quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Cavalo de parada...

O tse age em relação a Campos dos G., e o julgamento que definirá o resultado das eleições de 2008, tal e qual um cavalo de desfiles...cagando e andando...!

Mas a culpa pelo descaso não pode ser atribuída somente ao órgão judicante, afinal, os magistrados devem se questionar como esse povinho do pântano (planície cheia de lama) consegue causar tanta confusão em eleições, repetir os mesmos erros e protagonistas nas disputas pelo poder local...

Após 2004, o povo do pântano deveria ter aprendido, e construído uma alternativa a quadrilha do telhado de vidro, e a gang dos pecadeiros capitais da lapa...

Não o fizemos, e agora amargamos por nossa própria responsabilidade, a indecisão e a desqualificação de nossos votos, que precisarão da convalidação do judiciário...

A melhor forma de exigir que nos respeitem, é respeitarmos a nós mesmos, ou: quem não se dá ao respeito, não o merece...

12 comentários:

Anônimo disse...

Sobre o post do Capella com a Odete:
Esse cara engravidou uma aluna
cara...
Me lembro que na época das eleições ele pagou 10 reais ao pessoal mais conhecido do Isepam (os reprovados) para fazer campanha para ele.
Esse não merece a janta que come, assim como a sem-educação da odete...

Flávia disse...

Acredito que essa enrolação seja proposital, no sentido de esfriar ou baixar a poeira, pra ninguém ficar comparando a decisão com casos recém julgados...se é que fica difícil, né!!Me preocupa a confiança de Arnaldo, já fazendo campanha e tudo...penso que ele já está por dentro do resultado de seu julgamento...como pode gente...será!!???

Anônimo disse...

Queridissima Flavia, ñ sei de onde vc tirou q arnaldo estariv fazendo campanha confivnte na vitória? se ele soubesse a respostv de nossas perguntas jamais estariamos nos perguntando... E qto estar por dentro seria venenoso de sua parte e uma ignorancia dos sabios... afinal estamos todos tanto como cidadaos e como militantes a espera de resultados, afinal a cidade esta parada mais uma vez a espera de respostas, entao nao sejamos egoistas, vamos nos ater aos acontecimentos e ñ a teorias infundadas e a agressões explicitas... aguarde as respostas e ai sim colcoque seu bloco na rua... tenha prudencia queridissima

Flávia disse...

Primeiro, pelo menos tenho a coragem de me identificar, o que não vejo em vc...bem típico de Arnaldianos...Segundo, vamos nos ater aos conhecimentos: 06 contas em julgado por improbidade e desvio de verbas, ex prcurador preso em Bangú, acusado de desvio de 200 milhões...processos na PF com denúncia de contas no exterior...precisa mais?! Juízes comprados a troco de terceirização e outras, prefeito retorna ao cargo, apesar de toda sua cúpula estar indiciada e alguns presos...ufa!Cansei...quer mais não, né!!Vc tem certeza que vive em Campos!? Agora:agressões explícitas é roubar o dinheiro do povo e ainda tirar onda fazendo campanha pro 2 turno, que se conseguir, vai ser as nossas custas...me pope imbecil!!Venha com argumentos reais!!

Anônimo disse...

ixyhswTirei a campanha que qualquer imbecil está vendo, inclusive os promotores, que soltaram um pedido de que fosse proibida qualquer forma de campanha...e pro seu governo, ainda temos uma prefeita declarada pela justiça...gostemos ou não, ganhou na maioria...fora a Folha nojenta declarando barbaridades de Porco Bacelar, e a entrevista onde seu candidato diz estar confiante no 2 turno...cansei de argumentar...com certeza vc deve ser avesso a mídia e a informação generalizada...

claudiokezen disse...

grande Xacal...é verdade...o "povo do pântano" não tem o respeito de ninguém...também pudera: Juma Marruá e o Velho do Rio no segundo turno é um autêntico "vale a pena ver de novo", e pior ainda, no SBT !!!!!!!! tâmo na água (literalmente), irmão!

Anônimo disse...

Plenário devolve processo de Arnaldo Vianna (PDT-RJ) para o TRE do Rio
09 de outubro de 2008 - 21h29


O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na noite desta quinta-feira (9) que o processo de registro do candidato a prefeito na cidade de Campos dos Goytacazes (RJ), Arnaldo Vianna (PDT), retornará para o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). A DECISÃO FOI UNÂNIME.

O registro do candidato foi negado pelo juiz eleitoral e confirmado pelo TRE porque suas contas referentes ao período em que foi prefeito da cidade foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado e pelo Tribunal de Contas da União . No recurso apresentado ao TSE, Arnaldo Vianna alegou que o julgamento deveria ser considerado nulo porque o TRE não teria analisado nenhuma das alegações apresentadas por sua defesa.

Voto

O relator do caso, ministro Eros Grau, sugeriu que o acórdão do TRE fosse anulado e que o processo voltasse para aquele tribunal analisar se as contas que foram rejeitadas são ou não sanáveis. Isso porque a lei determina que somente uma irregularidade insanável pode impedir o registro de candidatura. Caso as irregularidades do caso de Vianna sejam sanáveis, ele poderá ter o registro.

O ministro Marcelo Ribeiro observou que o acórdão do TRE é muito singelo e não traz detalhes sobre o caso. Ele sugeriu também que o mais correto seria devolver o processo para o Tribunal Regional e, enquanto não há julgamento, permitir que Arnaldo Vianna faça campanha para o segundo turno, uma vez que recebeu votos suficientes para concorrer com a primeira colocada, Rosinha Garotinho (PMDB).

Votos nulos

Apesar de constar no resultado das eleições que os votos de Arnaldo Vianna são nulos, ele tem condição de concorrer ao segundo turno, caso consiga o registro. Isso porque os candidatos que têm o registro indeferido, mas dependem de julgamento de recurso, terão seus votos contados, mas não divulgados. Esses votos aparecem como nulos e depois de julgado o recurso pendente, no caso de liberação do registro, os votos passam a ser contados para ele.

Processo relacionado:
Respe 32365

Anônimo disse...

Decisão do TSE
"Decisao em 09/10/2008 .
O Tribunal, ”POR UNANIMIDADE”, não conheceu do Recurso de Maria Cecília Lysandro de Albernaz Gomes e deu provimento ao Recurso de Arnaldo França Viana para anular a decisão recorrida, a fim de que outra seja proferida examinando se as irregularidades nas prestações de contas são sanáveis ou insanáveis, ficando assegurados a realização de segundo turno e o direito do recorrente fazer sua campanha, até que haja trânsito em julgado de eventual decisão de indeferimento do registro, nos termos do voto do Relator. Votaram com o Relator os Ministros Fernando Gonçalves, Aldir Passarinho Junior, Marcelo Ribeiro, Arnaldo Versiani e Joaquim Barbosa. Falaram: pelo recorrente/recorrido, Arnaldo França Viana, o Dr. André Ávila e, pela recorrida, Coligação Aliança Muda Campos, o Dr. Francisco Pessanha Filho. Acórdão publicado em sessão".

Por unanimidade, isto é , No tapetão!

Anônimo disse...

Xacal simplesmente o melhor!! Só na veia. Sou teu fã, já decidi!! Um grande abraço. Gustavo.

Anônimo disse...

O povo pode ser do pântano. Mas o papel do judiciário é proteger a elite. É aí que está a causa dos males deste país!

Anônimo disse...

Flávia! Aqui podemos ser quem a gente quer ser. É fácil usar um nome como Francisco, Mário, João, Maria ou até mesmo Flávia. Pra mim isso é anonimato. Outra , o que não está nos autos não está no Processo e consequentemente não existe. O jurídico do 15 é péssimo, comem moscas demais, só se preocuparam com o TCU e esqueceram que o que torna inelegível é a reprovação de contas junto a Câmara Municipal. Agora nao adianta colocar mais provas. O direito não socorre aos que dormem.

Anônimo disse...

Eu moro aqui na Pelinca, e ontem estava sem internet, só ouvindo o foguetório e sem saber o q estavam comemorando tanto, agora fiquei sabendo pelo seu blog, o q está acontecendo... sinceramente não sei o que fazer, odiaria ter q anular meu voto, mas não estou vendo outra saida. Votei em Odete no primeiro turno!