quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz 2012...

O tema proposto essa semana, pelo Vitor Menezes, do Urgente!, foi a nossa perspectiva para o ano que vem...!
Por motivos alheios a vontade, o xacal se ausentou(pela primeira vez) da rodada de debates do dia 21...
Porém, mesmo com atraso, a reunião de ontem no Terapia's, entre um gole e um papo furado, motivou uma reflexão sobre o assunto...

Blogosfera, uma instância pública de reflexão e informação crítica...

Não há dúvidas que a rede, seção goitacá, se firmou como um espaço privilegiado de observação dos hábitos e costumes que constituem nossa práxis política...
Outro ponto forte da rede é sua capacidade de difundir conceitos caros a uma noção republicana de exercício da administração pública...A associação dessa discussão/difusão/formulação com a necessidade  cívica de fiscalizar o exercício do poder em suas variadas esferas, transformou a blogosfera local um exemplo peculiar...
Não é exagerado enxergar a existência de um movimento, pela articulação autônoma e orgânica dos blogs locais...Não há uma unicidade de discurso, mas uma unidade de propósitos, que traz em sua estrutura, todos os conflitos e peculiaridades das relações intersociais, com as características específicas da realidade virtual...
O grande desafio dessa rede de blogs, em 2009, e assim por diante, é manter sua independência, sem que isso signifique uma pretensão a "imparcialidade"...
As escolhas políticas dos editores dos blogs são componentes a mais, que revelam transparência, na maioria dos casos, dos interesses aos quais estão vinculadas as informações publicadas...
Fenômeno nem de longe reproduzido pela mídia tradicional, que perdeu de vez a capacidade de estimular e formatar um debate de idéias, além da superficialidade cotidiana das pautas arbitradas de forma quase que monocrática...
Como a necessidade de se viabilizar financeiramente não existe, a rede de blogs se reveste de diversidade, qualidade ausente nos meios de massa tradicionais, que não superam o conflito: empresa X imprensa... 

Em 2009, a "coleira" mudará de donos:nos pescoços e a mão de quem a segura...Mas a essência da relação permanecerá a mesma...

No entanto, os limites da ação da rede de blogs devem ficar claros, para que não incorramos no mesmo erro que torpedeou a credibilidade da mídia tradicional: se imaginar, e se apresentar como um substituto onipresente a outras instituições e esferas de embate político...
Nesse sentido, parece um pouco exagerado, ou suspeito, que os blogs sejam cobrados a apresentarem uma "agenda propositiva", ou se unam ao "esforço" dos "novos" mandatários a reconstruir a cidade...
A bem da verdade, como toda ação política precisa de um discurso que a legitime, inicia-se a construção de "um consenso da mudança", baseado, não na real alteração dos métodos de relação poder X sociedade, mas apenas no "desejo" de que as coisas se consertem...um tipo de "fé"...As práticas nefastas e os modelos estão intactos, porém se espera que os resultados sejam diferentes...É como esperar que uma cafeteira seja capaz de fazer suco de laranja...

Por ingenuidade, ou por outros motivos, alguns blogs tendem a ceder na tentação de arrefecer as críticas, para escapar do rótulo de desestabilizar a "governabilidade", apresentada como condição sine qua non para a reedificação das instituições, que estão à deriva...
Correm o risco de serem aprisionadas no "limbo" destinado a entidades ou instituições que nem são formais(nesse caso,governamentais) e nem são organizadas na sociedade...

Curioso notar que os ataques que sofrem os blogs que rejeitam participar "dessa cruzada", trazem gravados em seu DNA todo o despreparo e a rejeição em se relacionar com críticas independentes(nunca imparciais)...

De um lado acusam o baixo alcance e irrelevância político-eleitoral da rede de blogs, o que, de certa maneira, corresponde a verdade, uma vez que a rede de blogs não pode se arvorar como uma instância própria aos partidos políticos...Mas, ao mesmo tempo, cobram uma ação "propositiva" dos blogs, como se essa fosse sua responsabilidade, que diga-se: não é...!
Quando agem dessa maneira, os adversários da livre informação e crítica buscam tão somente desmerecer o conteúdo, atacando a forma, uma vez que não dispõem do cabedal conceitual para contrapor no campo dos argumentos...
Essa atitude não é espontânea...é articulada e dirigida...tem como fim trazer os blogs para um patamar o qual não podem se reconhecer, que assim perdem sua força...

Tudo isso porque os "governantes" e seus asseclas na rede de blogs não querem, de fato, propostas para juntar em seu esforço de governabilidade...Querem, tão somente, "propostas" que se encaixem em seu "roteiro de viagem"...

Assim, o desafio da rede de blogs é resistir a "tentação" de querer "mais" relevância do que realmente tem...
Nosso papel é funcionar como uma "ferramenta de ligação" que catalise os movimentos sociais, dispersos pela sua histórica vocação de desarticulação...

Feliz 2012...

6 comentários:

Marcelo Farol disse...

Na mosca Xacal.

Sérgio Provisano disse...

Taí, concordo em gênero, número e grau com todas as idéias colocadas nesse "post". Independência, posição ideológica, postura crítica, enfim uma vontade, um desejo louco de sempre questionar o "status quo". Esses, devem ser o norte a ser seguido pelos blogs.
Discordo apenas da opinião colocada de que os blogs tenham pouca relevância e baixo alcance político-eleitoral, ao contrário, acho que essa pseudo avaliação desse alcance, não tem base estatísca, creio eu que muita gente "zapea" os blogs e não postam comentários, por pura preguiça, o que pode levar à conclusão, volto a dizer, equivocada, de que o alcance e a relevância é pequena.
Mas, mesmo que esse alcance fosse pequeno, ele se torna grande no sentido em que quem se manifesta, participando de forma mais ativa nos blogs da vida, são em sua maioria, formadores de opinião e, isso tem um peso preponderante na modificação da sociedade, no sentido de melhorá-la sempre.
Democracia, liberdade de expressão, descompromisso e independência em relação aos poderes constituídos é a força-motriz que impulsiona a atuação dos blogs na, volto a repetir, transformação da sociedade.
Parabéns, o texto, a análise, está para lá de supimpa, o resto é desejar à todos, repetindo o velho chavão, um Feliz Natal e um Ano Novo pleno de realizações.

Auci disse...

Pena que esteve por tão pouco tempo, ontem, conosco... bom que esteve presente... ótimo que seja responsávels por "trolhadas" assim.


beijo, querido.. dias de luz!

Xacal disse...

Feliz 2012 a todos...

claudiokezen disse...

Bingo!

Maycon Bezerra de Almeida disse...

Excelente Xacal. "Tamo junto"! Hehe!