sábado, 6 de setembro de 2008

Não esqueçam...

O episódio sobre a lista dos ilegais trouxe à tona muito mais que nomes, salários, e outros absurdos...Ele desmascara o modus operandi dos líderes dessa cidade, que ocupam a pmcg há 20 anos...

Desde o início do muda campos, houve contratações sem concurso...Havia no funcionalismo uma grande parte que lá estava (antes de 1989)também sem concurso, e com o advento da Constituição de 1988 essa situação teve que ser regularizada...

Como a cidade crescia e a demanda por serviços da pmcg idem, naquele momento de reestruturação da máquina administrativa até se podia falar em necessidade temporária de servidores contratados, até que se regularizasse a situação...

Pois é...20 anos se foram, e os gestores que se sucederam mantiveram a precariedade desses vínculos, haja vista que essa prática se transformou em escambo eleitoral...

As eleições passaram a contar com um coeficiente de eleitores já contabilizados, o que chamaremos de "contra-cheques de cabresto"...

Hoje, os grupos nascidos da mesma célula política se acusam, e procuram atribuir ao outro a pecha de sangria dos cofres públicos...

Não é toda verdade...

A entourage da lapa manteve essa péssimo hábito e o levou para a esfera estadual...
Pelo menos é o que diz a ação civil pública que investiga as contratações ilegais no período rosinha garotinho no Palácio das Laranjeiras...

Através do NUSEG (Núcleo de Estudos Governamentais) da UERJ, a então governadora admitiu sem concursos uma legião de correligionários ao redor do Estado...
O esquema de indicação contemplava os líderes regionais, em troca de apoio e sustentabilidade para governar, com a formação de uma bancada dócil na alerj e na eleição de prefeitos alinhados ...

Como se vê, em Campos dos G. é o sujo falando do mal lavado...!

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns Xacal pela imparcialidade de sempre! Concordo com seu discurso de emprego público = concurso Público. Mas queria muito que esse bando de ilegais dessem o fora o quanto antes. Estou em 02 listas de Concursos válidos da PMCG e não chamam ninguém. Também pudera, 15 mil contratados!! A Prefeitura conta hoje com muita gente aprovada nos últimos concursos na espera e como servidor concursado é diferente de voto, fico na torcida. Fora ilegais!!