terça-feira, 2 de setembro de 2008

Ladeira abaixo...

Depois de sacudir mais de meio mundo com um alta especulativa, o petróleo despenca rumo a estabilização...

Hoje, o barril tipo brent, que já bateu US$ 147,00, fechou aos US$108,00 e chegou a ser comercializado na casa dos US$ 104,00...

Muita explicação, muita "análise" de mercado, mas o básico e trivial ninguém diz: A correria pelas comoditties resolvia a necessidade dos fundos de investimento em proteger sua posições, abaladas pela crise das hipotecas estadunidenses, aumentou os preços artificialmente, ou seja, não houve aumento da demanda por petróleo que justificasse tais saltos...

Embora a crise esteja longe de acabar, e ainda se espere pelo pior dos seus efeitos, os bancos centrais já sinalizaram com intervenções para evitar a contaminação do mercado e de toda economia real...

Como conseqüência direta dos aumentos dos preços do petróleo, houve repique inflacionário em quase todo o mundo, e....bingo...!!! Os especuladores ganham mais uma vez, haja vista que o principal "remédio" aplicado pelos países para aplacar o surto de inflação foi o aumento brutal dos juros, o que possibilitou aos fundos de investimento retomarem suas posições lucrativas como "agiotas" globais...

A banca nunca perde...!

Nenhum comentário: