segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Notícias da vizinhança.

Começa hoje, no palácio presidencial chileno de La Moneda, a reunião de emergência da UNASUR (Union de Naciones Suramericanas) para que se trate da crise na Bolívia. Já confirmaram presença: Cristina Fernández (Argentina), Evo Morales (Bolivia), Lula da Silva (Brasil), Alvaro Uribe (Colombia), Rafael Correa (Ecuador), Fernando Lugo (Paraguay), Tabaré Vázquez (Uruguay) y Hugo Chávez (Venezuela), além da anfitriã, Michelle Bachellet.Também participará da conversa o Secretário Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza.
Os governadores "autonomistas", da região chamada "meia-lua", tentaram participar, sem sucesso, da reunião.
Para os analistas, a iniciativa dos chefes de Estados sulamericanos é um importante contraponto para o alinhamento da OEA com os EEUU, e pode desencadear uma negociação entre as partes em conflito.
Mas  sobre eles pesa a difícil tarefa de garantir apoio ao regime democrático boliviano, sem fazer coro com as disputas entre Chávez e EEUU, que tendem a acirrar os ânimos.

Fonte: El País

Nenhum comentário: