quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Sinal dos tempos...

Enquanto a Espanha briga para estar entre os 20 países que se reunirão em uma Cúpula Internacional para discutirem os efeitos e possíveis ações integradas para "desatolar" o mundo do buraco recessivo, que teve início com a farra das hipotecas estadunidenses, O Brasil está lá sossegado, com seu lugar garantido...

Não que a Espanha não mereça estar presente, pelo contrário...Em solo espanhol estão grandes empresas de telefonia móvel, um dos maiores bancos mundiais, e outras empresas de setores não menos importantes para a saúde da economia mundial... Não seria leviano imaginar que se trate de mais uma "canelada" no socialista José Luis Zapatero, chefe de governo espanhol, nesse intrincado jogo geopolítico mundial...

Mas o fato do Brasil ter se firmado como um dos interlocutores internacionais dos países em desenvolvimento entre as potências econômica mundiais é uma ótima novidade...

Nenhum comentário: