quinta-feira, 25 de setembro de 2008

A vitória de Hitler...

Todo o sofrimento imposto ao povo judeu durante a perseguição nazista não foi capaz de alquebrar seu orgulho e a tenacidade...

Seria romântico, ou ingenuidade desconhecer as contradições e nuances do povo judeu e, à moda Hollywood, vestir o episódio apenas das virtudes do heroísmo e resistência...

Em vários momentos houve hierarquização sócio-econômica entre os judeus(no início, os mais ricos "compravam" a sobrevivência), bem como colaboracionismo, etc...

Mas o martírio existiu, e foram os judeus em sua maioria, que pagaram com suas vidas para que a humanidade se lembre dos horrores da intolerância e do racismo...

No entanto, é o próprio povo judeu que se afasta das lições gravadas em sua carne, e em suas memórias...

O jornal espanhol El País traz hoje uma trsite notícia: 
O intelectual pacifista, professor e escritor Zeev Sternhell, condecorado esse ano com o Prêmio Israel de Ciências Políticas, teve sua casa atacada com um artefato explosivo caseiro, lançado por integrantes da extrema-direita israelita...
Zeev Sternhell não é um opositor do Estado de Israel...nascido na Polônia, em 1935, teve sua irmã e mãe assassinadas nos campos nazistas...Ele lutou em 1067, na Guerra do Yon Kipur, e em 1982, na primeira Guerra do Líbano...

Incapaz de conviver com o outro (palestinos, muçulmanos, etc), boa parte dos judeus agora parece destinada a destruir sua própria nação por dentro...

Próximo a casa de SternHell a polícia achou panfletos que oferecem recompensa de 200 mil euros pela cabeça de qualquer integrante do grupo Peace Now(Paz Agora). O líder da organização pacifista, Yarid Oppenheimer, assim como o famoso regente e compositor Daniel Barenboim são acompanhados diuturnamente por escolta policial...

A conduta belicista e violenta do Estado policialesco judeu perante seus vizinhos já era uma demonstração grave do envenenamento de Israel...

Agora, a perseguição aos seus sentencia o início do fim dos ideais e princípios que tantos judeus espalharam ao redor do mundo, e pelos quais outros tantos morreram...

Após 60 anos, Hitler enfim matou todos os judeus...

2 comentários:

Anônimo disse...

Xacal

O que vou escrever não tem nada a haver com o assunto em tela. Porém, acredito que vale a pena conferir, principalmente quem tiver formação técnica para avaliar o que vou relatar.

1. O acesso a ponte da prefeitura, em Guarus, é extremamente íngreme, o que causará problemas na subida de caminhões, principalmente, carregados.
Além do acesso da BR 101 a ponte por Guarus, não estar sendo construído de acordo com o projeto original. A pista é mais estreita e sem acostamento, e em muitos pontos, passa muito perto das residencias, Além da pista ser estreita faz diversas curvas, dentro de uma comunidade carente, o que certamente colocará em risco as pessoas que moram nos arredores do acesso, principalmente idosos e crianças.

2. A ponte que foi construída na Avenida Artur Bernardes, que está prestes a ser inaugurada é mais estreita que a pista de rolamento da avenida, e irá provocar um afunilamento no local, o que poderá acarretar acidentes sérios.

Essas informações foram dadas, por funcionários da prefeitura que estão indignados com o dinheiro gasto e o resultado obtido e tem medo de denunciar publicamente estas obras, que inclusive já estão totalmente pagas, apesar de inconclusas..

Eu sugiro que o CREA, dê uma conferida, para afastar ou confirmar que existe erro na execução dos projetos.

Caso se confirme esses erros e denuncias caberá ao Ministério Público agir cobrando da prefeitura e dos responsáveis, se for o caso, as correções devidas e a devolução aos cofres públicos do dinheiro pago indevidamente..

Anônimo disse...

Pode não ser democraticamente correto, nem moral. Todavia, quem sabe o expediente dos eleitores, não deva ser o de aceitar dinheiro oferecido por todos os candidatos. Invente, diga que você tem mais de tantos votos e pegue mesmo. Não se acanhe esses recursos, na verdade, já são seus, foram retirados de algum cofre público. Ninguém bota dinheiro próprio em eleição. Se não quiser ficar com esse dinheiro, leve a um asilo ou hospital e faça a entrega, diga que achou na rua e depois, por favor, não vote em nenhum daqueles que lhe ofereceram dinheiro. Com isso, você vai estar matando dois coelhos com uma paulada só. Vai estar tirando de circulação recursos que não são deles e além disso tirando de circulação, políticos que não devem nunca chegar ao poder, sob pena de lá chegando, meterem a mão para fazer a repor o estoque, provocando mais fome e miséria.