sábado, 27 de dezembro de 2008

Mudanças diferentes...

Enquanto por aqui, nossa "jovem" democracia ainda luta para superar certos hábitos, que tendem a misturar interesses públicos e privados, sob o manto do obscurantismo, os EEUU demonstram que, longe de serem exemplos de perfeição, pelo menos lidam com suas questões públicas com a transparência necessária...

O jornal El País noticia em sua página eletrônica que vários diretores e atores de Hollywood integram a lista de doadores(valo máximo de US$50 mil)para a festa de posse do presidente eleito, Barak Obama...Dentre eles, Steven Spielberg e Sharon Stone...Também estão na lista os donos das gigantes da informação, Google e Microsoft, ex-atletas como Magic Johnson e o mega investidor George Soros...

Enquanto isso, por aqui, até hoje não se sabe quem pagou o cachê do músico que se apresentou na diplomação da prefeita eleita, ou se ele doou sua apresentação, como agrado ao casal da lapa...
Quem sabe nas festividades da posse, possamos saber quem pagou ou pagará a conta...?

Longe de ser uma ranzinice, o financiamento da atividade política constitui um dos maiores "nós" das democracias ao redor do mundo, e não apenas aqui em Campos dos G..
Embora os napoleões da lapa, com seu exército de fanáticos seguidores tentem desqualificar e diminuir o alcance da crítica sobre o fato(dizem que é só uma festa, e portanto, sem importância), é preciso reafirmar que a sociedade tem o direito de saber quem paga as contas dos políticos que ela elege...Seja para o lazer, trabalho ou qualquer outra forma de manifestação associada ao exercício do mandato...

Pelo jeito a "mudança" daqui parece mais uma "cirurgia plástica em corpo tomado pelo câncer"...


Em tempo: Obama mandou publicar na internet a lista de doadores, e excluiu doações corporativas(empresas, sindicatos, fundos, etc.)e estrangeiros...

2 comentários:

Turcão disse...

Em relação ao último parágrafo, se não me engano, Little Pink prometeu em campanha o "portal da tranparência" na internet, onde todas as despesas do governo seriam devidamente especificadas. Veremos se foi mais um dos "garganteios" da turquinha.

Xacal disse...

Se o portal de transparência contiver "informações com o teor de "credibilidade" da prestação de contas da campanhas....serão uma ótima peça de ficção...