quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Divagações de um leigo...

O grande tema do debate hoje na cidade é o julgamento do recurso impetrado pelo candidato arnaldo popozão melancia vianna, que ataca a impugnação do registro de sua candidatura...

Reafirmamos nossa condição de leigos, ou seja, opinamos a partir do que lemos e ouvimos dos especialistas, como por exemplo o Cleber Tinoco, www.clebertinoco.blogspot.com/...

Quais são as possibilidades...?

  • Que o recurso de arnaldo popozão seja acatado, e assim sua candidatura seja validada, com a disputa do segundo turno;
  • Que o recurso não seja recebido, de onde podemos ter várias situações: anulação de votos de arnaldo popozão e convocação de novo pleito, pois a candidata rosinha garotinho napoleão não alcançou os 50% + 1 dos votos válidos em disputa; a confirmação e diplomação de rosinha garotinho napoleão como prefeita; e ainda, a anulação do 1º turno do pleito e convocação de novas eleições...
Qual é o centro da polêmica...?
É a anulação dos votos de arnaldo popozão, e os efeitos que se produziriam...

Defendem alguns que o tre não cumpriu seu papel, e omitiu a população a informação crucial de que os votos de candidatos impugnados não seriam contabilizados, a despeito de seu nome constar na urna e nas listas de votação...
Os partidários desse tese dizem ainda que o tre foi além: tomou decisões que afrontavam esse diploma jurídico, quando cassou a veiculação de propaganda da candidata rosinha garotinho napoleão, quando essa alertava para o fato, e ato contínuo, o tre concedeu a arnaldo popozão o direito de resposta, que ao invés de esclarecer o assunto, reforçou as dúvidas e a desinformação...
O tre teria assim desequilibrado as condições de livre escolha dos eleitores, interferindo diretamente no resultado do pleito...
Para esses, se os votos de arnaldo forem anulados como efeito do afastamento de seu recurso, o pleito seria nulo por estar contaminados pelas decisões do tre sobre a candidatura provisória...

Já, no lado contrário, estão os que defendem que uma vez anulados os votos de arnaldo popozão, deveria ser confirmada a vitória de rosinha napoleão, com a sua posterior diplomação no cargo de prefeita da cidade...

Há ainda os que argumentam que se anulados os votos de arnaldo popozão, rosinha napoleão não poderia ser declarada vencedora pois, os votos válidos não superaram os nulos...

Não caberia portanto "interpretar" a intenção dos eleitores em votar ou não em arnaldo, mas sim os fatos...Mais além: não cabe ao eleitor alegar desconhecimento das leis para não cumprí-la ou pleitear pretensões baseadas nessa ignorância...ou seja: quem votou em arnaldo o fez por sua conta e risco, e agora não pode reclamar desconhecimento da sua condição provisória...

São várias possibilidades que reforçam o emaranhado político que se tornou nossa cidade...

Diante delas, e pelo que já ouvimos, nós aqui da TRolHa, não por unanimidade, apostamos na confirmação da cassação do registro, a anulação do pleito e reconvocação das eleições...
Essa é nossa leiga OPINIÃO...

15 comentários:

rodrigocherene disse...

Quem lembra do Jingle de campanha do Arnaldo Vianna?

Estava tudo já explícito ali.

Vejam a letra abaixo e tirem suas conclusões.

Começava com uma locução que dizia assim:

- Alô militâcia querida! Vai começar tudo de novo...

a continuação já sabemos

paz

biriteiro disse...

Bem verdade que de injustiça em injustiça, vamos nós caminhando.
Até quando? Quando o atual estado de incertezas vai parar?
O que nos fizeram?
É tudo uma loucura!
Bons tempos aqueles em que imaginávamos que o que acontece hoje era visto como ficção.
Aquela mesma que sentimos com estupefato quando assistimos ao filme "Uma odisséia no espaço".
Só que com a exuberante Jane Fonda presente, né?

Caesar disse...

Opiniao de leigo!
Culpado só depois de julgado!
por isso que o TRE nao anunciou a condição da candidatura de Arnaldo, para que nao truxesse prejuizos a sua campanha, uma vez que o resultado de seu processo nao tinha sido proclamado.
Imaginem que o TRE avisasse e depois Arnaldo fosse liberado, isto traria prejuizos a campanha de Arnaldo.Quanto a questao da decisao da eleicão a lei é clara, Arnaldo concorreu por sua conta e risco, e seus votos serao considerados nulos. quanto a Odete estar reclamando, nao há respaldo juridico nisso, o cenario ROSINHAxODETE é impossivel de ser visto. Lembrando que o PDT escolheu levar a candidatura a diante e os votos nulos nao superaram os voltos válidos.
A justiça não errou, quem errou foi o partido(talvez,pois a decisao ainda nao saiu) que nao seguiu as recomendações do TRE.

caesar disse...

*trouxesse

Anônimo disse...

O bacana disso tudo é ver Odete dando uma de João sem braço agora! Ela não tinha advogados no seu partido? Não ouviu as denuncias de Rosinha e Feijó? Por que não denunciou isso no 1º turno para concorrer livremente com Rosinha e demais?

É muita cara de pau! Parece que ela fez campanha em Santo Antonio das Farinhas, e não sabia de nada!

Anônimo disse...

Nova eleição tb seria uma falta de respeito aos eleitores da Rosa, que até agora a sua candidatura ñ deu causa a nenhum tipo de nulidade... é complicado!

Xacal disse...

Pode ser o contrário, último anônimo:

Talvez um novo pleito cesse as divagações sobre a falta de legitimidade de uma candidata declarada vitoriosa sem os 50% + 1 de votos válidos...

Anônimo disse...

Não concordo com a anulação, teve cidade que com a impugnação de vencedores no pleito, a candidata com apenas 1% dos votos foi declarada prefeita...pq aquí é diferente, pois falam em desrespeito com o eleitor de ARGHnaldo, mas e os eleitores de Rosinha...118000 votos!

Anônimo disse...

Anular o pleito! para ai oh! Por que não anulou antes! Parte do principío de que todos sabiam! Ou não?????

O bacana disso tudo é ver Odete dando uma de João sem braço agora! Ela não tinha advogados no seu partido? Não ouviu as denuncias de Rosinha e Feijó? Por que não denunciou isso no 1º turno para concorrer livremente com Rosinha e demais?

É muita cara de pau! Parece que ela fez campanha em Santo Antonio das Farinhas, e não sabia de nada!

Bruna disse...

Estou aqui na frente do pc, lendo seu blog e ouvindo um carro de propagando eleitoral de Arnaldo passando aqui na frente, afinal, vai ter segundo turno?

Xacal disse...

Meus caros,

Vocês parecem não entender que não se trata de saber ou não sobre a impugnação dos votos e da candidatura do popozão...

Trata-se dos efeitos jurídicos sobre essa possível anulação, caso o recurso seja negado...

E mais ainda, o tre julgou impugnada a candidatura mas evitou (através de direitos de resposta) que os candidatos adversários se pronunciassem sobre os efeitos dessa decisão...

Ou seja, o próprio tribunal contrariou a si mesmo...

Portanto, diante de tanta confusão é possível, sim, a anulação do pleito...

Que se registre que para mim tanto faz, não sou eleitor de rosinha napô, muito menos de arnaldo, nem tampouco de morreu odete, portanto, não torço por qualquer desfecho....

Anônimo disse...

Pois é Xacal, então novo pleito é punir quem ganhou de forma lícita! E fazer o povo de babaca!

Lúcio disse...

Xacal, caso o TSE negue provimento ao recurso de Arnaldo (algo provável), os votos de Arnaldo tornam se nulos, confirmando a vitória de Rosinha em primeiro turno.

Quando você diz que o TRE concedeu direito de resposta a Arnaldo em um momento que Rosinha dizia que este não é candidato, a justiça eleitoral assim fez alegando que a propaganda de Rosinha omitia a informação que era propaganda do PMDB, entendeu a justiça eleitoral que tal propaganda poderia confundir o eleitor, levando este a pensar que era uma propaganda do próprio TRE, por isso após a correção o PMDB continuou a falar em seu programa eleitoral, que Arnaldo estava impugnado pelo TRE.


Uma coisa não pode ficar desapercebida, o juiz que concedeu esse direito de resposta a Arnaldo, salvo engano, era o juiz eleitoral responsável por essa parte de propaganda foi o DR. Pedro Henrique, o mesmo que deu 48 horas para Rosinha acrescentar o nome "Garotinho" em todo seu material de propaganda (isso acabaria com a campanha dela) decisão esta reformada por unânimidade no TRE, o mesmo que deu aquele direito de resposta de 11 minutos para Arnaldo acho que na véspera das eleições, dentre outras decisões que a prejudicaram...


Quando falam que Rosinha teve menos votos que nulos, na hipótese de anulação dos votos de Arnaldo, este argumento não tem consistência, visto que o que importa são os que votaram validamente, independente de serem na Rosinha ou não, somando os votos de Rosinha, com os de Odete, Feijó e Vivório, temos cerca de 149 mil votos, superando os 122 mil nulos, quem vai ao pleito ainda que vote noutro candidato esta legitimando o pleito e o resultado deste, ainda que o resultado não seja de sua preferência pessoal.

A eleição não busca a rejeição e sim a aceitação, por isso é ridículo o argumento de que os 108 mil votos de Arnaldo mais os 26 mil de Odete, mais os nulos etc são contrarios a Rosinha, estes votos são para as respectivas opções, o candidato que teve maior aceitação da população campista nestas eleições foi a Rosinha, dizer que a maioria de Campos não a quis é inverter a lógica do processo eleitoral.


Não vejo motivo para anular o pleito caso os votos de Arnaldo sejam nulos, aliás o próprio TSE já afirmou que esta correta a não contagem dos votos dos candidatos subjudice bem como a declaração da justiça eleitoral de que Rosinha e outros candidatos na mesma situação são eleitos, ainda que provisoriamente. Se o TSE afirma que a Rosinha hoje é a prefeita eleita em primeiro turno com a anulação dos votos de Arnaldo, não poderia o TSE caso confirme a anulação dos votos de Arnaldo, convocar outra eleição.
Lembro também o que disse o pres. do TSE, Min, Carlos Ayres Brito, ele disse que o candidato que for impugnado pelo TRE e não substituir sua candidatura por outro, vai arcar com os riscos, até que o TSE decida definitivamente,não tendo seus votos contabilizados e tido como nulos, podendo ser mantida a impugnação do candidato pelo TSE.


Obs.: A candidata Odete, ao tentar fazer alvoroço, pregando a anulação das eleições, e criticar a candidata Rosinha que segundo Odete estaria se escondendo atrás de uma decisão judicial, esta cumprindo seu papel de auxiliar de Arnaldo, ela tenta tirar o crédito da prefeita provisoriamente eleita, papel baixo em uma cidade como Campos que vive em grande instabilidade.

Porque Odete não questionou o TRE antes quanto a impugnação de Arnaldo? Porque não reclamou nada?

Agora quer aumentar a instabilidade para negociar melhor seu passe, papelão...

Espero que o TSE termine logo com esse impasse.

Anônimo disse...

Os votos "nulos" (nulos de fato + os de Arnaldo e Graciete - não computados) não são superiores aos de Rosinha, Odete, Feijó e Vivório.

Anônimo disse...

DA MIHI MONEY EGO TIBI DABO JUS !!!
O RESTO É CONVERSA FIADA ...o