sábado, 6 de setembro de 2008

Fenômenos naturais, tragédias humanitárias...

A força da natureza e dos seus fenômenos, toda vez que se manifestam, revelam a face cruel da desilgualdade econômica entre os povos...

Hoje foram achados 495 corpos em uma cidade portuária haitiana de Gonaives, país vitimado pelo furacão Hanna, e que agora espera outro furacão, o Ike... 13 pessoas permanecem desaparecidas

Como se não bastasse o sofrimento de conviver com a pobreza e seus efeitos para sustentar a riqueza dos países ricos, as nações pobrem ainda são devastadas pelas conseqüências climáticas da poluição produzida em grande parte pelo alto padrão de consumo e produção das economias centrais...

As "doações humanitárias" não são concessões generosas de países ricos para com os pobres...São obrigações de compensação...
O número de mortos pelos furacões no Haiti é muito maior que nos EEUU, e parece óbvio que os recursos estadunidenses são muito maiores que dos haitianos para lidar com esses efeitos naturais...

Essas questões que ficam escondidas no debate mundial sobre ambiente, e "aquecimento global"...

Nenhum comentário: