domingo, 30 de novembro de 2008

Sopa de letrinhas...

A internet é pródiga em "sacadas inteligentes"...ou como gostam os "mudernos", os insights...

Leia esse aí, enviado pela blogueira co-irmã, Ana Paula Motta...

Discurso político   Caixa de entrada
 Ana Paula Motta 
 Mais opções  17:21 (2 horas atrás)
Imagens não exibidas 
Exibir imagens abaixo - Sempre exibir imagens de apaulamott@hotmail.com



 Esse é um ctrl+c/ctrl+v do blog Porta do Vento da Ana Vidal.

http://portadovento.blogs.sapo.pt/

 

Beijinhos

Ana Paula Motta

 
Discurso político

Qualquer expressão listada na primeira coluna pode ser combinada com qualquer uma das outras colunas, permitindo sempre um discurso coerente. As variações possíveis são cerca de dez mil.

 

Senhores candidatos a políticos, façam o favor de usar e abusar deste quadro utilíssimo.

 

Portugueses,

a execução deste projecto

nos obriga à análise

das nossas opções de desenvolvimento no futuro

Por outro lado,

a complexidade dos estudos efectuados

cumpre um papel essencial na formação

das nossas metas financeiras e administrativas

Assim mesmo,

a expansão de nossa actividade

exige a precisão e a definição

dos conceitos de participação geral

Não podemos esquecer que,

a actual estrutura da organização

auxilia a preparação e a definição

das atitudes e das atribuições da directoria

Do mesmo modo,

o novo modelo estrutural aqui preconizado

contribui para a correcta determinação

das novas proposições

A prática mostra que,

o desenvolvimento de formas distintas de actuação

assume importantes posições na definição

das opções básicas para o sucesso do programa

Nunca é demais insistir, uma vez que

a constante divulgação das informações

 

facilita a definição

do nosso sistema de formação de quadros

A experiência mostra que,

a consolidação das estruturas

prejudica a percepção da importância

das condições apropriadas para os negócios

É fundamental ressaltar que,

 

a análise dos diversos resultados

oferece uma oportunidade de verificação

dos índices pretendidos

O incentivo ao avanço tecnológico, assim como

o início do programa de formação de atitudes

acarreta um processo de reformulação

das formas de acção

 

 

O time da instabilidade...

Por ocasião do match entre o Flamengo e o Palmeiras já escrevíamos sobre a total irregularidade do team rubro-negro...

O que dizer do resultado do jogo de hoje, quando o esquadrão carioca cedeu o empate após estar em vantagem no placar por 3 tentos a 1...?

Não assisti o jogo, mas creio que o score fala por si... 


Nova enquete do DataTROLHA...


O Instituto DataTROLHA de pesquisa inaugura nova pesquisa junto a seus leitores...

Aproveitamos a campanha do blog do Gustavo Oviedo, www.caidoemcampos.blogspot.com/, que pretende inaugurar um busto para o prefeito "sem peito", alexandre macabro, e lançamos a pergunta: 

Onde você colocaria a estátua com o busto do macabro?

1-Na rodoviária velha...
2-No lixão da Codin...
3-No parque Alzira Vargas...
4-Parque Alberto Sampaio...

Vote aí do lado...


Crédito da imagem:www.caidoemcampos.blogspot.com

alfafa news...ou jornalismo de viseira...

Essa categoria de jornalismo também é muito praticada por aqui, e tem a nível nacional um expoente:galvão bueno...

A "visão" desse famoso locutor é sempre "limitada" por esse acessório típico dos eqüinos, que impede se tenha um olhar periférico...

Vê-lo narrar um simples "racha" de karts como um épico, a vociferar qualidades para o limitado rubens barrichello, inflamar rivalidades e xenofobismos é deprimente...

Aqui em nosso pântano goitacá temos exemplares notórios desse fenômeno da mídia...Meros repetidores de lugares-comuns, preconceitos e argumentos prontos para sua restrita visão de mundo...

Alfafa news: só burro aceita...!

Lastimável... 

jabánews...ou jornalismo de aluguel...

Ao lado do jornalismo de coleira está o jornalismo de aluguel, movido a um combustível conhecido: o jabá...

No esporte espetacular de hoje, minutos atrás, assistimos um clássico exemplo de quando o interesses econômico da emissora tenta se travestir de interesse jornalístico...

A Renault, montadora francesa, que mantém uma equipe de F1, e uma das anunciantes da rede globo, trouxe para São Paulo, no parque Ibirapeura, uma exibição de sues carros e pilotos...
Tudo bem...Não deixa de ser exótico carros de F1 nas ruas de uma cidade, qualquer que seja ela...

Mas, é lastimável ver o repórter escalado para "cobrir" o evento, entrevistar o piloto Nelson Piquet Filho, e lhe sapecar a pergunta "original": "qual é a sensação de encarar esse desafio...?"
Ainda mais triste é ver o piloto, que carrega a "simpatia" no dna, tentar se ajeitar para cumprir seu compromisso publicitário e responder a uma pergunta tão idiota quanto descabida...

Qual é a emoção de se transmitir uma "apresentação publicitária" desse tipo...? Pelo que entendemos de F1, esse tipo de evento se justifica para quem está lá ao vivo, e pode ver de perto um carro que só vemos pela tv...Fora isso, é só jabá de péssimo gosto...

Lastimável...


Fidelidade canina...ou jornalismo de coleira...

Não é à toa que chamamos alguns meios de comunicação de representantes do "jornalismo de coleira"...

Esses veículos revelam uma "lealdade" indestrutível...São leais a quem detenha a "caneta", não importa quem seja...

Uma olhada rápida na folha de embrulhar peixe de hoje é o retrato dessa relação de devoção extrema a quem senta na cadeira de prefeito...

Ao mesmo tempo que dedica o ódio, desprezo e escárnio a quem deixa o poder...

Como explicar que o jornal porta-voz dos telhadeiros de vidro do macabro, agora o entitulem de "governo mais impopular da história"....?

Náuseas são as únicas reações que o "jornalismo" da folha de embrulhar peixe hoje é capaz de causar...

O "preço" das cidades...

Dias desses, assistia a um programa no canal Futura sobre as cidades...

Nesses tempos de catátrofes de todo o tipo, desde as "morais" até as físicas-metereológicas, esse assunto atacou meus dois solitários e decrépitos neurônios, rasta e fari...

É muito comum ouvirmos que grande parte dos problemas que enfrentamos com as chuvas de verão é a nossa topografia plana...A impermeabilização do solo (asfalto)...A ocupação desordenada do espaço urbano...
Também é freqüente ouvirmos que certas providências custam muito caro, e são impossíveis de serem implementadas devido às restrições orlamentárias e fiscais dos municípios...

Aprendemos, ou pelo menos deveríamos, que há variáveis que nós, através das nossas intervenções, podemos controlar e outras não...

A história da humanidade nos mostra: sempre existem novas situações (climáticas, por exemplo) que provocam nossa observação e a formulação de tecnologias para minorar prejuízos...Podemos separar, de forma simplista, que as sociedades que se tornaram econômica, social e politicamente mais densas, foram aquelas que superaram essas etapas, e partiram para novos desafios, ou seja, não repetiram erros...

Nossa cidade padece de uma endêmica incompetência para lidar com seus problemas, de toda ordem...Até hoje nos debatemos contra as cheias que nos assolam há séculos...Continuamos a enfrentar esses ciclos com os mesmos erros: ocupação desordenada, assoreamento dos rios, etc, etc, e nenhuma teconologia eficaz...Nem o dique, uma solução "antiga" conseguimos manter de pé...

Junto com essa repetida vocação para tragédia, está outro senso comum...
Voltemos a questão do "custo" das cidades e das medidas de proteção de seus cidadãos...

No programa de TV mencionado lá em cima houve uma entrevista com um urbanista que chamou a atenção...
O especialista fez um breve histórico do surgimento da cidade...
Nos juntamos em cidades para garantir nosso bem estar e segurança (lato sensu)...
Com o tempo, essa idéia foi subvertida por teses que refletem os interesses dos grupos que disputam o controle da cidade...

As teses neoliberais, tão em voga recentemente, e ainda defendida por alguns, diz que certas intervenções públicas devem ser evitadas, para garantir a saúde fiscal do município...O urbanista entrevistado, o qual não me recordo o nome, se opõe a tal premissa...

Ele pergunta com propriedade: qual é o preço de nosso bem estar...? e não foi para ter bem estar que nos reunimos em cidades e pagamos impostos...?

Lógico que ele não prega o desperdício do dinheiro público...Aliás, essa é uma falácia preconizada e repetida como mantra pelos urbanistas patrimonialistas (ou, os sacerdotes da coisificação)...Soluções que beneficiem a maioria são rotuladas como caras demais, e assim se perpetuam práticas e condutas que mantêm privilégios de poucos, e com custo final sempre maior, muito maior...a diferença é que nesse caso, o dinheiro, e os benefícios permanecem nas mãos de poucos em detrimento de muitos...São justamente os que mais falam em rigor fiscal, os que mais "desperdiçam" nosso dinheiro para manter seus esquemas políticos de sustentação, e toda sorte de interesses escusos...

Um metrô é caro...Sim, é caro...Mas quanto custa ter que aumentar a cada cinco anos as ruas, fazer pontes e viadutos...?qual o custo ambiental de milhares de carros...?quantos hospitais, resgates, policiais, etc, etc, teremos que contratar para organizar um trânsito baseado em transporte privado(carro)...?quantas vidas...?qual o preço delas...?

Estudar, pesquisar e implementar técnicas de controle e diminuição dos impactos das chuvas sobre a cidade são caras...? Sim, são caras...Mas eu creio que os "estados de emergência", que são decretados todos os anos, são muito mais caros, corruptos e ineficientes...

Não se trata apenas de quanto dinheiro se gasta...o importante é por que, para quem e como se gasta o recurso de todos nós...

No final, tudo tem um "preço", resta saber qual o preço que estamos dispostos a pagar...o preço do bem estar da coletividade, ou o preço das relações precárias, obsoletas e privatistas...

Bicho de mil cabeças...

Todo governo busca transparecer uma imagem de unidade política...Os líderes políticos dos grupos que conquistam a máquina administrativa, qualquer que seja a insância de poder (municipal, estadual ou federal) sabem dos desastres que resultam da repercussão externa de conflitos pelo poder dentro do poder...

O vazamento de informações, utilizado como ferramenta de desgaste e extermínio de adversários e reputações, traz um efeito colateral perigosíssimo: a perda de controle sobre essas informações...!

Foi assim no núcleo central (núcleo "duro")do governo federal, com a crise do mensalão, que na verdade refletia a fraticida disputa entre medalhões petistas, dentre eles, o mais proeminente, Zé Dirceu, o comissário...É assim ao redor de todo o país, e também em outros países...

Em Campos dos G., esse fenômeno se expressa de forma peculiar...A promiscuidade entre mídia e governo é tanta, que gera uma autocensura, haja vista que determinados órgãos de imprensa estão com o rabo e todo resto do corpo atados às irregularidades, quer por razões políticas, financeiras ou ambas...
Sem falar que boa parte dos jornalistas de coleira dá expediente(ou pelo menos tem contra-cheque)em órgãos públicos, como cargos de confiança...
Como a manipulação da imprensa passou a ser uma das tarefas de "governo", as "baratas da comunicação" passam a se estapear para deter o título de mais servil e obediente obreiro...

Daí que, entre os "jornalistas e radialistas de coleira" do pântano goitacá, há uma guerra surda para determinar quem terá o posto de maior puxa-saco da prefeita eleita, e por desdobramentos óbvios, gozará da influência e das benesses inerentes a essa posição...

Como já dissemos, existem alguns núcleos, com várias ramificações, que o casal de prefeitos administra, ou pelo menos tenta...

Soubemos por fonte segura da existência de pelo menos dois deles: o trio lindamara, lindalva e jorge luís contra carlinhos cunha e sua trupe...
Esses dois grupos não se atrevem a fazer frente a mauro silva ou suledil, por exemplo...eles estão em um nível inferior da "cadeia alimentar da lapa", mas mesmo assim protagonizam histórias de pugilato e puxasaquismo explícitos...

Dos corredores da transição, chegam relatos de que a prefeita eleita tem se "irritado" com essas atitudes que podem colocar em risco o frágil equilíbrio desse "ecossistema"...
A sede das irmãs "lindas" por demonstrar sua subserviência e para posar como "canal direto" com o casal de prefeitos, tem proporcionado cenas rídículas e bisonhas...
Em outra frente, carlos cunha, o le petit charles, tenta ampliar suas chances de ser sub-alguma coisa, para instalar seu pequeno feudo de influência...

Como principal resultado, temos a total falta de unidade e padronização de um discurso, que nos dá a impressão que teremos um governo esquizofrênico...
Os mais atentos dirão que se trata de uma estratégia urdida pelo casal de prefeitos, afinal, fica mais difícil atacar um governo de várias "cabeças", como uma hydra: réptil mitológico que tem várias cabeças, que se regeneram quando cortadas...

Mas nunca é demais lembrar que as "cabeças" da hydra podem devorar a si mesma(o governo) quando faltar "alimento"...

sábado, 29 de novembro de 2008

Recado da Ana Paula Motta...

A esperança é a úlitma que morre, mas por aqui, no pântano goitacá é a primeira que adoece...

Leia e confira o recado da Ana Paula, blogueira co-irmã...

Ana Paula Motta 
 Mais opções  28 nov (14 horas atrás)
Imagens não exibidas 
Exibir imagens abaixo - Sempre exibir imagens de apaulamott@hotmail.com

Bom fim-de-semana a todos!!!

Apesar da angústia de dias difíceis aqui pela terra plana com rio poluído e gente desbrigada, ainda é preciso acreditar em sonhos, em dias melhores,em dias en rouge,en rose, en bleu.

Beijinhos e alegrias a todos

 

Ana Paula

 

Alegria

Trêmula gota de orvalho
presa na teia de aranha,
rebrilhando como estrela.

Helena Kolody

Blog Todos os Sonhos de Abril

 

Destinos comuns, fabulosos, cheios de cores...
 Receita de inventar presentes 
 Porque o Natal chega cada dia mais cedo...
 Neste Natal... adote a cartinha de uma criança.


 
 
 

Ana Paula

Blog Todos os Sonhos de Abril

 

http://www.clube-de-leituras.net//blogs/apaulamott

 

 

Quando mudam as estações

Renasce a vida

Em cores

Em flores

Em laços

Em nós...

Ana Paula Motta 

 

Ladrão de beijos absolvido...

Confira aí a notícia que nos foi enviada pelo blogueiro co-irmão, George Gomes Coutinho, lá do outroscampos.blogspot.com...

beijo em van   Caixa de entrada
 George Gomes Coutinho 
 Mais opções  28 nov (17 horas atrás)
E o dito inopinado ainda tomou uma sova da distinta moça!

Mais uma pândega encontrada na justiça brasileira...

Abçs!


http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/59470.shtml (acesso em 28 de
novembro de 2008)


Justiça absolve passageiro de van que tentou roubar beijo
Publicidade
Um homem que tentou roubar um beijo de uma moça dentro de uma van em
Brasília foi absolvido pela Justiça. O juiz substituto da 1ª Vara de
Entorpecentes e Contravenções Penais do Distrito Federal, Fábio
Martins de Lima, considerou que a "pitoresca acusação" não configurava
importunação ofensiva ao pudor da suposta vítima.

O curioso caso tramita na Justiça desde fevereiro de 2006. Na decisão,
o juiz relata que, no interior da van, "a moçoila ofendida foi
surpreendida pelo inopinado beijoqueiro, que, não resistindo aos
encantos da donzela, direcionou-lhe a beiçola, tendo como objetivo
certo a face alva da passageira que se encontrava ao lado".

No entanto, o frustrado roubo do beijo não foi apenas combatido com
tapas, socos e tentativas de esgoelar o rapaz, como acabou indo parar
na Justiça.

Durante o processo, uma das testemunhas afirmou que a moça, descrita
como uma mulher forte e robusta, "deu muita porrada no sujeito". Mas,
quando o juiz perguntou se o beijoqueiro era bonito, a vítima foi
categórica: "doutor, se ele fosse um Reinaldo Gianecchini a reação
teria sido outra".

Disparate
O juiz criticou duramente o uso do Judiciário para solucionar uma
questão que poderia ser tratada fora da esfera penal. Na sentença, o
juiz relata que representantes do Ministério Público chegaram a pedir
que fosse aplicado o princípio da insignificância ou ainda que o
acusado fosse absolvido.

Mas o esdrúxulo caso, durante os quase três anos de tramitação,
movimentou 43 servidores segundo contabilizou o juiz Fábio de Lima.
Esses agentes — dez juízes, oito promotores, cinco procuradores, nove
defensores, oito médicos e três delegados — receberam durante o
período mais de R$ 39 milhões, "custo social envolvido com a
tramitação do processo do aspirante a beijoqueiro", afirmou o juiz.

"Evidente que tais agentes públicos atuaram concomitantemente em
diversos outros casos. No entanto, tal estimativa serve para
evidenciar o tamanho do disparate em direcionar essa estrutura
leviatânica para apurar a prática de uma bicota, aliás, uma tentativa
de bicota, levada a efeito pelo infeliz acusado", disse.

Ao final de sua decisão, o magistrado fez votos de que nenhum
"iluminado", com a "estupenda" idéia de prorrogar a discussão e gastos
de recursos públicos, recorra da absolvição. "Gastos inúteis não se
justificam em parte alguma", finalizou.

Sexta-feira, 28 de novembro de 2008


--
Sociólogo - Doutorando em Sociologia Política (UENF)

Tels: (22)27242207 - (22) 98323535 - (22)99543265

"Cabe-nos fazer frente às exigências do dia."

Max Weber

Blogs:

http://outroscampos.blogspot.com

http://dr-strange.blogspot.com/

Mundo em ebulição...

24 pessoas assassinadas no México, em Ciudad Juárez, em conflitos ligados ao narcotráfico...

160 pessoas mortas, é o saldo dos ataques de grupos terroristas em Bombay, Índia...

100.000 passageiros afetados pelo cerco ao aeroporto, na capital Bangkok, de manifestantes opositores ao governo tailandês...A polícia cerca o local...

Dois mortos em tiroteio em casa de jogos eletrônicos (rede Toys 'R' Us) em Palm Desert, Califórnia...Polícia suspeita de guerra de gangs...



Fonte: El Pais


Caos na Educação...

Caos municipal...

Ao lado do antigo Matadouro Municipal funciona a Escola Municipal Francisco de Assis, que à noite é uma unidade de ensino de jovens e adultos...Essa unidade é um caso lapidar da situação da pmcg...Creiam vocês que a vice-diretora (ou seja lá o que for), uma das pessoas responsáveis pela administração de escola é uma contratada (ou servidora "pirata")...Fico a chicotear tico e teco, meus dois últimos neurônios, com dúvidas que são incapazes de responder: como podemos esperar qualquer continuidade administrativa, ou compromisso com diretrizes de gestão, ou qualquer outro traço de eficiência, de um servidor que não tem nenhum vínculo com a municipalidade, a não ser o apadrinhamento de uma liderança política...?
Nesse caso, dizem que a vice-diretora está na cota do Dr Dante...
Quem vocês acham que essa "servidora" servirá: o contribuinte ou o esquema político que a indicou...?
Outra dúvida atroz: não houve concurso recente que desse conta dessa demanda...será que não há professores concursados que possam ocupar essa lacuna...?


Caos estadual...

Essa é do CIEP 417, o CIEP José do Patrocínio, situado no Parque São Jorge, vizinho ao Parque Prazeres...Pasmem...Não há professores de Química na unidade...Assim, a secretaria de educação estadual, de forma "genial", encontrou uma solução para o problema:
Funcionários da secretaria estadual de educação "visitam" a unidade no fim do ano letivo, reúnem os alunos e "aplicam" um "trabalho", e de acordo com o "desempenho" dos alunos, lançam uma nota em seus assentamentos escolares...
Novamente ataco tico e teco, que exaustos se negam a me responder: Para quê professor, então...?A Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro descobriu um método pedagógico revolucionário e barato, e que prescinde desses "chatos" professores que têm a mania de reinvindicar melhores salários e condições de trabalho, e ainda têm a audácia de "ocupar" o tempo da polícia, pois insistem em apanhar e inalar spray de pimenta... 

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Campanha: um busto para um prefeito "sem peito"...!


O blog Caido em Campos(caidoemcampos.blogspot.com), do nuestro hermano Gustavo Oviedo foi incorporada por nosso espaço...

Quem desejar aderir a esse apelo cívico, e um justo reconhecimento ao nosso estadista, alexandre macabro, visite o blog Caido em Campos e veja maiores detalhes, e deixe por lá sua manifestação de "apoio..."

Para milicianos e escórias afins...


Essa tira do Laerte, o personagem Fagundes é um puxa-sacode "quatro costados"...

Em Campos dos G., nossos Fagundes estão espalhados aí, por programas de rádios, jornais, blogs e outros lugares inóspitos...

Monumento 2...


Já havíamos sugerido essa estátua para a entrada da cidade...

Mas agora, com a pendenga bota-tira-bota-tira estátua no Palácio da Cultura, reconsideramos nossa sugestão...

Fica aí a obra do cartunista Laerte como inspiração, que pode ser considerada uma "homenagem" dos nossos administradores para com seus eleitores/contribuintes...

Versinhos de peixe morto...

Orgulho de campista,
é beber cocô de paulista...
Mas agora o campista,
está mais feliz da vida.
O rio agora tem também inseticida.

Fala, Luiz Felipe...

O advogado, petroleiro, blogueiro e militante ambientalista Luiz Felipe Muniz de Souza nos envia sua balizada opinião sobre o acontecido com o rio Paraíba do Sul...

UM RIO CADA VEZ MAIS PERTO DO FIM...

 

Luiz Felipe Muniz de Souza

Advogado e Ecologista

lfmunizz@gmail.com

http://luizfelipemunizdesouza.zip.net/

Campos, 27/11/2008.

 De certa forma a catástrofe em Santa Catarina está minimizando o grave crime ambiental cometido pela empresa Servatis, sediada em Resende, responsável pelo vazamento do inseticida Endosulfan, no Rio Pirapetinga, afluente do Rio Paraíba do Sul.

 Mesmo com as chuvas torrenciais que caem no dia de hoje (27/11) na região de Campos dos Goytacazes, já há vários locais sem o fornecimento de água potável devido à interrupção da captação pelas concessionárias e o racionamento na distribuição.

 Várias comunidades pesqueiras afetadas estão impedidas de trabalhar e nem sabem ao certo quando poderão retornar, pois a ação do inseticida, mesmo tão distante do ponto em que foi despejado pelos criminosos, e mesmo estando tão diluído – devido ao volume do próprio Rio Paraíba do Sul e devido ao volume d’água das intensas chuvas regionais –, continua provocando mortandade de peixes em toda a foz do Paraíba do Sul, e nas praias do município de São João da Barra e de São Francisco do Itabapoana.    

 Os criminosos ambientais, que inicialmente se omitiram e mentiram sobre a quantidade do produto arremessado no rio, depois admitiram que foi uma quantidade 10 vezes maior do que a declarada, diante de tantos peixes mortos!

 Na foz do Rio Paraíba do Sul, em sua margem esquerda, ainda resta um rico e único manguezal, que ano após ano insiste em resistir às agressões infindáveis da ganância e da irresponsabilidade humanas. Boa parte do pescado regional produzido no mar e no próprio Rio Paraíba é resultado do fabuloso serviço de regeneração, desova, criação, alimentação e amortecimento da ação do mar, promovido por este fabuloso ecossistema, o Mangue de Gargaú.  

 O pior de tudo é que produtos químicos como o inseticida Endosulfan e outros tantos – como aqueles que estavam diluídos na borra despejada pela “Cataguazes Celulose” anos atrás –, além de promoverem mortandade imediata de boa parte da fauna e da flora, entram definitivamente na cadeia biológica de todos os ecossistemas associados ao Rio Paraíba do Sul e de todos os seres que sobreviveram ao evento, incluindo os humanos consumidores de pescados e frutos do mar!!!

 Até quando será que o Planeta irá suportar a presença destes mamíferos débeis (os humanos) na Biosfera? Penso que as Mudanças Climáticas, em nítido e veloz processo de desconstrução urbana e rural, já sinaliza bem qual é a sua intenção?! O quê você acha?   

Com a palavra o Ministério Público Estadual e Federal, a Feema, as Secretarias de Meio Ambiente, o Ibama, o Prefeito, o Governador, o Ministro do Meio Ambiente, o Poder Judiciário, os Vereadores, os Deputados, o Presidente da República...!!          

Lá e cá...

O campista não pode reclamar de faltas de opções de lazer, e nem de abandono pela administração estadual, quando esteve à frente a atual prefeita eleita...

Lá na capital a ex-governadora inaugurou os piscinões e São Gonçalo, e de Ramos...

Em Campos dos G., a prefeita eleita inovou: juntou uma solução(?)de transporte com lazer...Com as chuvas, a tricentésima vigésima quinta maravilha da engenharia moderna, a ponte do Estado, também serve como piscinão...

O piscinão do pântano...

Clássicos da TRolHa...

Certos álbuns, alguns originalmente lançados em long-play, nossas bolachas de vinil, são mais que clássicos musicais, seu valor cultural ultrapassam obra musical em si...

Simbolizam épocas e movimentos, inauguram tendências e se eternizam no tempo...

Ainda tenho alguns desses em vinil, outros perdi...Mas tento refazê-los em cd ou outro meio de armazenagem...Não é a mesma coisa, mas mata a saudade...

Dentre esses que citei estão três clássicos, que inauguram essa seção semanal (quinzenal, ou quando nos der na telha)...Na verdade uma atualização do para ouvir, e ouvir de novo, que disponibilizamos aí do lado, e há muito está inerte...

O primeiro é Cabeça Dinossauro dos Titãs...Um álbum defintivo, que demonstrou a "maturidade" e personalidade do grupo, que oscilava entre baladas de refrão fácil, para fácil digestão e boas músicas...Cabeça Dinossauro tem punch, tem harmonia entre os títulos, estrutura enfim...
Músicas como Igreja, Porrada, Família, Polícia e outras, são incômodos lembretes do tamanho da nossa mediocridade classe mé(r)dia...

Outro clássico é internacional...Quem não já cansou de ouvir Led Zeppelin IV...Se não ouviu o disco, pelo menos conhece Stairway to Heaven, cantada e decantada em todas as versões possíveis, e uma das lendas urbanas mais engraçadas: diziam que se tocada ao contrário, revelaria uma Ode ao Demônio...Tudo envolto no bom e velho marketing, que aqui atendia aos apelos das "experiências espirituais" do guitarrista Jimmi Page, associado a práticas de magia negra...

E agora um clássico para dar um verniz "intelectualizado" e cool (trés-chic, mes ami)...Nunca fui amante de jazz, não no sentido fã e observador da cena musical jazzística...Pobreza de espírito talvez...baixa cultura musical, quem sabe...A verdade é que todo estilo musical reclama para si uma atitude, um psique-du-rôle que tenta rotular a conduta e atitude do movimento a qual pertencem..são os códigos de pertencimento: temos o desleixo grunge, as caveiras e o couro do heavy-metal, o ar blasé da bossa-nova, a malandragem do samba, etc, etc...Tudo feito para que todo mundo possa se identificar (e consumir, é claro) sua preferência...
Há até drogas que se associam...se o blues é uísque e cocaína, jazz é heroína, enquanto reggae é maconha...Isso não quer dizer que gostar desses estilos signifique adotar o uso de substâncias entorpecentes, legais ou não...
Assim, sempre refratei a o estilo jazz, e talvez só prestasse atenção aos mais antigos, como Charlie Parker, Miles Davis, John Coltrane e minha eterna e adorada Billie Holiday...Enxergava-os mais próximos ao blues, no qual me identifico plenamente...
Por isso, minha idéia de clássico de jazz é Love Supreme, de Coltrane...Não é uma audição fácil...Não é para qualquer momento corriqueiro, enfim, não é música de fácil consumo...É para momentos de adoração suprema, qualquer que seja o objeto da sua devoção...


Semana que vem tem mais...

"os nomes da rosa"...

Assim como no livro de Umberto Eco, o clima político está imerso em suspense e mistério...

Quem serão os "nomes da rosa"...?

Jornais, programas de rádio, blogs e outros veículos não resistem a gincana de "futurologia"...Por trás, quase sempre, alimentados pelos "concorrentes", que brigam de foice no escuro, furam olho, e dão caneladas, disputando um lugar na administração...

O que os jornalistas de coleira não dizem, e por motivos já sabidos, é que nomes são muito menos importantes do que os métodos e princípios sob os quais guiarão suas gestões...

Até aqui, só decepção...Não houve um episódio, salvo os factóides fabricados para "lustrar" a imagem, no qual os futuros governantes mostrassem novidade em sua conduta, ou em seus objetivos..

A mesma relação fisiológica com a Câmara, jornalismo de coleira, forma em detrimento de conteúdo, soluções iguais às do moribundo (des)goveno para problemas que denunciaram (terceirizados, psf, carnaval, etc), falta de transparência (cadê as contas de campanha...?), etc, etc, etc...

Pelo jeito que andam as coisas, a única mudança será o endereço do gabinete, como anunciado pela prefeita eleita...


Ainda sobre o Rio Paraíba, A lei, os infratores ricos e infratores pobres...

A lei, expressão jurídica do acordo que fazem entre si os cidadãos acerca das condutas reprováveis e das normas de convivência, deve ser um instituto que tenha eficácia em todos as camadas sociais...

Lógico que nãp há um mundo "ideal ou imparcial", como queiram, onde o cumprimento, fiscalização e punição não sejam mediados por pressões e interesses dos grupos sociais...

Cabe ao Estado, no entanto, tentar aproximar ao máximo sua ação da isonomia, e da proporcionalidade, com o objetivo de aumentar a percepção da Justiça...

Nesse novo crime ambiental (sim, pois referir-se ao ocorrido como desastre dá uma idéia de  "fatalidade", que dilui responsabilidades assim como "bala perdida") podemos ver como a aplicação da Lei e do poder estatal nesse país, e nesse estado ainda obedecem a premissas anti-republicanas...

O aparato de fiscalização ambiental quando se trata da persecução das medidas de controle e defeso de espécies (alías, necessárias), tem se mostrado eficiente em coibir as infrações cometidas por pescadores e populações que dependem dessa atividade, e que geralmente, ocupam os andares mais baixos da nossa pirâmide social...

Por outro lado, quando se trata de estender essa eficiência aos empresários e industriais, que exploram atividades econômicas que trazem sérios riscos ao ecossistema no qual estão inseridos, nossos órgãos ambientais são de uma leniência e ineficácia vergonhosa...

Direito a propriedade e a livre iniciativa não podem se sobrepor ao direito a vida...Bom, pelo menos não deveriam...

Yellow submarine...

Os avyadores mandaram avisar: devido as condições metereológicas, não foi possível decolar o show de ontem, no bar do Gordo, conforme anunciado aqui, e em outros blogs...
Se continuar a chover dessa forma, os avyadores pensam em trocar o avião por um submarino...

Leia aí o correio eletrônico que recebemos do comandante Luizz Ribeiro...

banda Avyadores do Brazyl 
 para mim
 Mais opções  07:54 (55 minutos atrás)
Caro Xacal,

Em virtude das fortes chuvas que cairam sobre a cidade na noite de ontem (27), o evento programado para acontecer no Bar do Gordo com a banda Avyadores do Brazyl,foi cancelado. Agradeço em nome do grupo o apoio e divulgação,afirmando que voltaremos numa outra oportunidade.


Luizz Ribeiro,músico.


Mudou..?

Não chega a ser novidade que alguns vereadores da base do atual governo estejam costeando o alambrado do governo eleito...

Afinal, acostumados a manter seus esquemas políticos a partir de "feudos" na administração municipal, onde possam alimentar o clientelismo e outros interesses inconfessáveis, não é errado supor que se trata de uma "questão de sobrevivência" desses edis...

Mas soa estranho, embora reconheçamos que governos procuram sempre ampliar sua sustentação, que o governo da mudança entabule "negociações" com o psb, de alexandre macabro, abdu neme e cia...
Mesmo que esse preço político altíssimo seja pago para que o governo eleito imponha sua mesa diretora a Câmara Municipal...

Não parece, à primeira vista, que a prefeita eleita e esse grupo político(do macabro) estejam dispostos a inaugurar relações políticas baseadas em novos princípios(até porque os desconhecem)...
Daí, não é leviano supor que se os métodos são os mesmos, o resultado também tende a ser, ou seja: a cooptação se dará pelo bom e velho toma-lá-dá-cá, tão criticado pelo napoleão da lapa, que não hesita em apontar nos outros, erros que adora cultivar...

Pelo jeito, teremos um telhado de vidro novinho...
Mudaram as merdas, mas as mitingas são as mesmas...

Seria cômico...se não fosse trágico...

Exemplo de eficiência...

De acordo com os números divulgados pelos caolhos da cidade, um dos órgãos oficiais reminscentes do mandarinato macabro, são 500 pessoas desabrigadas em nossa cidade...

É realmente um drama, que merece nossa atenção, e que se soma a sucessão de tragédias que atingem esse pântano amaldiçoado pelos royalties do petróleo...

Mas não deixa de ser surpreendente, que uma das prefeituras mais ricas do Brasil, com orçamento maior que da muitas capitais dos nossos Estados, não consiga montar um esquema preventivo para a estação de chuvas, com a manutenção de um estoque de materiais destinados ao socorro de desabrigados pelas chuvas...

É patética e reveladora a entrevista veiculada pelos caolhos, com a última dama, e secretária de "desassistência social", senhora macabro...

O pedido de doações chega a ser um escárnio...Segundo a secretária,  os materiais não chegaram a tempo...pergunta-se: foram comprados com a antecedência necessária...? será que nenhum "gênio" da equipe do macabro conseguiu prever que comprar esses materiais durante a época das cheias, correria-se o risco de ficar desabastecido, devido a demanda de vários municípios...?

Não...nossos gestores adoram uma "emergência"...

Quando a secretária, comovida, diz que comprará do próprio bolso alguns colchonetes em uma loja local, para realizar, ela mesma uma doação, aparece um traço forte do (des)governo de seu marido: o improviso e as soluções "privadas", em lugar das formas públicas e republicanas do enfrentamento das crises...
A tal da "cordialidade" preconizada por Sérgio Buarque de Hollanda...


Lapidar...

Outro momento lapidar do programa caolhos da cidade foi a indignação do bob barby, em relação ao desastre ambiental que atingiu nosso rio Paraíba do Sul...
O jornalista (pelo menos tem diploma) se trai, e esquecendo-se que fez, ou faz parte do atual governo, sapeca em nossos pobres ouvidos: "quem tem segurança em consumir a água, quem pode confiar nas informações?"...

Ué...Não seria o papel do poder concendente (pmcg) exigir da concessionária(águas do paraíba) uma posição sobre os fatos, baseada na transparência e na credibilidade...?
Mas falar em transparência e credibilidade nesse (des)governo é como falar de corda em casa de enforcado...

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Detalhes...

Sabemos todos...o diabo mora nos detalhes...

Em viagem de trabalho ao Rio de Janeiro, uma observação de um companheiro de jornada chamou a atenção...

Ele me disse, meio sem ter noção do significado do que notara:

"xacal, não parece estranho que a polícia do Rio de Janeiro, tanto a civil, quanto a militar, tenham tantos modelos diferentes de viaturas, ou seja, são várias caracterizações: tem viatura do Pan, algumas da era da "nova polícia" do girondino da lapa, outras "terceirizadas"(mais recentes) e outros dois modelos intermediários...uns seis ou sete "tipos" de viaturas, com símbolos distintos...?"

Fiquei a bolinar meus botões...

Vai aí um palpite de um leigo no assunto:

A incapacidade de padronizar seus recursos materiais e humanos, pasmem ainda há delegacias legais e outras convencionais no Estado, onde os servidores recebem remunerações diferentes(gratificação delegacia legal, de 500 reais, para quem está lotado nessas unidades, em detrimento dos outros, que nada recebem), se reflete na forma improvisada e desastrada de adotar procedimentos que implementem uma política de segurança pública uniforme e planejada...

Claro, há peculiaridades que devem ser respeitadas, tanto no aspecto regional, quanto na natureza dos delitos cometidos...

Mas há uma total confusão, ou ausência de princípios basilares que permitam a população e aos servidores enxergarem princípios e estratégias nas quais possam confiar, e legitimar...

Se o Estado não consegue nem "unificar" suas viaturas, símbolos da descontinuidade administrativa e da "partidarização da gestão dos recursos públicos", que levam cada governante a querer imprimir uma marca própria (políticas de governo), quando deveriam executar políticas de Estado, como esperar que tenha eficiência em cumprir seu papel...?

Detalhes...só detalhes...


Escalada de violência...

A Índia sofre com uma escalada de atos violentos terroristas que ameaçam a complicada democracia local...

Em uma região polvilhada de ódios seculares, nutridos por anos de intervenção colonialista estrangeira, a Índia, Paquistão e Bangladesh, dentre outros países, são um barril de pólvora prestes a explodir...

O que acontece em Bombay, com ataques coordenados e espalhados, para dificultar sua repressão, causam pânico...Os alvos foram bem escolhidos...A tomada de regiões onde há grande fluxo de turistas e autoridades estrangeiras, visa minar a imagem do aparato estatal indiano frente a comunidade internacional...

O jornal El País noticia que há cerca de 125 mortos, e outras centenas de feridos...
A situação mais grave é no Hotel Oberoi onde são mantidos reféns empresários espanhóis e de outras nacionalidades...

O exército indiano combate, em plena zona urbana, militantes islâmicos do grupo denominado Deccan Muyahidiny, e conseguiu libertar 39 reféns nesse hotel...
Outro hotel tradicional, com 105 anos, o Taj Mahal também foi retomado pelos militares indianos...

De toda essa violência, que assola a região, fica uma certeza...As formas de enfrentamento desse tipo de conflito fracassou...

Esse raciocínio estende-se ao Afeganistão, Iraque e outras áreas conflagradas como a Palestina...

Os efeitos da enorme crise econômica deve realçar as diferenças sociais que atingem tais países, e fornecem o "argumento" necessário para inflamar e "legitimar" movimentos violentos...Pelo menos é isso que consta em relatório recente da CIA...
Não custa lembrar que, nesses países paupérrimos, os movimentos extremistas com viés religiosa provêm boa parte dos serviços básicos, que os Estados não conseguem prestar a contento, como: Educação (de base teocrática), Saúde e assistência social...

São "as crianças derrubando o rei", como já disse Renato Russo, em Geração Coca-Cola...

Força maior...

O blog hoje andou meio parado...não nos comentários, que se acumularam, mas na produção dos editores...

Uma viagem de trabalho interrompeu nossa "incontinência verborrágica"...

Folga merecida aos blogonautas, que puderam descansar dos palpites inconvenientes...!

Mas o que é bom dura pouco, e estamos de volta...como a febre da malária...




Depois da porta arrombada...

Vem, quem sabe, uma fechadura...

Os repetidos "desastres ambientais, que atingiram o rio Paraíba do Sul, ao longo desses anos deixa uma certeza no ar (e na água)...

Primeiro:

A atividade econômica que se exerce à margem do rio, e ao longo de seu curso, é perigosa a seu ecossistema...Parece coincidência, mas é uma escolha empresarial: fica mais barato manter estruturas de despejo de refugo industrial no rio, do que investir em sistemas de tratamento desses efluentes...Com um bom departamento jurídico, empurra-se o passivo ambiental-administrativo-jurídico "com a barriga", e quando há execução dessas multas, seus valores sempre estão aquém do prejuízo causado a sociedade e ao ambiente...

Segundo:

Os órgãos reguladores e de fiscalização do Estado, quer seja de Minas, São Paulo ou Rio de Janeiro são benevolentes com esses infratores, e com o desmonte de sua capacidade de atuação, pode-se concluir que, raramente, esses órgãos se anteciparam aos "desastres" que se repetem perenemente...

Terceiro:

A sociedade civil organizada está apática, e não cumpre seu papel de pressionar as instituições responsáveis e empresas...

Se não houver uma remodelagem dessa maneira de atuação de todos enolvidos, com certeza podemos esperar a próxima mancha tóxica...

"Quando o gato dorme, o rato passeia em cima da mesa"...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Só pode ser piada...

O blog Urgente! noticiou e o blog Uenfezado repercutiu...

O secretário de administração da pmcg, Carlos Morales formará uma comissão para percorrer as secretarias para auferir quais servidores terceirizados são necessários...

Repetimos a pergunta dos uenfezados:

Existem, então, terceirizados desnecessários...?

É muita cara-de-pau...!

Fazem clientelismo com nosso dinheiro, e ainda assinam embaixo...!

Certinhas da TROlha...


Esta é Sophia Villani Scicolone...Mas para os íntimos Sophia Loren, um ícone do cinema mundial, e uma beleza rara... 

Nossa certinha da TrOlha dessa semana...

Do chique ao popular...

A prisão de empresários da casa e vídeo, acusados de montarem um esquema de evasão de divisas, sonegação fiscal e contrabando, é mais um capítulo da parceria do capitalismo com o crime...

A rede criminosa montada pelos empresários se assemelha com outra muito famosa e polêmica...
A prisão da dona da DASLU, loja de grifes caríssimas, freqüentadas pelo jet-set paulista e nacional, revelou uma intrincada operação de empresas fantasmas, criadas para fraudar o fisco, com a emissão de notas com valores subfaturados dos produtos...

Uma "surpresa" para aqueles que imaginam que só camelôs e classes populares são capazes de burlar a lei na luta pela sobrevivência...Os mais pobres só não detêm os meios sofisticados para encobrir seus crimes, nem bons advogados para garantir impunidade...

No caso da casa e vídeo, os empresários foram além, e estabeleceram em paraísos fiscais uma blindagem para seus ativos, a fim de evitar a tributação, e os efeitos da fiscalização dos seus ganhos patrimoniais...

De qualquer forma, é bom ver a polícia a reprimir os andares "de cima" da cadeia "alimentar" capitalista...

Olha o rapa..!

Arautos do atraso...

Os "visionários" do programa caolho da cidade se mantêm firmes na missão de "brindar" seus ouvintes com a dose de "bajulação e subserviência" ao poder municipal...

Agora a pouco, entre comentários sobre chuvas, desabrigados e a interrupção de abastecimento, os caolhos de coleira vaticinaram: alexandre macabro será resgatado pela história daqui a vinte anos, provavelmente, quando a importância das obras que inaugurou serão reconhecidas...

Desconsideremos a informação inverídica que atribui a pmcg a construção de estações de saneamento, que é resultado dos investimentos privados da empresa concessionária e não da administração local...A repercussão de boatos, alimentados por ignorância e ou má-fé, já é marca registrada do programa...

Vamos ao cerne do "pensamento caolhiano", que representa o senso comum sobre a administração pública...Como veremos, nem sempre senso comum rima com bom senso...

Muito embora se arvorem de vanguardistas e "mudernos", os caolhos da cidade, ao tecer loas as obras civis do governo macabro, reproduzem uma visão patrimonialista de cidade, que já está em obsoleta há muito tempo, embora ainda seja utilizada como peça de marketing político...

Não se trata de diminuir o "valor" das intervenções na urbi...O problema é quando essas intervenções são as únicas "bandeiras" empunhadas pela administração...
Esse processo de "coisificação" das cidades, revela um profundo desprezo pelas gentes que as habitam, pois tendem inverter uma lógica: ao invés da cidade se adaptar as pessoas, as pessoas que terão que se adaptar as cidades...As modificações executadas tendem a obedecer escolhas "arbitrárias e autoritárias", desvinculadas dos anseios da maioria, muito embora sejam "vendidas" como benefícios para toda a coletividade...
Temos o exemplo da construção de novas avenidas...celebradas como o supra-sumo da modernidade...Sabemos todos que a maioria da população não tem carro, e depende muito mais de sistemas eficientes de transporte público, do que novas ruas...Aí está a "lógica invertida" de que falamos...
Lembremos que o debate sobre pontes, engarrafamentos, etc, pautou a agenda dos principais grupos da disputa...e boa parte da imprensa...

Geralmente, essas iniciativas de manipulação física do espaço urbano atendem as demandas de setores restritos, como empreiteiros, especuladores imobiliários e classes sociais mais privilegiadas...
Enquanto os setores que deveriam ser mais caros aos gestores, como convivência e utilização do espaço público (postura), desenvolvimento humano (saúde e educação) são abandonados ou subdimensionados...

Mas, o que o governo macabro deixará como legado mais nefasto é a deterioração da crença dos cidadãos em suas instituições, na probidade e na transparência como ferramenta de gestão pública...O (des)governo macabro será nossa eterna vergonha...

A cidade, além de prédios, ruas e praças, é o conjunto de valores dos seus munícipes, que tecerão a rede de relacionamentos sociais que, em linhas gerais, revelarão o caráter desses cidadãos...Esses valores determinarão a maneira como lidaremos com riquezas e nossas deficiências...

Nesse aspecto, a era macabra é um período que devemos nos lembrar...não para comemorar, mas para não repetir...

Pela vizinhança...

Incidente diplomático...

Chile e Peru estão à beira de um conflito diplomático...O motivo do acirramento das relações entre esses dois países, rivais históricos, foi a divulgação de um vídeo, onde um general do Exército peruano, em uma reunião informal com seus pares militares, faz declarações desastrosas...No vídeo, amplamente reproduzido nos meios de comunicação chilenos e na internet, o general Edwyin Donayre diz que chilenos que entrem no Peru devem sair já, ou sairão em caixões...O general continua, e diz que se não houver caixões em número suficiente, sairão em sacos plásticos...
O governo chileno protestou veementemente, e o governo e o embaixador peruano no Chile se apressou em deasutorizar o general, e declarar que esse não é o sentimento do povo peruano...




Contra-ataque argentino...

A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, anunciou durante a Conferência Industrial, promovida pela União Industrial da Argentina, o lançamento de um pacote de medidas para enfrentar a fuga de capitais e a desaceleração econômica causadas pela crise mundial...De acordo com a presidenta, será criado o Ministério da Produção, que promoverá o incentivo a atividade econômica através da concessão de financiamento e incentivos fiscais...
O Banco Central Argentino confirmou que nos primeiros nove meses do ano, cerca de 14 bilhões de dólares saíram do sistema financeiro daquele país...
O episódio da estatização dos fundos de pensão agravou, em boa parte, essa fuga de capitais para endereços considerados seguros...



Arsenal capturado...

A polícia colombiana desmantelou a maior fábrica de explosivos das FARC, que de acordo com as autoridades locais matinham uma capacidade de produzir 20 toneladas de explosivos e minas antipessoais...Dois homens foram presos, Alexander Gutiérrez Arias, conhecido como bombillo, responsável pelo paiol de explosivos e homem de confiança de Hermer Triana, o james patamala, também preso...Triana é coordenador econômico da seção das FARC na região de Neiva, Florencia, San Vicente del Caguán e Bogotá...


Fonte: El País.



terça-feira, 25 de novembro de 2008

Daniel Dantas, o Rasputin de Brasília...

Na última dinastia monárquica russa, a dos Romanov, havia, como em todos os regimes, uma eminência parda...

Esse personagens, detentores de enorme determinação, e capacidade de aprisionar e manipular interesses e informações caríssimas ao establishment, funcionam como uma instância "informal" de poder, que na maioria das vezes, personificam o poder real...

Rasputin adicionava a seus "atributos", ingredientes "espirituais" e de superstição, que aumentava sua ascendência sobre os monarcas russos...Não faltam versões sobre questões sexuais, que apimentam os relatos de sua relação com a nobreza daquele país...

Nossa República tem o seu Rasputin...Chama-se Daniel Dantas...Em nosso caso, o "mago orelhudo" superou o "mestre", e conseguiu sobreviver a transição de poder, típica de regimes democráticos...O que só realça o entranhamento de seus interesses com o Estado brasileiro...

A privatização do setor de telefonia brasileiro, levado à cabo no mandarinato de FFHHCC, é um dos episódios mais obscuros de nossa história recente, e ainda não esgotou seus efeitos sobre instituições e personagens da nossa jovem e frágil democracia...

"No limite da irresponsabilidade" é a fala lapidar do então presidente, flagrado em conversa com auxiliares próximos, responsáveis por viabilizar e montar a nova realidade privada da telefonia, que como sabemos hoje, é o mais rico filão que nossa país dispunha...

Ciente dessa realidade, Daniel Dantas aproveitou sua expertise, sua audácia e por que não, sua competência para espalhar seus "braços" na coluna dorsal da economia nacional, que em tempos de auge do neoliberalismo, estava lastreado por operações no mercado financeiro: sempre a margem da regulação e fiscalização, com alto nível de risco, mas recompensadas por generosas remunerações...

Não cabe detalhar aqui todos os meandros que levaram Daniel Dantas a montar um esquema de financiamento  e lobby político, respaldado com associações a empresas e fundos estrangeiros, como Citigroup, Telecom Itália, etc, etc...

É público e notório os capítulos de espionagem empresarial e política e cooptação da mídia, como ferramentas importantes de coação e "vantagem competitiva"...

Quando os ventos eleitorais catapultaram o torneiro-mecânico ao Planalto, Dantas soube preservar seus interesses junto a nova "côrte"...
Uniu-se a nomes de peso, como Zé Dirceu, e escolheu o eixo do poder que tinha que desmontar...Alimentou o ex-todo-poderoso, e lhe deu munição para executar reputações dos adversários e desafetos...

Não contava que o "jogo de poder" lhe cobrasse o preço...E, como todo homem/mulher que detém muito poder, incorreu no erro de se achar maior do que era, e subestimou a capacidade dos adversários...

Mas por instinto, manteve como última carta, a derradeira, as informações que "amarram" os bastidores da República, como uma espécie de seguro...
O resultado dessa trama: a crise da PF, o desarranjo verbal de gilmar mendes, a caça ao delegado Protógenes e ao Juiz De Sanctis, o desmonte da Abin, etc, etc...O mensalão tão explorado é "fichinha"...

Como epílogo temos mais um ato encenado com perfeição: A fusão da Brasil Telecom com a OI (a BrOI), com a mudança da lei para "encaixar" essa megaconcentração oligopolista, até então vedada por nosso ordenamento, tem um grande beneficiário, além de Sérgio Andrade (o Andrade da Andrade & Gutierrez) e Carlos Jereissati, respectivamente, controladores das duas empresas: ganha um doce quem adivinhar quem embolsará milhões de reais nessa superfusão...Aliás que se diga, com dinheiro público, do BNDES, que financiará uma das "maiores empresas de telefonia do planeta"...

Perguntamos: o que será que tem no HD do computador do DD...?O código redondo, o terceiro segredo de Fátima...ou o breviário de decomposição do governo Lula..?
Por que a grande imprensa, e setores importantes da oposição temem tocar a fundo no assunto...?
Quem tem medo de Daniel "Rasputin" Dantas...?



Em tempo 1: a OI é sócia do primeiro-filho da república petista...
Em tempo 2: esse post é dedicado aos milicianos da lapa e aos telhadeiros de vidro, aos blogs de coleira, que confundem apoio político e militância partidária com submissão e obediência cega...  

Alerta...

De acordo com as previsões divulgadas em todos os noticiários televisivos, agora à noite, a região norte-fluminense, bem como o sul do Espírito Santo e sul de Minas Gerais, vão sofrer com chuvas que devem durar cerca de sete dias...

Tanta chuva deve agravar a situação das cidades atingidas, que já sofrem com o alto índice pluviométrico das últimas semanas...

Seria bom que o "gabinete de transição" e o atual governo montassem algum esquema preventivo, para depois não alegarem que foram pegos  de surpresa por fatalidades irreversíveis...

Locais para receber possíveis desabrigados, recursos materiais e humanos de prontidão, sistemas emergenciais de controle e vacinação contra vetores, etc, etc, são o be-á-bá que qualquer integrante de órgãos de defesa civil conhecem bem...

Mas a julgar pela desorganização que assola a administração local não é demais que a sociedade esteja atenta, e cobre de quem tem responsabilidade no assunto...

Cinismo, burrice...ou ambos...?

Até agora nenhum prócer da ex-transição (atual transação) disse uma palavra sequer sobre "a cagada" que fizeram com o concurso do psf...

O único que cumpriu o papel de "bucha" foi o blog de coleira do ave-lynus...Desesperado para embarcar no governo, ave-lynus foi para "linha de frente"...

Uma pena que não seja capaz de construir uma argumento sólido...Até porque seria impossível, diante da forma como foi urdida a trama contra os concursados...

Leia o trecho que destacamos:

"(...)O problema causado pelo juiz foi o de sentenciar horas antes do concurso. Mas os inscritos preferem não criticar o magistrado, pois este não precisa de povo, de votos, de eleição. Por isso, cometem a injustiça de criticar com veemência o vereador e a prefeita eleita.(...)"

O que o ilustre quase futuro gestor não diz, por cinismo, ignorância ou ambos, é que a forma como foi encaminhada é que fez com que a ação (im)popular do edson batista fosse apreciada por um juiz plantonista...Ou seja, os causídicos da lapa impetraram seu pedido de liminar aos 47 minutos do segundo tempo, para causar o efeito que desejavam: cancelamento das provas, sem chance de contraditório...

Lamentável...

Bom debate...

Enquanto os dois grupos se consomem na farsa da ex-transição, com "caneladas" dignas do ex-zagueiro Orlando Fumaça, a blogosfera produz debates que bem podiam ser aproveitados pelas "cabeças coroadas" do poder do pântano goitacá, como bem ressaltou nossa leitora Flávia D'Ângelo...

Embora eu pense que para tanto, seja necessário um ilustrador que "traduzisse" em figuras e imagens os textos, a fim de que nossos "geniais líderes" possam apreender o conteúdo...

Mas vamos insistir e publicar um correio eletrônico do blgueiro Cléber Tinoco, nosso bloguis iuris mais proeminente...

A questão que ele coloca para a discussão é relevante, nesses tempos de cobertor fiscal curto frente as necessidades da administração... 

Confira aí (para o pessoal da lapa, e dos telhadeiros de vidro a gente promete contratar um "ilustrador")...

Reflexões sobre os royalties   Caixa de entrada
 "clebertinoco@gmail.com" 
 para Robertocolaboraurgentemim
 Mais opções  23:23 (10 horas atrás)

Royalties podem ser utilizados para cobrir despesas de pessoal?

É corrente a idéia de que os royalties não podem ser utilizados para o pagamento de pessoal permanente. De fato, oartigo 8º da Lei 7990/89, com a redação dada pela Lei 8001/90, veda a aplicação dos recursos dos royalties no quadro permante de pessoal. Entretanto, como a Lei 9478/97 tratou da matéria e não fez qualquer restrição desta ordem, alguns intérpretes passaram a sustentar que o artigo 8º da Lei 7990/89 teria sido revogado tacitamente pela Lei 9478/97, razão pela qual, segundo eles, os royalties poderiam ser aplicados em quaisquer despesas, inclusive de pessoal permanente. Outros estudiosos, porém, continuaram a sustentar a vigência do artigo 8º da Lei 7990/89, entendendo os mais flexíveis que os royalties poderiam ser usados para o pagamento de ocupantes de cargos comissionados, de contratados por tempo determinado e de trabalhadores terceirizados. Nesta discussão, muitos esquecem-se de desvendar a natureza financeira dos royalties, tendo a maioria a impressão de que são receitas transferidas voluntárias, repassadas ao Município pela União Federal a título de ajuda. A verdade, porém, é que os royalties enquadram-se na categoria dasreceitas originárias, destinadas a compensar financeiramente o município pela exploração do petróleo ou gás natural (art. 20, § 1º, da Constituição Federal), conforme já decidiu o Supremo Tribunal Federal. Se é receita originária, o munícipio pode utilizar como bem entender este recurso, assim como poderia fazer, por exemplo, com a receita originária obtida com a locação de seus imóveis. Isso reforça a tese de que os royalties poderiam, sim, ser utilizados para pagamento de pessoal permanente. Estas são algumas das reflexões que tenho feito e que gostaria de compartilhar com vocês leitores.
-- 
Cleber Tinoco