terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Falta compromisso com a democracia...


Esse blog assumiu a campanha pela democratização da gestão das escolas municipais e estaduais, lançada pelos blogs das professores hilda helena(professorahildahelenasempre.blogspot.com)e da professora mônica(ensinar-projetodevida.blogspot.com)...

Todos sabemos que a vinculação da administração escolar aos interesses político-partidários dos que ocupam o governo...

Sem autonomia, e sob o jugo dos cabos eleitorais, a Escola definha, a comunidade se afasta e a Educação afunda...

No projeto "revolucionário" da maria freitas, durante o "muda campos", nunca houve espaço para a democracia nas Escolas...

Durante a gestão estadual do casal de napoleões da lapa, nem é preciso mencionar qual foi o tratamento dispensado ao professores...

Mas pelo visto, a maria freitas vai manter sua obediência cega e canina ao casal de prefeitos, como de costume...

10 comentários:

Anônimo disse...

Excelente campanha! Porém, além do blog, que é fantástico, temos que unir forças para uma "visita" à Câmara, pois os vereadores(normalmente) é que indicam. O Fábio(SEPE) deveria se manifestar...
Aproveitando a oportunidade, você citou Maria Freitas, e isso me trouxe à mente uma história entre mim e ela.

Levanta que lá vem história.

No final década de 90, passei para a Faetec. Na minha área, só 04 vagas, fiquei em 4º lugar.
Embora feliz com a aprovação, comecei a ficar preocupado, pois nós, os concursados, não éramos chamados(até hoje não fomos).
Em Campos,o grupo do Governador(Garorinho)era representado pela citada educadora. Ela era a coordenadora da Faetec.
O tempo passava e nada de os concursados serem chamados.
Um dia, fui a Maria. Freitas me recebeu de forma muito alegre; durante 30min me ouviu("sou concursado, estou aqui para saber o porquê da não chamada...").
Ela me disse:
__ Nós não vamos chamar nenhum concursado, professor. Nós só queremos contratados.
No final, perguntou-me:
__ O senhor quer o contrato?
Disse que não. Falei sobre a legitimidade do concurso, do orgulho de ter passado, do respeito a todos os demais concursados.
Riu, pegou o horário de várias escolas estaduais e finalizou:
__ Tenho aqui algumas carências na sua área, se o senhor quiser, posso pô-lo para lecionar agora, através de um contrato.
Ela olhou para a secretária com ar de "ele não vai resistir".
A sala dela era minúscula, no entanto eu me senti ínfimo.
Boca minha não disse palavra; saí com um misto de orgulho de ser derrotado. Cheguei a casa, guardei os documentos que havia levado e peguei o poema TABACARIA(Fernando Pessoa)para me confortar.
Sei que a situação não foi pessoal, pois ela representa(va) uma ideologia do casal de Governadores, porém toda vez que a mesma é lembrada para ocupar algum cargo, essa história retorna para confirmar o que Nelson Rodrigues dizia: os idiotas estão em maior número.

rodrigocherene disse...

faltou apenas uma coisa...seu nome e se possível

RG e CPF para que a informação torne-se algo passível de crédito...


paz

rodrigocherene disse...

acrescentando...

"A poesia é mais verdadeira que a história."

Aristóteles

Manoel Caetano disse...

Sem dúvida a campanha é nobre e a causa justíssima. Diria mais, acredito que uma gestão escolar democrática, de fato não apenas de direito, constitui condição essencial para avançarmos na qualidade da educação pública.

Contudo, devo salientar que esta questão traz consigo um ranço e uma longa tradição de autoritarismo no Brasil. Na minha opinião a CF e a LDB deveriam ser mais explícitas e objetivas quando definem a gestão democrática. Deixar a cargo dos sistemas de ensino a decisão sobre como a implementarão consiste numa enorme brecha para os interesses político-partidários já citados.

Anônimo disse...

Caro Rodrigo Cherene, não preciso citar RG e nem CPF para que o que foi dito seja "passível de crédito".
Creio que você já tenha passado da fase de achar que só é verdadeiro aquilo que lhe agrada.
A respeito de Aristóteles(384 a.C. - 322 a.C.), foi muito interessante a sua citação, porém fragmentada, portanto deturpada.

Aristóles disse:"A poesia(disciplina teórica, estudo das obras literárias, particularmente as narrativas, que visa esclarecer suas características gerais, a sua literalidade, criando conceitos que possam ser generalizados para o entendimento da construção de outras obras) é mais filosófica e mais verdadeira que a história(ciência que estuda o Homem no tempo e no espaço, concomitante à análise de processos e eventos ocorridos no passado), pois exprime o universal, ao passo que a história o particular".

A sua fragmentação(A poesia é mais verdadeira que a história) procura inserir um teor de descrédito ao fato que me aconteceu.

Citar autores adorna um texto, porém é importante contextualizar.

ARISTÓTELES. Poética. Trad. pref., introd., com. e apênd. De Eudoro de Sousa. Porto Alegre, Globo.

Iago Moura disse...

Salve as palavras do anônimo das 18:55 e 00:18.
Feche a boca (em todos os sentidos), Rodrigo Cherene. Já está mais do que claro para todos os internautas a sua subserviência ao casal da Lapa.
Vc é um lambe-botas metido a cristão. Suas palavras, sim, não não passíveis de crédito. Como não são passiveis de crédito os atos e palavras dos Garotinhos. A justiça que o diga... e o currículo deles que não nos deixa mentir...

rodrigocherene disse...

Aristóteles pelo menos tinha uma Identidade e talvez um registro mas e o anônimo acima?

Foi exatamente isto que disse do aristóteles, não quis mudar o significado de nada.

Tudo que nao foi dito é apenas opinião.

p.s.: Quanto ao Iago e seu comentário, se quiser saber mais sobre mim pode procurar informações na www.segundaigreja.com.br ou na Associação e Ordem dos Pastores da Planície.

PAZ

Rodrigo Cherene Viana Barros

Anônimo disse...

todas as denominações religiosas atuais, são ramificações de outras religiões. Até algum tempo atras a igreja católica era praticamente a única, depois veio Martinho Lutero e se revoltou contra a igreja católica, por esta razão, ele abriu a primeira igreja evangélica que se tem noticia. Ou seja, |greja Luterana, da Luterana surgiu a Batista tradicional, da Batista surgiu a Asembleia, da Asembleia surgiu a Deus é amor, da Deus é amor surgiram outras e outras e outras, dai que hoje temos muitas e muitas denominações. Logicamente que a maior parte destes pastores não está preocupada em salvar o povo, mais sim em enriquecer e ter poder sobre os seus seguidores. Boa sorte e feliz natal, com muita fé em Deus e sempre procurando fazer as coisas conforme determina a biblia sagrada. Feliz natal.

Professora Hilda Helena disse...

Poxa Xacal fiquei feliz mesmo por você ter assumido a Campanha!
O Erik Schunk também aderiu!
O Brand também crê que, uma forma de levarmos a campanha pra frente é ampliarmos o debate sobre o tema. O blog “outros campos” se colocou como parceiro pra isso.

Já discutíamos antes sobre mudanças estruturais e você como eu não conseguimos enxergá-las à curto prazo...

Sabemos que é necessário retomar o senso de coletividade republicana de nossas escolas e também temos consciência que esta é uma tarefa e tanto..
Infelizmente, por aqui, em nossa cidade, parece que que a falta de vontade política, os desvios de verba e os lobbies do ensino particular seja os maiores problemas.

Anônimo disse...

Como profesor da rede, sempre falei nestes espaços, se quer moralizar não pode indicar. Eleição para direção da escolas municipais. Como todos sabem estas vagas são dadas atualmente a vereadores para colocarem seus cabos eleitorais ou parentes ou algo semelhante.

Joaquim