segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Ponderações...

O Natal é uma festividade cristã...Logo, a destinação de recursos públicos dos contribuintes não-cristãos e agnósticos fere o princípio consagrado em nossa Contituição, de vivermos sob um Estado laico...

Mesmo assim, é impossível ignorar o apelo das festas natalinas em toda sociedade, o que leva a um "quase-consenso" sobre a necessidade de se decorar a cidade para materializar "o espírito de natal"...

Mas por trás das manifestações sinceras de espiritualidade, de alegria e fraternidade, há interesses que são privilegiados, sempre que as emotividade substitui a razão na gestão de dinheiro público...

Ora, quem mais lucra com a "decoração natalina"...? Resposta: comerciantes...Logo, não é surpresa que o presidente do cdl venha a público cobrar da pmcg o dinheiro para a execução da ornamentação...
Não se trata de negar as virtudes do comércio, e sua capacidade de gerar empregos e recursos, através dos impostos que recolhem, mas perguntamos outra vez: os recursos empregados são compensados pelo aumento de receita fiscal e pela geração de postos temporários de trabalho...?
Quem fica com a maior parte dos benefícios gerados pelos adornos pagos com nosso dinheiro...?

Espanta que uma cidade de 500 mil habitantes, não exista uma atividade econômica forte o suficiente para que setores dessa economia (comércio, serviços, indústria) possam custear a decoração natalina...

Pelo jeito, nossos "valorosos empresários" mantêm o costume: o que é meu é meu, o que é seu é nosso...!

3 comentários:

Flávia matriz disse...

Xacal, mais um setor que sobrevive às custas da Prefeitura...nada tem autonomia, tudo depende do nosso executivo...não entendo pra que verba da Prefeitura para decoração natalina...a cidade não está um caos, sem dinheiro.A arrecadação não dá nem pra pagar funcionário público legalizado. Então, se com a demissão o comércio vai parar, pra que enfeitar??Concordo plenamente com seu post, pra variar!!rsrsrs

mauricio disse...

A cara do comércio campista nem se envermelha quando solicita um despaupério desse. Primeiro começou o chororô quando houve demissão, agora quer iluminação, pra o ano só falta que a PMCG isente de impostos e assuma a folha de pagamento via Pelucio ou Facilit. Tá foda morar aqui, imprensa de merda, políticos de merda, comércio de merda, trânsito de merda, policiamento de merda, infra-estrutura de merda, etc... . Vou armar uma barraca no centro de tratamento de esgoto.

Ressea disse...

É a maldição dos royaties... Que se divida essa dinheirama país afora , aposto que essa cachorrada não iria mais querer saber daqui e ai viveriamos felizes para o resto da vida ...sem tetas para mamar todos os setores inclusive o público teria que correr atras do prejuizo!