quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Passo de bêbado...

A folha da manhã se perdeu de vez...

Na angústia de agradar a mão que lhe alimenta, os jornalistas de coleira não conseguem mais manter uma direção do discurso...

Ora desacreditam a pesuisa do ibope, ora dão credibilidade a pesquisas recém-contratadas, mas pasmem: usam como referência da análise, a mesma pesquisa ibope que desprezaram por insatisfação com o resultado...Para referendar a pesquisa gerp usam os números da pesquisa ibope para medir a oscilação dos concorrentes principais...

É muita incoerência...Leiam as notas:

Tira-teima (I) 

Os números das pesquisas que são feitas com certa antecedência sempre criam incertezas, dúvidas e desconfianças. E não é para menos. Pelos altos interesses em jogo ou somente são ignorados nas tabulações feitas quando concluídas e divulgadas dois três dias da eleição. A pesquisa do Ibope feita com maior antecedência acusou vantagem de 7% para a candidata do PMDB e, agora, com o Gerp, a vantagem ficou em 2%. 



Tira-teima (II) 

A pergunta que se faz é se Arnaldo cresceu, ou Rosinha caiu. Ou, então, se há equívocos dos dois lados. Algo, no entanto, fica evidente, ou seja, que a eleição está pau-a-pau e que só deverá ser decidida no 2º turno. Como aconteceu nas duas últimas eleições em Campos. Nelas o grupo de Garotinho ganhou e bem nas urnas e nas pesquisas no 1º turno, sendo derrotado no 2º turno. Será que a história se repetirá? 

Um comentário:

Leonel disse...

Uma sugestão para a manchete de amanhã da folha da manhã:
PESQUIZA DO INSTITUTO PRECISÃO MOSTRA CRESCIMENTO DE ARNALDO E ODETE.
O Instituto Precisão pesquizou 2000eleitores em Campos entre os dias 17 e 20 de setembro e o resultado é este: ROSINHA 44%, ARNALDO 32%, ODETE 3% e FEIJÓ 1%.
Ai o leitor perguntaria: Com estes números, que crescimento foi esse de Arnaldo e Odete? E eu respondo: "cresceram igual a rabo de cavalo".
O eleitor campista está se conscientizando do perigo que representa Arnaldo, Odete e o PT juntos.