quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Do chique ao popular...

A prisão de empresários da casa e vídeo, acusados de montarem um esquema de evasão de divisas, sonegação fiscal e contrabando, é mais um capítulo da parceria do capitalismo com o crime...

A rede criminosa montada pelos empresários se assemelha com outra muito famosa e polêmica...
A prisão da dona da DASLU, loja de grifes caríssimas, freqüentadas pelo jet-set paulista e nacional, revelou uma intrincada operação de empresas fantasmas, criadas para fraudar o fisco, com a emissão de notas com valores subfaturados dos produtos...

Uma "surpresa" para aqueles que imaginam que só camelôs e classes populares são capazes de burlar a lei na luta pela sobrevivência...Os mais pobres só não detêm os meios sofisticados para encobrir seus crimes, nem bons advogados para garantir impunidade...

No caso da casa e vídeo, os empresários foram além, e estabeleceram em paraísos fiscais uma blindagem para seus ativos, a fim de evitar a tributação, e os efeitos da fiscalização dos seus ganhos patrimoniais...

De qualquer forma, é bom ver a polícia a reprimir os andares "de cima" da cadeia "alimentar" capitalista...

Olha o rapa..!

9 comentários:

Gustavo disse...

Não que eles tenham motivos pra isso, mas o governo do Brasil é o grande incentivador dessas maracutaias. Se não tivessemos grande do estado, com milhares de impostos, haveria menos incentivo para tais atitudes...

O que ocorre hoje, é que o empresario prefere se arriscar para ter lucro "bem maior". Não que fossem acabar, longe disso, mas se a carga tributaria fosse justa, eles pensariam 2 vezes antes de se arriscar, pois seria não por um lucro bem maior, apenas seria por um lucro um pouco maior...

é claro, canalhas existem em todas as situações, com lucro "bem maior" ou lucro "um pouco maior", mas acredito que a maioria apenas quer ter o lucro justo...grande d

Xacal disse...

Gustavo,

O "tamanho" do Estado, o a carga tributária desses Estados nada ou pouco se relaciona com o nível de corrupção dos países...

Lembre-se que a maior crise mundial desde 1929 tem um componente de corrupção grave: boa parte dos valores das hipotecas dos EEUU é falso, pois avaliadores, seguradoras e bancos maquiavam os preços dos imóveis para cima a fim de ganhar comissões, e elevar suas carteiras de empréstimos de forma fraudulenta...os mutuários também ganhavam, pois embolsavam uma valor maior pelo empréstimo...

Já nos países nórdicos, conhecidos por altas cargas tributárias, há pouco espaço para corrupção...

O crime está na essência do capitalismo...lembre-se: nenhum outro sistema econômico se apropriou tanto da escravidão humana como o capitalismo...

Não se iluda, é nos templos "liberais", leia-se bancos, que se lava o dinheiro sujo do crime...

A idéia do lucro justo é boa, mas não passa de uma quimera, pois lucro bom é sempre o maior lucro possível...e para tanto, vale tudo...

Roberto Torres disse...

Perfeito Xacal! Sempre o joguinho cínico estado x mercado mais esconde do que revela... Sempre tentam jogar para cima do Estado inchado a culpa pela corrupacao... ficando implícita a idéia de que os agentes de mercado possuem as virtudes do homem de negócios honesto.. A gestao diferenciada das ilegalidades faz parte nao só da história do capitalismo, como Foucault descreve de modo perfeito no seu livro Vigiar e Punir, como de sua existencia atual...
Afinal, voce lembrou da crise americana de 1929, mas a crise atual e atividade especulativa como um todo é montada em cima do crime e do manipulacao de informacoes secretas.

A burguesia tenta esconder o seu passado, que está muito vivo e dissimulado em seu presente, na luta pela ética, sobretudo pela ética na política...

Prefiro os pequeno burgueses que, como um parente meu, dizem na cara dura que, quando se trata de grana, nao tem lei... e que Chebabe, por gerar empregos, nao merecia ser preso

Roberto Torres disse...

sobre a coisa do lucro justo e estável, lembremos que nas bolsas, ao contrário da carga tributária elevada, é justamente o livre mercado e a jogatina com o risco, que sao a fonte de toda a euforia e investimento... O grande capital nao tem limites... o velho Marx tinha razao... e o pequeno capital nao manda em nada

Xacal disse...

Roberto,

Me referi a crise atual...o fbi já instaurou investigações sobre várias instituições e operadores do sistema...

Roberto Torres disse...

Desculpe Xacal! Eu li errado.

Anônimo disse...

Senhores, existe algum empresário aqui no Brasil que nao sonega?
Uns mais outro menos, mas o crime é o mesmo.

Anônimo disse...

Xacal o que vc acha?

Xacal disse...

O problema, meu caro, que nesse país isso não é considerado crime, pelo menos, não é punido com o mesmo rigor de crimes cometidos pelo "andar de baixo"...

Pasmem vcs que se o sonegador recolher aos cofre públicos o imposto sonegado, até a denúncia do MP, está extinta a punibilidade...

Sonegação no Brasil é "vantagem competitiva"...