sábado, 13 de setembro de 2008

Notícias da vizinhança.

Estado de sítio.

O presidente boliviano Evo Morales decretou estado de sítio no departamento de Pando, governada por seus opositores. De acordo com o ato de exceção, ficam proibidas reuniões de mais de três pessoas e toque de recolher no período noturno (meia-noite até as seis da manhã). As autoridades federais bolivianas justificam a decisão após denunciarem "um masacre" contra os camponeses partidários de Evo Morales, com oito mortes confirmadas, e boatos de que há vários corpos espalhados pelas colinas da capital. Além das mortes e da violência empregada pelos autonomistas, o governo central boliviano quer cessar os saques, depredações e invasões de prédios governamentais.


Linha cruzada.

Dez pessoas morreram em um choque de um trem com 350 passageiros e outro de carga, na localidade de Chatsworth, Estado da Califórnia. A localidade fica a 50 km a noroeste de Los Angeles, região conhecida como Valle de San Fernando. Há cerca de 40 feridos. A colisão ocorreu às 16 horas e 32 min, hora local. Ainda não há indicações das possíveis causas do desastre.


Yankees, go home!

Em solidariedade a Bolívia, Honduras se negou a receber o novo embaixador estadunidense. O presidente hondurenho declarou que não se trata de rompimento com os EEUU, os quais considera aliado de Honduras, mas sim solidarizar-se com Evo Morales e Hugo Chávez pelo fim das intromissões estadunidenses na política interna desses países. 


Carnificina mexicana.

Segue a escalada de violência em solo mexicano, pela disputa da hegemonia entre cartéis de refino e transporte de drogas para o maior mercado consumidor do mundo, os EEUU. Foram encontrados 24 corpos de pessoas executadas com tiros na cabeça, em um bosque conhecido como La marquesa, na cidade de Ocoyoacac, cerca de 30 km da capital mexicana, Cidade do México. As vítimas aparentavam ter entre 20 e 35 anos, e até o momento não havia identificação dos mortos, mas o corte de cabelo e as vestimentas apontam para uma organização criminosa local.


Fonte: ElPaís

Nenhum comentário: