segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Novo gigante...

Anunciada a fusão entre dois dos maiores bancos privados do país...Itaú e Unibanco...A família Setúbal controladora do Itaú ficará com 66% da nova holding, a IU, enquanto os Moreira Salles, do Unibanco manterão 33%...

É uma das maiores negociações desde a aquisição do Real , que estava nas mãos de um grupo holandês, o ANRO Bank, pelos espanhóis do Santander...

O sistema financeiro brasileiro é um dos mais concentrados do mundo, onde apenas 10 bancos ultrapassam os R$100 bi em ativos, enquanto outros 130 tem ativos inferiores a R$ 10 bi...

Por mais paradoxal que seja, esse talvez tenha sido um grande antídoto brasileiro para a crise mundial...Ou seja, nossos bancos não tinham quase nenhuma margem para concentração, e tanta monopolização fortaleceu as posições dessas instituições frente a crise...

Outro detalhe importante é que o ambiente de juros elevados brasileiros,e o spread bancário (diferença entre o preço do dinheiro captado e o oferecido ao cliente) tornaram nossos bancos praticamente imunes a turbulência mundial...

Nos EEUU o sistema financeiro é responsável pela movimentação da economia, através do crédito, enquanto no Brasil, esse movimento de expansão do crédito ainda estava no início...Some-se a isso, o fato da carteira brasileira de concessão de crédito estar lastreada pelo crédito consignado, que obtém baixos índices de inadimplência...

Com a injeção de liquidez proporcionada pela liberação dos compulsórios (parte do dinheiro que os bancos são obrigados a reter como garantia aos depósitos), foi aberta a temporada de "caça" dos grandes pelos médios e pequenos...

Se o governo pensava que esse dinheiro viria para salvar a economia do desaquecimento, enganou-se...

2 comentários:

Antonio Carlos disse...

O clima dentro das agências dos dois Bancos neste momento é de expectativa, gozações a parte, todos estão preocupados com os postos de trabalho que serão extintos.
Talvez o que tenha motivado a fusão (VENDA) tenha sido a falta de sucessores para o comando do UNIBANCO já que dos três herdeiros, dois só querem saber de cinema (Walter e João)quanto ao Pedro, atual Presidente, sofre de uma doença degenerativa rara,sendo que hoje em dia comparece ao local de trabalho com grandes dificultades.
Uma outra hipótese, que já vinha circulando algum tempo, é da dificuldade financeira do UNIBANCO, resolvida agora com a fusão (VENDA) ao Itáu sob a bençãos do BACEN e do Governo Federal.

Anônimo disse...

Segunda-feira, Novembro 03, 2008
A equipe de Transição
Foto: César Ferreira
Em coletiva que acabou agora há pouco no prédio da Villa Maria, a prefeita eleita de Campos, Rosinha Garotinho, anunciou os nomes da equipe de transição que irão trabalhar a partir de amanhã na Villa. Eles ficarão responsáveis por levantar documentos e a situação de cada uma área para a qual foram destacados. Os nomes são:

- Chicão (vice-prefeito eleito) - Saúde

- Roberto Henriques (vice-prefeito) - Interlocução com o governo


- Geraldo Pudim (deputado federal) - Levantamento de dívidas com a União

- Paulo Hirano (médico) - Saúde

- Edson Batista (vereador-PTB) - Saúde e interlocução com a Câmara

- Nelson Nahim (vereador-PMDB) - Interlocução com a Câmara

- Kelinho (vereaedor-PR) - Interlocução com a Câmara

- Roseli Pessanha (advogada) - Levantamento da situação jurídica

- Mauro Silva (jornalista) - Comunicação

- Suledil Bernardino (professor) - Levantamento de dívidas e contratos

- Maria Auxiliadora Freitas (professora) - Educação

- Paulo Sanguedo (professor) - Levantamentos do Fundecam e Fundecana

- Marcos Soares - Projeto de Verão do Farol de São Thomé

- Ivan Machado (médico) - Saúde

- Magno Prisco (Maguinho, ex-jogador) - Esporte

- Álvaro Oliveira (advogado) - Levantamento de situação jurídica

- Avelino Ferreira (jornalista) - Cultura

- Tom Zé - Levantamento das Obras

Durante a coletiva, Rosinha disse ainda que estes nomes não são os nomes dos secretários e que estes nomes só serão anunciados no início efetivo da gestão. Disse ainda que a parte prioritária da equipe de transição será o levantamento das dívidas, para que seja visto onde os recursos serão aplicados. A equipe de transição irá trabalhar no mesmo horário de funcionamento da Villa Maria, das 9h às 18h.


Postado por João Ventura às 15:45 0 comentários Marcadores: governo, rosinha garotinho, Transição