terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Símbolos e mensagens...

O exercício da política se dá pela emissão de gestos e atitudes, que carregam em si, mensagens e simbologias aos aliados, adversários, correligionários e a população em geral... 

Hoje, a câmara municipal votará o Orçamento 2009...

A manutenção da proposta de alexandre macabro, sem nenhuma intervenção dos novos aliados da prefeita eleita, é um sinal de que haverá continuidade nas prioridades e práticas administrativas pelo governo eleito...

O orçamento é (ou pelo menos deveria ser) a "carta de navegação de um governo"...Ali podemos entender quais são os rumos que uma administração percorrerá...

Quando mantém intactas, sem nenhuma ressalva, as previsões de gastos, investimentos e arrecadação, o novo governo assume para si a herança do anterior...

A repetição de secretários, a cooptação de desafetos, a adoção da mesma solução para velhos problemas (terceirizados), são todos sinais de que só houve mudança de lado, pois a "moeda" é a mesma...

6 comentários:

Mislu disse...

Marcos Santos Soares - Shrek, o Ogro -, de volta à presidência da Fundação Trianon? Só pode ser brincadeira. E de péssimo gosto.
Mas que vai ser muito divertido ver a convivência entre ele, Orávio de Campos e Avelino Ferreira, lá isso vai.

Mas Avelino e Marcos Shrek têm algo em comum. O primeiro adora ver o seu gabinete cheio, "artistas" espalhados pelo chão, onde se deitam e tiram cogilo ali mesmo. É a livre expressão em ação, daquele que sempre diz "agora chegou a nossa vez; agora é a vez daqueles que foram excluídos do poder". Ninguém melhor que ele para lidar com esse tipo de "phoder".

Já o Shrek do Trianon não fica atrás. Na sua primeira passagem pelo Trianon, esticava as pernas sobre a mesa, tentava emitir palavras inteligentes, mas se ouvia apenas grunhidos estranhos.

Vai ser divertido, muito divertido, ver essa equipe de cultura de Rosinha em ação. Aguardemos.

Mislu disse...

Corrindo palavra na quarta linha do 2º parágrafo: ... tiram cochilo ali mesmo...

Mislu disse...

Ihhhhhhhh... tá amarrado.

Corrigindo palavra na quarta linha do 2º parágrafo: ... tiram cochilo ali mesmo...

Anônimo disse...

Na verdade a aprovação do orçamento para 2009, sem a suposta intervenção dos novos eleitos, será apenas e tão somente, um artifício, ou melhor, um salvo conduto para que a Sra. Rosangela justifique que nada poderá ser feito de diferente em sua adninistração, já que como todos sabem o orçamento aprovado para 2009, o foi sob a ótica de prioridades de um outro governo

Anônimo disse...

Complementando o comentário anterior, ou melhor retificando, o orçamento para 2009 foi aprovado sob a ótico de um outro (des)governo.
Ou alguém duvida que com ferrugem, pudim, ranulfo, zacarias, auxiliadora, feijó, família barbosda lemos e tantos outros não citados, a partir de 2009 teremos mais um "novo" (des)governo

Anônimo disse...

Calma que ainda vem Claudeci, Fernando Leite, Russo Peixeiro e etc....