sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Qual a surpresa...?

Não é motivo para espanto que os servidores piratas tenham literalmente invadido a pmcg...

Ora, para quem já usurpou cargos que deveriam ser destinados a concurso público, como piratas administrativos, nada demais fazer seu interesse valer pela coação..."Bucaneiros" atrás do butim prometido...

Na verdade, só pensam estar tomando de volta o que lhes é de "direito", embora não tenham cumprido o rito legal para merecê-lo...

Assim, na terra sem lei do pântano goitacá, quem "berra" mais alto, "mama leite mais fresquinho das tetas do erário"...

Critério...? Princípios...? Formalidade...? Legalidade...? Impessoalidade...? Publicidade...?

Nada disso..."quem tem padrinho não morre pagão...!"

Por aqui prevelece a lógica de que se é público não é de ninguém...

E você, o que espera...?

Corre lá e pega logo sua parte...

15 comentários:

Anônimo disse...

Terceirizado é ILEGAL!
Funcionário público tem de fazer concurso público!

Anônimo disse...

COMENTÁRIO DO AVELINO FERREIRA NO BLOG DO GAROTINHO.

"Você referiu-se à dengue que tem que ser pensada agora, para evitar problemas no verão. Corretamente. Mas lembro que o verão no Farol e o Carnaval têm que ser pensados agora.
Em 2007, fizeram um monte de dívidas para o verão e, em 2008, o Siafem impediu o pagamento de muita coisa, pois não havia previsão de gastos e o dinheiro para o pagamento do que foi empenhado.
Muita coisa também foi feita sem pedido formal, sem tomada de preço e sem empenho. Creio que é o momento de Rosinha saber a quantas anda os compromissos que essa gente está firmando para esses eventos".

Avelino já está de olho na boquinha da cultura, no mínimo, quer integrar a equipe de transição. Mas pelo que se sabe, pode tirar o cavalo da chuva, porque Rsoinha só quer gente que cheire a novidade, ao seu lado no governo. E de novidade, Avelino tem NADA.

Anônimo disse...

Caro Xacal:

Segue um exemplo do tipo de funcionário público que grassa pela PMCG:

Minha mulher foi aprovada em concurso para a área da aducação e depois de muita espera, teve o nome publicado no Diário Oficial e foi convocada para assumir seu cargo concursado e começar a receber seus proventos.

Depois de todos os pré-requisitos cumpridos, exames médicos e documentação apresentados, ela teve ciência que desde 4ª feira (29/10)os funcionários da PMCG então em festa pelo dia do funcionário público que é na próxima 2ª feira (03/11) e até a próxima 3ª (04/11) ninguém pode ser empossado!

O argumento dado é que APENAS UMA PESSOA FOI DESIGNADA PARA FAZER ESTE SERVIÇO, E ELA NÃO SE ENCONTRA!.

Além do flagrante descumprimento de uma convocação oficial, isto mostra o nível da esculhambação, desordem e desinteresse que impera na famigerada classe dos funcionários municipais neste fim de festa do desgoverno Mocaiber.

Não acredito que a Rosinha seja a solução para os problemas de Campos, mas espero que ela lave com creolina as salas e corredores do SESEC para exterminar de uma vez com os ratos, baratas e demais parasitas que infestam aquele local como uma verdadeira praga!

Um abraço deste seu leitor.

Anônimo disse...

xacal,
a unica solução para a esposa do anonimo que passou no concurso é que ela entre com mandado de segurança.
no judiciario existe o plantao de urgencia para esses casos.
um abraço.

Anônimo disse...

___________________________________
CAMPANHA FAÇA FERNANDO LEITE SORRIR
___________________________________

- Padre, o senhor acha correto alguém lucrar com o erro dos outros?
- É claro que não, meu filho!
- Então me devolve a grana que eu te paguei para fazer o meu casamento.

Anônimo disse...

Que otimo ...Muito bom a volta destas pessoas. Pq os que realmente trabalhavam, foram mandado embora. Entao nada mais justo do que voltar.

Parabens Mocaiber

Mirele disse...

O demitidos devolta a PMCG. Muito importante isso!Concordo plenamente.Já estava uma bagunça sem eles. Os concursados nada fazem,quem trabalha mesmo são os contratados

Anônimo disse...

Texto besta, pois muitos desses terceirizados são os que mais sofrem com essa situação e são enganados por essa corja que nos governa.
É fácil ser um playboyzinho que tecla de casa e julga aquele pai de família que trabalha TODOS os dias e ganha R$500,00 ao fim do mês, muitas vezes sem estudo e com pouco tempo para se informar sobre sua situação.

O terceirizado que foi no Cesec não é aquele traficante ou filho de secretário que não sabe a onde é seu local de trabalho e leva 2mil ao fim do mês, esse continua recebendo.
Não trabalho na prefeitura, participei dos 2 últimos concursos e estou na expectativa de ser chamado, mas não é por isso que vou "atirar" em quem não tem culpa.

Xacal disse...

obrigado pelo playboyzinho...mas eu mais para titio sukita...

só um detalhe: a necessidade de trabalhar não apaga a exigência de concurso público, ou só vc tem direito porque tem "padrinho"...

vá se f...er, servidor bucaneiro...

quem trabalha como pirata é pior que o traficante-vapor da favela: pelo menos o vapor não "tira" nada de ninguém, vende o que é dele(ou do "patrão)), e não obriga ninguém a comprar, e por fim, para ser "vapor" basta disposição, não precisa concurso...

agora, os "bucaneiros" abanam o "rabinho" para algum político, mantiveram essa corja no poder durante anos, em troco de um caraminguá....ocuparam por anos a vaga de quem estuda e acredita no concurso público...

retiraram o ganha pão de quem é honesto...muito pior que os "traficantes-vapores"...

Anônimo disse...

Além de tudo é burro, como o traficante não tira nada de ninguém? A começar por vidas que são tiradas todos os dias, só ler nos jornais a quantidade de mortes que ocorrem por dívidas contraídas por drogas.
Playboyzinho não quer dizer que seja novo, um dos playboys mais famosos do Brasil tem mais de 60 anos, mas se vc não sabe o significado não irei eu explicar.
E ao utilizar seu espaço, já que gosta de falar mal, fale de quem mereça, dos vagabundos que recebem da prefeitura sem trabalhar, dos políticos que armam essas jogadas e outras como associações de bairro só para se eleger.
Tem faxineiras que TRABALHAM na prefeitura a quase 20 anos e agora estão na rua sem receber 1 centavo e quando ocorreu concurso para ocupar essa vaga? Infelizmente são pessoas que não puderam se qualificar para buscar um emprego melhor.
Pense antes de escrever.

Xacal disse...

imbecil, quer trabalhar na pmcg, tem que fazer concurso, quer seja faxineira ou médica...

esse paternalismo idiota que transforma a coisa pública em "casa da mãe joana"...

quanto ao traficante, cotinuo a achar que ele é menos prejudicial que os "bucaneiros"...esses canalhas terceirizados proporcionaram a vitória de uma gestão que "torrou" bilhões de reais...sem falar na incompetência do governo sustentado pelos votos desses "piratas de coleira"...que matou tantos por falta de saúde, e outros serviços como saneamento e etc, quanto os "soldados" do tráfico...

enquanto o "soldado" mata de fuzil, o "bucaneiro", o terceirizado mata com seu voto...

Xacal disse...

PS: pmcg e o imposto do contribuinte não são casas de caridade...

não estudou, não se qualificou, sinto muito: o que não pode é usar a desculpa do emprego e da necessidade para trocar voto por emprego...

foda-se vc anônimo, e seus terceirizados: faxineiras, médicos, dentistas, serventes, etc, etc...

se não gosta do que escrevemos, leia menos ou não leia...mas, de novo: vá contar essa lenga-lenga paternalista na casa do cacete...

em tempo: xacal é concursado, e servidor público estadual, não que isso seja da sua conta, pois não lhe devo satisfações, beócio nefelibata...

Anônimo disse...

Vamos ser sinceros.

Terceirização é exceção, não é regra para contratação de servidor público.

A Terceirização está servindo de instrumento para a institucionalização de cabides de empregos, de sincuras!!!

Na verdade, é uma forma de se comprar votos!!! Só não enxerga isso quem não quer!!!! A quantidade de gente envolvida está tão grande que pode decidir uma eleição.

Em Campos está havendo uma completa inversão de valores. Como os políticos não têm interesse em modificar a situação,os contratados estão se sentindo com direitos (que na verdade não existe!!!) chegando ao ponto de fazer exigências e manifestação, um total absurdo. Estão ficando até sem vergonha de "entrar pela janela". Na sua maioria, se enfrentassem um concurso, não passariam. Passar em concurso público exige muito estudo (às vezes, anos de estudos) e dedicação, perfil que não costuma se encontrar em pessoas que adulam políticos para "entrarem pela janela".

E isso se reflete na qualidade dos serviços prestados. Pessoas despreparadas acabam por exercer atividades que exigem competência e dedicação. É claro que existem exceções. Mas essas exceções certamente teriam competência para "entrarem pela porta da frente", de passar num concurso público, de forma honesta e merecida.

Está ERRADO!!! Terceirização é esperteza. É passar as pessoas que estudam para trás. É flagrantemente inconstitucional!!

Quem paga o pato é a população.. Historicamente a qualidade do serviço público no Braisl é péssima porque nunca cumpriram as Constituições (desde a Constituição de 1946 é exigido concurso para o ingresso no serviço público. Mas os políticos desrespeitam e continuam colocando pela janela. se as Constituições fossem observadas, a qualidade do serviço público seria muito melhor, de qualidade

Só não está pior por causa do Ministério Público que está cumprindo a sua obrigação, ao exigir na Justiça que se cumpra a Constituição.

Se deopender dos políticos, eles não colocarão nenhum terceirizado para fora. Acabarão por contratar mais gente pela janela.

Anônimo disse...

Ao "Anônimo" de 31/10, às 16:55. São coisas lastimáveis assim que me fizeram pedir exoneração do Estado com pouco mais de 30 dias de trabalho. Fui convocada em decorrência do concurso de 2007. Cumpri todas as exigências e, por fim não conseguia lotação, em função da politicagem que impera nas direções das escolas e nas coordenadorias. Em uma das minhas últimas tentativas de resolver o problema, o responsável da coordenadoria pelo meu caso não podia me atender porque estava muito ocupado com os preparativos de um cozido que aconteceria... Desisti, pedi exoneração, cansei de tanta dor de cabeça para ganhar R$500,0.
Obs.: O fato não ocorreu na coordenadoria daqui de Campos e sim no Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Gente que baixaria é essa, eu tb sou contra os terceirizados, acho que tem que ter concurso publico, mais nao precisamos ofender.
Não vamos baixar o nivel com palavras de baixo calao.