaram sim a Mocaiber qdo o assunto foi CPI, ou qdo o assunto foi arquivar processos contra esse cara e sua turma. Se hj a cidade está assim eles são os culpados, pois poderiam tirar essa turma daí. Lembrem-se disso por favor...quatro anos estão por vir

Xacal disse...

Leonel:

a pergunta é: deu certo para quem?

é uma questão de matemática, senão vejamos:

cada emprego gerado por essa política suicida de isenção fiscal e incentivos diretos custa aos cofres públicos de 500.000 a 1milhão por emprego, em média...

Se vc pegar 1.000 reais por mês e "der" para uma família, somam 12.000/ano... em 30 anos(tempo médio de vida produtiva) teríamos 360mil reais...

Agora eu pergunto, precisa do intermediário?

Você dirá, mais a indústria contribui para o incremento da cadeia produtiva, gera tecnologia, etc, etc...
aí está o "xis" da questão: não há nenhum estudo ou dado que comprove que os impostos renunciados retornarão no longo prazo...por que será que os governos não publicam esses estudos...?
Simples...Eles sabem que o prejuízo é enorme...

Outro fato, a maioria dessas empresas não transfere tecnologia, ou seja, não aprendemos nada, e mais ainda...transferem divisas para sua matriz, a chamada remessas de lucros, que aumenta nosso déficit em conta corrente...

Se tudo isso não fosse argumento suficiente, aqui vai mais um:
Se o dinheiro é público, qual foi o processo de licitação para decidir quem seria beneficiado...?
Resposta: nenhum, ou seja: o governante arbitra, e como sabemos, essas relações tendem a promiscuidade...não é à toa que renato abreu, da fábrica de sucos é um dos maiores doadores das campanhas do casal...

Enfim, no fim servidores e população ficam sem dinheiro e atendimento, e o ES, vc não toca no assunto, quebrou em 2003, 2004,ficou meses pagar a polícia...
resultado de 15 anos de incentivos fiscais...

Já que é para dar dinheiro a empresário, vamos dar direto ao pobre e ele então movimente a economia, com o aumento de consumo...

Todos, eu disse TODOS os estados, como a Bahia, por exemplo, que se prostituíram na guerra fiscal para atrair empresas não experimentaram nenhuma vantagem significativa de crescimento de PIB, ou de IDH...

Incentivo fiscal e renúncia fiscal só concentram renda...

Esse é a pergunta: deu certo, sim, mas certo para quem...?


PS: essa não é uma discussão partidária...é de política econômica e decisão de prioridades...

antes de comentarem, leiam os dados disponíveis no ibge e no ipea (não sei se a UCAM tem algo sobre isso)...
são escassos, mas como já diss, infelizmente nenhum governo (nem o municipal com o fundecam, nem o estadual com a schulz e bela joana, dentre outros) fez qualquer tabulação de dados para conferir os ônus e bônus dessas políticas...

Anônimo disse...

O negócio é votar no Arnaldão, vocês já repararam quantas "firmas" foram abertas nesse governo, eu tenho uma de serviço de limpeza, meu primo tem uma de "consertar" ambulância, tenho um amigo que distribui pão para os hospitais e graças a Deus estamos melhorando nossa vidinha: casa em Guarapari, fim de semana em Cabo Frio, consegui comprar um Honda zerado(realizei meu sonho!). Quer dizer dia 05 vote 12, pra ajudar seu amiguinho aqui!!valeu!!

Marcel Cardoso disse...

Gostaria de perguntar ao companheiro Caesar o poruqe não pode comparar com o Governo FHC. Não tem essa de eram outros tempos, devemos comparar sim, simplesmente porque quem esquece do passado ou tenta escondê-lo não escreve um futuro promissor.
Em relação ao anônimo (porque você não se revela, vem para um debate aberto sem se esconder)que disse que a PF nunca esteve tão desmoralizada não sabe nem o que esta falando. Meu caro ou cara, foi feito uma pesquisa recentemente e a PF foi a instituição pública com maior índice de respeito e confiança junto a sociedade.
Agora comigo não rola essa de só algemar quem oferece perigo ou resistência. Cometeu crime, tem que ser preso com algema e julgado como qualquer outro. Já falei aqui e vou voltar a repetir, vocês estão se baseando em mídias interesseras. Quem mais fez esteria com a história do uso de algemas: a direita escrota e conservadora deste país. Deve ser porque estão com medo deles mesmos serem presos né, aí sem algemas pega melhor para a mídia né. Com algema só pobre.

Marcel Cardoso disse...

O peixe morre pela boca.
"Enquanto a polêmica em torno da Operação Satiagraha prossegue, pesquisa realizada pela Universidade de Brasília (UnB), publicada no fim do ano passado aponta que 75,5% da população brasileira confia na Polícia Federal (PF). Já quando a pergunta é sobre a credibilidade do Supremo Tribunal Federal (STF) e da Justiça, o quadro muda. Apenas 52,7% das pessoas dizem confiar no STF e metade não acredita no Poder Judiciário.

De acordo com o professor, se o estudo fosse realizado hoje, a confiança da população em relação à PF e ao Ministério Público provavelmente seria maior. Segundo ele, enquanto isso, a credibilidade do STF poderia ser menor. “Vale destacar também que a opinião positiva da população em relação à Polícia Federal ganharia mais força hoje diante das outras instituições e das Forças Armadas, por exemplo, citada na pesquisa, que se envolveu no episódio do Morro da Providência, no Rio de Janeiro”, afirma Caldas.
A pesquisa também pergunta aos participantes qual tribunal é o mais confiável. Para 23,6%, o Juizado de Pequenas Causas é o órgão da Justiça de maior credibilidade. Em segundo lugar aparece o STF, com 20,5% de confiança. Já em terceiro, a Justiça do Trabalho é citada como confiável por 19,2%. A Justiça Eleitoral surge apenas com 10,6%. É importante ressaltar que 13,6% das pessoas que participaram do estudo não souberam avaliar essa questão.

Segundo a pesquisa, a população brasileira ainda acredita que a corrupção pode ser combatida. Para 84,9%, o crime pode ser superado. A Polícia Federal (25,1%) e o Ministério Publico (22,8%) são as duas instituições em que os entrevistados mais confiam para cumprir esse papel. Somente 9,7% das pessoas acreditam que o Poder Judiciário é o setor mais importante para combater à corrupção.

O brasileiro também desconfia das punições impostas pela Justiça. De acordo com o estudo, quase a metade dos entrevistados não confia nos juízes e 91% dos participantes acreditam que a Justiça não pune com rigor os políticos. Quase 80% dos cidadãos também discordam do foro privilegiado a que têm direito políticos e magistrados. A maioria esmagadora dos participantes também afirma que um político processada no Justiça não pode concorrer nas eleições.

A pesquisa foi realizada entre 04 e 20 de agosto de 2007 e teve como principal objetivo avaliar a opinião dos brasileiros em relação às instituições de governo e a imagem do Poder Judiciário. Mais de duas mil pessoas foram entrevistadas em todo o Brasil, por telefone, divididos proporcionalmente pela população dos estados. Quase a metade dos participantes que respondeu as perguntas tem ensino médio completo ou superior incompleto. Aproximadamente 50% deles têm idade entre 25 e 34 anos e 37% são funcionários de empresas privadas e 20% são servidores públicos."

Leandro Kleber

retirado do site http://www.candidonobrega.com.br/pesquisa-aponta-que-pf-detem-mais-credibilidade-que-o-stf/

Anônimo disse...

Do Blog ASPECTOS:

27 de Setembro de 2008 03:25 Anônimo disse...

Aos cabos eleitorais da Odete: o Dr Makhoul é aquele que foi citado no grampo da policia federal( telhado de vidro) participando de negociata exatamente para este periodo eleitoral ? se não me engano foi a Neinha Freitas(hoje candidata pelo PT) falando com Mocaiber.

Leonel disse...

Marcel Cardoso, repito a pergunta do anônimo que escreveu no dia 27 de Setembro de 2008 as 23:29: Qual petista foi algemado e preso pela Polícia Federal ?