domingo, 2 de novembro de 2008

Os doze trabalhos de Felipe Massa...

Como na mitologia grega, na F1 também há deuses e semi-deuses...Michael Schumacher, Senna, Fangio, Gilles Vileneuve, Nikki Lauda, por exemplo estão na catergoria dos fenômenos sobrehumanos...
Não se trata apenas das estatísticas, ou do número de campeonatos conquistados, mas a forma com a qual transformavam cada corrida, cada treino em um odisséia...

De outro lado estão os ótimos pilotos, não menos campeões, e não menos competitivos, mas que esbarram em suas humanas racionalidades e previsibilidades, muito embora também detenham algumas características metahumanas...

Hoje temos um duelo entre em fenômeno e um ótimo piloto...

Lewis Hamilton está na categoria dos fora-de-série...Não custa lembrar que esse é apenas o segundo campeonato do inglês, que já começou a correr pela McLaren, o que não é pouco, em se tratando de um esporte onde milhões estão em jogo, e não há espaço para aventuras...Pilotos "normais" tendem a fazer um "estágio" em equipes menores, para então conquistarem seu lugar no Olimpo...
Hamilton não...!
Veio, viu e venceu...E só não sagrou-se campeão, ano passado, pois ainda lhe restava a ansiedade típica dos humanos...
Esse ano repete a dose, e disputa pela segunda vez o título de campeão entre os pilotos...
Poderá ser o mais novo entre eles a conquistar tal proeza...

Já Felipe Massa está na segunda categoria, a dos heróis da F1, ótimo piloto, arrojado, decidido, mas nem por isso uma divindade das pistas...
Em casa, na corrida de Interlagos, poderá experimentar o gosto da vitória, e coroar sua carreira com um momento digno de Hércules, o semi-deus, filho bastardo de Zeus com uma mortal, a esposa de Anfitrião...

Sua tarefa é árdua, mas não impossível...

Resta saber para que lado os deuses da F1 estarão cosnpirando nessa tarde...

Nenhum comentário: