terça-feira, 28 de outubro de 2008

Espiral de violência...

Terror oficial...

Um ataque aéreo estadunidense matou 20 militantes talebãs no Paquistão...De acordo com as infromações do jornal El País, o ataque ocorreu no domingo à noite, na localidade de Waziristão do Sul, próximo a fronteira afegã-paquistanesa...
O ataque é um dos que se sucederam desde a determinação da administração bush jr em invadir o território paquistanês, sem autorização é óbvio, para "caçar" os militantes talebãs, e da Al Qaeda...
Dentre os mortos, está um importante líder talebã, Eida Khan, responsável por vários ataques a soldados estadunidenses no solo afegão...
Como se vê, para combater o "mal", os estadunidenses se nivelam aos seus inimigos e utilizam os mesmos métodos ilegais, ou seja, cruzar a fronteira...Com isso, a violência só aumenta a níveis insuportáveis, e as ameaças ao povo dos EEUU nunca cessam...


Ódio racial caseiro...

Para aqueles que imaginam ser a selvageria um "dom" dos pobres, estão aí os Ku-Klux-Klan e outras denominações debilóides estadunidenses para desmentirem...
Foram presos ontem, na localidade de jackson, estado do Tenesse, Daniel Cowart, 20 (foto acima) e Paul Schlesselman, 18...Com os dois, planos e armas destinadas a matar cidadãos afro-americanos e, por último o candidato democrata a preseidência, Barak Obama...Os planos previam o assassinato de 88 pessoas, e mais 14 por decapitação...Na comunidade racista de extrema direita, esses números são "cabalísticos"...Os dois serão processados por porte de armas não-autorizadas, conspiração para assalto a loja de armas com registro federal, e conspiração para matar candidato presidencial... 


Fora de controle...

Enquanto isso, a situação no Congo também escapa ao controle...A ONU evacuou seu pessoal da região, que explode em mais um dos intermináveis conflitos políticos e étnicos, alimentados por séculos de invasões estrangeiras, manipulação e divisão, patrocinadas pelas potências colonialistas...O governo de Joseph Kabila da maioria étnica hutu tenta, sem sucesso, conter a revolta liderada pelo general Laurent Nkunda, de etnia tutsi...Os guerrilheiros se aproxima de Goma, capital congolesa e a julgar pela violência dos últimos conflitos e massacres étnicos da região (com milhões de mortos, mutilados e seviciados) a perspectiva não é boa...Mas como lá faltam riqueza que interessem as multi-nacionais, nenhum país rico se incomoda...Afinal, só um bando de pretos se matando...qual o mal nisso...?


Fotos e fontes: Chicago Tribune, Washington Post, The Independent, El País, Uol, Al Jazeera Magazine.

2 comentários:

Maria disse...

Somente para elogiar. Muito bom seu post de "volta ao mundo" da violência!

Xacal disse...

obrigado, maria...