sábado, 31 de janeiro de 2009

A escolha de um sofisma...

O monitor campista segue sua peregrinação ao altar do poder, para quem sabe, ofertar o sacrifício da liberade de imprensa a troco de uns trocados...

Na edição de hoje, o jornal repercute uma entrevista coletiva da prefeita para anunciar o "critério" para realocar os servidores piratas...

Ora, ora...Como pode o monitor utilizar a palavra critério, sem nenhuma ressalva, se todos sabemos que a única forma para para acessar cargos públicos, com justiça e moralidade, é o concurso...

Na legenda da foto da "entrevista coletiva" da prefeita, que o monitor estampa em sua primeira página, está lá a palavra "critério", usada sem nenhum critério...

São os detalhes onde se esconde o diabo...



História incrível...epílogo...

Chegou-nos uma notícia triste...O rapaz que foi atropelado por uma motorista bêbada, em São Fidélis, e que havia sobrevivido após ser atirado no leito do Paraíba do Sul, e socorrido, coincidentemente, por sua esposa que trabalha nos Bombeiros, não resistiu aos ferimentos e faleceu agora a pouco no Hospital Ferreira Machado, onde se encontrava desde então...

A motorista embriagada, que respondia pela lesão corporal, e também foi autuada por dirigir sob efeito do álcool, agora será processada, caso  o MP ofereça a denúncia, por homicídio culposo...

Infelizmente, mais uma vida subtraída nessa como resultado de uma soma criminosa: álcool e direção...

Das duas uma...

Ou o procurador municipal é dos casos típicos de incompetência, ou a prefeita escolheu fazer uma administração ao arrepio da lei...

Boa parte dos atos mais importantes exarados pela chefe do executivo municipal está eivado de inconstitucionalidade ou outro vício legal...

Logo no primeiro decreto, a supressão e mudança da estrutura organizacional da pmcg, que usurpa a atribuição exclusiva da casa de telhado de vidro, a câmara municipal...

Depois a instituição de taxa de iluminação pública, para maioria da doutrina e da jurisprudência, fere a Constituição...

Agora, como o Cléber Tinoco já publicou em seu blog(www.clebertinoco.blogspot.com), as irregularidades abraçam o regime de concessão de serviços públicos, nesse caso, as linhas de intinerário de transporte coletivo... 

Não seria função da procuradoria municipal fazer os reparos e alertas para os erros das iniciativas da prefeita...? A não ser que não sejam erros, como já mencionamos, e sim uma atitude deliberada de rasgar as normas, sob o argumento da "emergência"...Bem parecido com o método do macabro, não acham...?


De boas "intenções"...

O presidente da ALERJ, a casa parlamentar que detém 50%dos seus deputados ligados a alguma investigação criminal, ocupou espaço no diário da prefeita para fazer proselitismo com a tragédia alheia...

Como já observou o atento Ricardo André, picciani ao doar uma parte dos recursos orçamentário daquele ente estatal, deixa transparecer algumas situações estranhas, que são eclipsadas pela suposta "bondade"...

A primeira é que se sobraram 61 milhões de reais da previsão orçamentária inicial, pode ter havido uma super-estimativa...E para quê...? Justamente para que ações populistas desse tipo pudessem ser realizadas...

O outro aspecto é legal: a transferência de recursos entre órgãos e entes públicos obedece o rigor da Lei...Salvo engano, é necessária a formalização de um vínculo jurídico com a destinação expressa da finalidade da verba(convênio, acordo de cooperação, etc, etc...)

Se queria fazer papel de bom moço, picciani deveria consultar as prefeituras beneficiadas, e assim contratar ou adquirir bens e serviços necessários, através de uma licitação...

Bom, alguns dirão que a emergência provocada pelas chuvas justificaria o repasse, que seria um atalho aos entraves burocráticos...

Pode ser, mas lembrem-se que não cabe a ALERJ fazer o papel destinado aos poderes executivos do Estado e dos muncípios...
E mais, como não existe "sobra" quando se trata de erário, se "sobrou" dinheiro no caixa da ALERJ, com certeza essa previsão errada privou o Poder Executivo Estadual desse numerário...Ou seja, picciani só trocou o dinheiro de lugar, mas não deixou de lucrar politicamente com isso...

dinizinho "feizi totô"...

O presidente do ex-pt da luz vermelha, dinizinho "feizi totô" perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado...

Poderia, por exemplo, aproveitar para fazer o que lhe cabe: instaurar um procedimento ético para apurar a conduta de alberto freitas, ex-presidente da Zumbi dos Palmares...Como aliás, não fez com neinha camburão...

O fato de estar licenciado do ex-pt não lhe garantia um salvo conduto para cometer as irregularidades que foram veiculadas na imprensa local...

Pois, se é verdade que o instituto da licença suspende, temporariamente, suas obrigações e direitos partidários, não resta a alberto freitas, caso se confirme as suspeitas, em condições éticas de reaver essas prerrogativas...

Outra questão importante é: todos sabem que o ex-pt manteve-se ligado umbilicalmente ao governo através de nomeações em escalões inferiores...Sem mencionar que arnaldo popozão melancia vianna era o candidato governista...

O dinizinho "feizi totô" reúne duas "qualidades ímpares", burrice e má-fé...!

Samba de uma nota só...!

É espantoso...

Quem lê a seção de política do diário da prefeita tem a impressão de que o mundo gira em torno dela...

Dia após dia, desde que se elegeu para o cargo, raras são as oportunidades que os leitores desse hebdomadário conseguem alguma informação que não seja acerca da mandatária...

Tanta exposição obedece a uma lógica: criar um "guarda-chuva" de marketing, a fim de evitar que as deficiências do governo enham à tona, e também criar uma "imagem" da governante onipresente, para camuflar a realidade de quem manda mesmo na administração é seu marido...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

História incrível...

Há certos acontecimentos tão fantásticos, que é quase impossível acreditarmos não se tratar de uma ficção...

Foi o que houve onte à noite, em São Fidélis...

Infelizmente, um dos ingredientes desse enredo é bem comum, e não tem nada de admirável: a embriaguez ao volante...

Uma motorista, após consumir bebida alcóolica em um clube social da cidade, entrou em seu carro e o transformou em uma arma...como sempre acontece....!

Ao cruzar a ponte recém inaugurada, que liga os bairros da Ipuca e ddo Centro, em São Fidélis, a motorista invadiu a contramão, e atingiu em cheio um motociclista que vinha em sentido contrário...

O fato inusitado:
Com o impacto, o motociclista foi arremessado no leito do rio Paraíba do Sul, e mesmo com a perna quebrada, uma costela quebrada e múltiplas contusões no tórax, nadou por quase um quilômetro, e após cair de uma altura de mais de 10 metros, foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros...
Mais coincidência: o local de onde foi resgatado é em frente ao clube de onde saiu a motorista que lhe atropelou...

Agora a cereja do bolo, para "confeitar" esse roteiro de quase-tragédia que resultou em final feliz:
Na viatura do bombeiro, uma das socorristas era justamente a esposa do motociclista, que estava de plantão nessa noite improvável...

A vítima foi levada para o Ferreira Machado, onde foi submetida a cirurgia e convalesce naquele hospital...
A motorista foi submetida a exame de alcoolemia no IMLAP, e após a constatação da embriaguez, foi autuada em flagrante e liberada após pagamento de fiança...

Digam se não dá um filme...?

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A guerra e suas nuances...

Os israelenses quebraram o cessar-fogo, e recomeçaram os ataques na Faixa de Gaza...

Aparentemente, o que Israel pretendia com esse intervalo era ganhar fôlego, e principalmente, possibilitar que a rejeição ao maassacre que promovia fosse "esquecido" pela mídia...

Isso sem mencionar que a manutenção dos ataques em meio a festa de posse do presidente dos EEUU, seu maior aliado, soaria como uma provocação desnecessária...

Noite passada as forças israelenses bombardearam túneis próximo a fronteira egípcia, em Rafah...

De acordo com as autoridades israelenses os ataques são uma retaliação a uma ataque a bomba do Hamas, que causou a morte de um soldado de Israel...

O Presidente Barak Obama enviou um emissário especial George Mitchel para mediar as negociações entre palestinos e israelenses...Em suas palavras, publicadas no jornal espanhol El País: "Enviar George Mitchel é o cumprimento de minha promessa de que não vamos esperar o fim do mandato para promover a paz entre israelenses e palestinos. Vamos agir já"

O ex-pt e a esfinge...

A maioria de nós já ouviu esse velho adágio: decifra-me ou te devoro...

Esse ultimato da esfinge tem, como é próprio dos mitos, uma carga simbólica que tende a representar nossos dilemas humanos...
Nesse caso, está claro: a possibilidade de ser devorado, caso erremos ou recusemos responder essa trivia mortal , é uma alusão a nossa busca por conhecimento e informação...
Só a informação e o conhecimento podem nos salvar da pior das mortes: a ignorância...

O ex-pt de Campos dos G. está diante desse problema...E o que é pior: o ex-pt é sua própria esfinge...Diante de si, os militantes ex-petistas têm um desafio...desvendar seus próprios erros, e responder se é capaz de avançar e superar a si mesmo, ou sucumbir e ser devorado por sua incapacidade de recuperar sua credibilidade...

O reaparecimento do presidente da legenda, hélio ano(r)mal, um dos responsáveis(junto com odisséia, makhoul, médico & monstro, dinizinho feizi totô, neinha camburão, etc) pelo aluguel desse ex-partido aos telhadeiros de vidro é sintomático...

Hoje, na folha de embrulhar peixe, o "gênio estrategista" parece nos indicar que o caminho do ex-pt é a autofagia...
Quando, com o auxílio da folha de embrulhar peixe("entre as bases e os blogs", é a chamada da matéria)procura "rotular" os campos em disputa, valorizando a instância que controla, em detrimento dos espaços onde é possível uma crítica a sua desastrosa gestão, o presidente do ex- pt da luz vermelha demonstra toda sua incapacidade para reestabelecer um consenso, bem como revela sua má-fé endêmica ao balizar o debate sobre premissas falsas...

O "desconhecimento" ou a falta de reconhecimento da direção do ex-pt sobre o grave erro cometido ao se tornar cúmplice do telhado de vidro, fará com que seus campos políticos em disputa se devorem...
Uns porque não desejam admitir sua responsabilidade, pois imaginam que perderiam espaço...Sufocam, assim, um dos pilares do ex-pt, sua democracia interna que sempre garantiu as minorias a chance de intervir nos destinos do ex-partido...
Outros porque estão imobilizados na ausência de capacidade de ganhar o controle das instâncias partidárias, e se mantêm como "guardiões" do capital ético do ex-partido, mas sem avançar na realpolitik...

Não há dúvidas que os blogs não são espaços onde se resolverão os entraves institucionais do ex-pt...
Mas se o debate acontece de "fora para dentro" é porque os controladores da legenda não são capazes de criar um ambiente saudável a interlocução, negociação e consenso...Essa responsabilidade não pode ser dividida com a minoria exilada...É uma prerrogativa de quem detém o poder, e não de quem é massacrado por ele...

No ex-pt de Campos dos G. prevalece, nos dias atuais, a lógica sionista: segregação e imposição de regras baseado apenas em superioridade numérica, sem discussão de princípios ou valores...
Como os palestinos e seus túneis na faixa de gaza, os militantes exilados tentam sobreviver traficando informação pelos "túneis da blogosfera"...
Contra os posts(nossos foguetes qassam), os donos do ex-pt respondem com a "artilharia pesada" da mídia tradicional...

Uma luta desigual, mas onde todos saem perdendo...


terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Depois da tempestade...

Há momentos onde determinadas instituições e entes do poder estatal apresentam um desgaste profundo...São épocas de transição e depuração, que se levadas à cabo tendem a fortalecê-las...

Por mais que pareça paradoxal, a desmoralização recente da justiça brasileira é uma oportunidade para que a sociedade civil discuta os rumos e o papel desse poder republicano...

Episódios como os protagonizados por gilmar mendes, pelo judiciário do Espírito Santo(flagrado como um "balcão de sentenças), dentre outros, revelam as entranhas de uma estrutura que se julgava acima de qualquer suspeita, e intocada pela reprovação da opinião pública...

Se é verdade que a exposição pública dos crimes cometidos por bandidos togados afeta a crença na Justiça, por outro lado, a possibilidade de demolir o pedestal sobre o qual se equilibrava o mito da "imparcialidade" e do "quase sagrado" conteúdo das decisões, aproxima esse poder dos seus pares: o povo...
Começamos a entender o intricado jogo de interesses sobre os quais está montado nosso aparato judicial, seu caráter classista(claramente favorável às elites) e sua falibilidade...
É preciso ter cuidado, e avançar na crítica, isolando a superficialidade das análises feitas para agradar o senso comum e seu desejo de "vingança pública"...

Está claro que o judiciário e ministério público, em nossa região, foi absorvido pelas duas facções que disputam o poder na cidade, com raras e honrosas exceções...

A possibilidade de renovação do TAC(Toda Anormalidade Continua), e a manutenção do "piratas parasitas" no lugar de servidores concursados, é uma demonstração dessa (im)postura...juízes e promotores balançam em um fio instável, onde fazem malabarismos jurídicos para adequar suas decisões aos interesses dos grupos políticos de sua preferência...

Com isso, dissolve-se a legitimidade das ordens judiciais, e roçamos perigosamente o território das sentenças de encomenda, que minam a democracia e o Estado de Direito...

Somente a possibilidade de aprendermos com esses erros, através do amadurecimento do debate, pode nos possibilitar o surgimento de uma Justiça mais próxima do interesse coletivo e dos princípios republicanos... 

Mais uma lição...

Essa semana foi crucial para a discussão acerca das atitudes de governantes em cercear o acesso da sociedade a documentos públicos, que contenham dados fundamentais para a compreensão do processo de tomada de decisão em momentos históricos...

Primeiro, nos EEUU, o Presidente Barak Obama mandou abrir os arquivos da era bush, pai e filho...Antes, essas informações estavam sob controle rígido de suas filhas, conforme já vimos aqui em um post anterior...

Agora, nas terras da rainha, um juiz que trata das petições de acesso a documentos governamentais acaba de ordenar que se divulguem os registros sobre a discussão, no governo de Tony Blair, da legalidade da invasão do Iraque...

Há suspeitas que pressões políticas tenham feito o procurador geral do Reino Unido, Lord Goldsmith, alterar suas "convicções" sobre a campanha militar, diante do embate travado com a ONU...

Em 07 de março de 2003, dias antes da invasão das tropas britânicas, Goldsmith levantara dúvidas sobre aspectos legais...Dez dias depois, como a ONU negou autorizar a invasão, através de uma resolução, Goldsmith mudou subitamente seu parecer, o que sugere ter sucumbido aos "apelos belicosos" do então primeiro ministro Blair, ávido por apoiar a cruzada bushiana...

Enquanto por lá o Estado mostra suas vísceras para fortalecer suas instituições, por aqui no Brasil, até hoje, acreditamos ser possível nos reconciliar com nosso passado varrendo-o para baixo do tapete...
Ainda existem "desaparecidos", cemitérios clandestinos e toda sorte de absurdos escondidos sob o manto da covardia cúmplice, por aqui chamada de "sigilo, ou informação classificada"...

É a informação que garante aos povos a possibilidade de refletir sobre seus erros, e evitar que se repitam...

Os rôtos e os esfarrapados...ou: o porco e o toucinho...!

O jornal mais antigo de Campos dos G., e dono de um "monopólio ancestral" em relação as publicações oficiais, está sob fogo cerrado...

De todos os lados pipocam questionamentos sob o privilégio concedido ao monitor campista, responsável pelo diário oficial do município...

Quem sabe poderemos começar a travar um debate amplo e democrático sobre informação, mídia e poder nessa cidade...?

Resta saber, se os que denunciam o monitor estão dispostos a discutir sobre seu próprio "quintal"...

Onde está a academia de imprensa campista...? Existe sindicato de jornalistas nessa cidade...?

Não seriam os interlocutores principais para fomentar e mediar um debate tão necessário ao exercício da cidadania, aqui, no pântano goitacá ou em qualquer parte do mundo...?

Ou será que democracia, mobilização e participação não se aprende nos bancos da faculdade...?

Um desperdício de uma ótima oportunidade de colocar uma luz sobre um setor acostumado a operar nas sombras...
Nesse meio, todos têm telhado de vidro...

Fica tudo como está...

Diante dos fatos recentes, só resta aos seguidores do casal de napoleões enfiarem a "viola no saco"...

Repetem-se os mesmos erros no trato da coisa pública...aliás, não se trata de erro, o caso é pensado e o dolo está claro...

Concurso público se tornou uma palavra proibida na contratação de servidores...

Tudo segue um roteiro conhecido:

Estica-se o prazo até o limite, e na ausência de soluções perenes(concurso), renovam o ciclo da "emergência", alimentadas por toda sorte de chantagem...

Os "piratas" terceirizados revelam sua "força"...Rasguemos a Constituição e cuspamos na cara dos que acreditam que vale a pena cumprir a lei e estudar para acessar um cargo público...

Qual nada...basta ficar de quatro, abanar o "rabinho", deitar, rolar, fingir de morto, e vestir a "coleira eleitoral" dos "novos tempos"...

Salvo isso, qual o critério para definir quem é "essencial ou não"...? Nunca saberemos...!

Toda sorte de sofismas já foram usados: da impossibilidade orçamentária de custeio da mão-de-obra, passando pela crise econômica e agora, com uma "degola para inglês ver"...
Como uma parte já foi degolada, e a "conta política" debitada no governo anterior, ficou mais fácil elaborar mais um falso "argumento", com nome recente de: essenciais...

Seis mil servidores pendurados no "improviso", a mercê da manipulação descarada...
O que nos causa estranheza é a Justiça, Ministério Público, etc, etc, embarcarem nessa cantilena...

Será que "os motivos" do governo atual são mais legítimos que os motivos da gestão anterior...?O que mudou...?
Pelo jeito, nada...!
Ahhh...! Temos uma epidemia de dengue como ameaça...Bom, mas não foi o vice-prefeito em entrevista ao monitô-aí que disse que o risco é quase inexistente...?
Bom, quem será que fala a verdade...? A prefeita, ou o seu vice...?

Não é à toa que governadores e presidentes da república não abrem mão de indicar seus desembargadores "prediletos" para as cortes superiores...




Notícia requentada...

Para quem é especialista na área jurídica, campo profícuo na blogosfera goitacá, com blogs como do Cléber Tinoco, Cláudio Andrade e Maxsuel Barros Monteiro, a notícia alardeada aos quatro cantos do pedido de prisão de alexandre macabro não passa de factóide requentado...

Na verdade, o pedido está feito desde a apresentação da denúncia ao TRF, onde tramitou a ação até agora, em virtude de sua competência para processar quem detém foro privilegiado...

Ao termo de seu mandato na pmcg esse "privilégio" cessou, e assim, volta a ação para a primeira instância da Justiça Federal, onde caberá ao Juiz competente decidir sobre a decretação, ou não, da prisão do ex-allkayde macabro...

Não há nada de novo...a não ser o fato da juíza que substitui o titular ter declinado sobre a possibilidade de dar andamento no procedimento judicial, que aguardará o retorno do juiz que goza suas férias...


segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Efeito colateral...

Geralmente, fatos como o que vitimou a modelo capixaba, acometida de uma infecção generalizada, a partir de complicações originadas nas vias urinárias, são tratados com destaque pela mídia...

O que não garante informação de boa qualidade, ou uma análise menos superficial das causas de determinados problemas...

Socorrem-nos os meios de comunicação com a palavra mágica: "fatalidade"...assim, evitam temas espinhosos aos seus interesses, e de quebra, diluem responsabilidades...

Ninguém questiona a importância da indústria farmacêutica, e sua contribuição à pesquisa de soluções farmacológicas para a prática da medicina...

No entantto, como toda atividade privada em larga escala, a ausência de regulamentação estatal traz uma busca desenfreada por lucros, a despeito do interesses da coletividade...

Nesse caso específico, por mais paradoxal que seja, a indústria farmacêutica é cura e algoz, ao mesmo tempo...

A escalada de uso indiscriminado de antibióticos, estimulada por um exército de propagandistas e toda uma rede de "suporte", que assedia médicos e profissionais de saúde, e o setor varejista(farmácias), através da prática de oferecimento de toda a sorte de "agrados", desde pequenos brindes, passando por "amostras grátis", terminando em patrocínios de congressos, festas e outros "mimos", acarreta o surgimento de bactérias cada vez mais agressivas e resistentes ao nosso sistema imunológico....

Ou seja, quanto mais as indústrias farmacêuticas investem para apresentar ao "mercado" sua mais nova descoberta, e buscam aumentar suas vendas para justificar anos de caríssimas pesquisas, mais estaremos expostos a infecções cada vez mais resistentes...

Junte-se a isso, ambientes hospitalares que desrespeitam os mais básicos conceitos de higienização e prevenção a contaminação, e pronto, temos um círculo vicioso difícil de ser rompido, haja vista os interesses econômicos gigantescos que alimenta toda a cultura médica sedimentada no excesso de uso de medicamentos...

Nos seus países de origem, as empresas farmacêuticas enfrentam forte controle...
Por aqui, toda vez que se fala em aumentar a intervenção do Estado nesse setor fundamental, a saúde pública, há uma grita geral, e são hasteadas as bandeiras do liberalismo decandente...

Mas fica o aviso: é melhor prevenir que remediar, sempre...! 

Debate acadêmico, sem "academicismo"...

Publicamos aqui, depois de receber um e-mail do professor do Professor Hamilton Garcia, um texto de sua lavra...
Ao contrário do que pregam os fanáticos da lapa, que só legitimam o discurso acadêmico que os favoreçam, entendemos ser imprescindível construir um diálogo permanente entre a Academia, sociedade civil e governos, para uma troca de saberes e a construção de consensos ou debates possíveis, a fim de elaborar uma agenda política lato sensu que privilegie a solidificação dos princípios republicanos...

Por aqui, os fanáticos da lapa, que sempre trataram a UENF como quintal das suas aventuras totalitárias(vide a nefasta relação UENF x fenorte), continuam a desprezar o conhecimento científico que desvenda seus cacoetes caudilhescos...
Preferem o campo da "fé cega", baseado em "atributos pessoais", em detrimento do entendimento da política como ciência e fenômeno...

A única possibilidade de recorrerem a ciência, é o "vício" em pesquisas de opinião...Como vemos uma redução do exercício da política a quantidade, ou seja, a mera contagem de votos como referência de seus projetos, e os meios disponíveis para angariá-los...quaisquer que sejam...

Leia o texto do Professor Hamilton Garcia, cientista político e docente da UENF., e confira por si mesmo...

Vem se tornando bastante comum, no meio acadêmico e entre os formadores de opinião, a percepção de que o clientelismo é um falso problema, pois manifestação hodierna, mesmo que enviesada, da inclusão política e social. Para estes intelectuais, o clientelismo vem ao encontro dos anseios de cidadania dos excluídos, derivando daí a razão de sua popularidade entre as maiorias carentes de políticas públicas e sua impopularidade entre a minoria já atendida por elas ou pagadora de serviços privados.

Os argumentos positivantes do clientelismo são, como ocorre em grande medida à maioria dos produtos da perspectiva funcionalista de viés conservador, bastante simplificadores, não obstante sua aparente sofisticação. O aspecto mais problemático deste tipo de abordagem encontra-se em sua relativa alienação histórica: partindo de uma literatura estrangeira e de sua tosca adaptação ao nosso contexto nacional, perde-se de vista que não se trata de fenômeno assincrônico, ou seja, desconectado de um contexto específico que lhe empresta determinado sentido em vez de outro.

Se alguma inteligibilidade tal análise nos permitisse, ela não ultrapassaria os umbrais das periferias das maiores cidades brasileiras nos anos 1960-1980, quando a expansão econômica criou as grandes cidades-dormitório carentes de Estado. Neste cenário, as políticas públicas adentraram a vida cotidiana pela mão de chefes políticos locais que manipulavam discricionariamente recursos de estruturas estatais embotadas — como foi o caso da Baixada Fluminense sob o tenorismo e o chaguismo.

Hoje, ao contrário, a função social do clientelismo é marginalmente prover serviços onde eles não existem e muito mais perverter estruturas estatais razoavelmente desenvolvidas e estruturadas, em proveito de grupos privados de poder. Não que não existam buracos na malha estatal de serviços — no plano federal, estadual e municipal —, mas tais “buracos” são politicamente construídos visando a enfraquecer o Estado em proveito do empoderamento dos grupos que controlam o voto popular.

Neste novo contexto predominante, em níveis diferentes conforme o desenvolvimento regional, estes “buracos negros” atraem uma massa compacta de interesses privados que impedem o fluxo normal do interesse público, promovendo-o por caminhos perversos. Apesar da irracionalidade burocrática do procedimento, sua legitimação ocorre pela prevalência do senso comum popular, que tende a perceber o interessse privado como mais palpável e seguro que o interesse público — pecado venial da superficialidade leiga, que não poderia ser repetido por intelectuais de alta cultura.

Na modernidade, o interesse público é provido através de estruturas burocráticas, cujos objetivos são o de maximizar os benefícios ao maior número possível de pessoas a um custo economicamente sustentável. Nela, o clientelismo atua não como agente catalizador de políticas públicas, como na protomodernidade, mas como corrosivo de estruturas burocráticas que as canalizariam em proveito da cidadania, restringindo, ao invés de ampliar, o alcance e a efetividade das políticas de bem-estar.

É o caso, por exemplo, das freqüentes interferências de vereadores e deputados, ou pretendentes, nas organizações públicas de ensino, saúde, assistência social, etc., visando a privatizar parcelas de suas estruturas de atendimento em benefício de seus cabos eleitorais e potenciais eleitores. Neste esforço político predatório, os agentes públicos são coagidos, sob pena de perderem seus cargos ou bônus de promoção, a fraudarem a éticapública em proveito da ética egoísta dos dirigentes do Estado e seus asseclas, sacrificando, em proveito de critérios eleitorais, os critérios técnicos e impessoais de seleção para admissão em creches, escolas e leitos hospitalares dependentes da rede pública.

O clientelismo, sob esta ótica, é muito mais perverso do que outrora, quando as estruturas burocráticas do Estado mal se formavam. Isto porque, hoje, ele se limita a corromper as possibilidades de atendimento generalizado de boa qualidade, criando, de quebra, um grave problema político: a desmotivação e o desvirtuamento do funcionário público, bem como a fragmentação da própria cidadania. Ambas as vítimas do clientelismo perdem sua autonomia e passam a cultivar laços de dependência com quadrilhas “políticas” que as tranformam em verdadeiros vassalos, pedintes de seus algozes, em meio a uma anomia civil e corporativa que lembra mais o velho “coronelismo” que a tão almejada modernidade.

As eleições que se avizinham, sem as reformas poíticas que fortaleceriam os partidos e outros atores coletivos democráticos, estão fadadas a repor o status quo do clientelismo hodierno e seus malefícios, marca registrada do Brasil: um país desigual e injusto que tropeça na tacanhez histórica de sua elite política.

---------

Hamilton Garcia de Lima é cientista político e professor da UENF (Campos, RJ).



Fonte: Especial para Gramsci e o Brasil.

Doença incurável...

O colunismo(ou "colonismo", como diz Paulo Henrique Amorim) social é uma doença específica do jornalismo brasileiro...É um dos subtipos da relação promíscua entre jornalistas de coleira e poderosos(outros nem tanto), que adornam as páginas dedicadas ao exibicionismo e voyeurismo que marcam a personalidade de leitores e "celebridades"...

Por aqui, o colunismo de coleira é pródigo em situações vexatórias de puxasaquismo, ou na publicação dos famosos "jabás", que via de regra, os sustentam ou garantem que consigam favores junto as pessoas as quais adulam...

Geralmente, os "colonistas" sociais carecem de conteúdo intelectual apurado...Outras vezes, sua suposta inteligência é eclipsada pela subserviência que praticam como profissão de fé...
Devem haver exceções...acredito nisso, mas ainda não as vi...

Hoje, no diário da corte cor de rosa uma dessas excrescências foi além...No afã de mostrar serviços aos que seguram a coleira, a "colonista" dá um tiro no pé...

Faz menção a uma suposta "investigação" de irregularidades em obras prestadas a pmcg na dinastia do macabro...Até aí nada demais...
O problema é que a "colonista", dias atrás publicou uma nota sobre a "eficiência e seriedade" de três empresas na operação tapa buracos, e dentre elas...bingo...!!!! Uma das que foi responsável pela "obra" denunciada em sua nota...
E mais grave...o empresário responsável pela prestadora é um dos pilares financeiros do casal de napoleões da lapa...

Leia nota e confira...Esse é um dos efeitos colaterais ao juntar caça às bruxas com jornalismo de quinta...
Perguntamos: será apenas falta de apuração...? será que o empresário cortou o "apoio cultural" a "colonista"...? será que está em desgraça com os novos velhos donos do poder...? ou será tudo isso junto...? É por essas e outras que gatos não gozam da fama de serem leais como os cães...!


Palmas

Elas vão para Roberto Henriques por sua iniciativa de mandar fazer auditoria e vistoriar as obras do Parque Imperial, no valor de R$ 70 milhões e as da Arthur Bernardes, orçadas em R$ 50 milhões. Excelente medida, pois ninguém sabe onde foi parar esses dinheiro todo, quantia, que com a queda dos royalties, hoje, representa três meses e meio do que o município recebe por ano.


Das lições, ilações e tradições...

Alguns dos mais importantes aprendizados não se arrecada em bancos escolares...Essa assertiva parece se aplicar aos cursos de jornalismo...

Longe de esgotar aqui a polêmica acerca da exigência de diploma para o exercício legal da profissão, é certo que ética e independência não se aprendem na faculdade...

Enquanto por aqui, jornalistas influentes fazem malabarismos semânticos para encontrar uma justificativa para o injustificável, ou seja, a crônica dependência dos órgãos de comunicação locais do dinheiro público, e os meios antirrepublicanos para conseguí-los, a revista The Economist traz um artigo interessante sobre a situação da mídia nos EEUU...
Por aqui, tentar reeditar um velho adágio militar: antigüidade é posto...!
Sufocam assim com o môfo dos hábitos seculares de subserviência a tradição que dizem defender...

No artigo abaixo, temos uma boa noção de como a vida dos jornais se desenrola...Como nascem, morrem e tentam se renovar...Longe dos privilégios e promiscuidade com o nosso dinheiro...E nem é preciso fazer vestibular para entender, basta bom senso...Essa é uma verdadeira lição de qual tradição que deve ser mantida... a da independência...

THE inauguration of President Barack Obama this week triggered a spike in newspapers’ sales as readers clamoured for commemorative issues. But otherwise the news about the newspaper business has been pretty grim, with bankruptcies, job losses and threatened closures as printed papers steadily lose advertising revenue and readers. Papers that have been the lifeblood of their home towns are fighting for their survival. This week, for example, the owners of the Seattle Post-Intelligencer, which has roots back to 1863 but which lost $14m last year, said that all its staff would lose their jobs unless a buyer is found soon.

tradução: A posse do Presidente Barak Obama esta semana disparou um acréscimo nas vendas de jornais, haja vista que os leitores clamaram por conteúdos comemorativos a data. Mas, por outro lado, as notícias sobre os negócios jornalísticos tem sido bastante adversas, com bancarrotas, desemprego e ameaças de fechamento, uma vez que jornais impressos perdem cada vez mais anunciantes e leitores. Jornais que têm sido o sangue vital de suas cidades de origem lutam pela sobrevivência. Esta semana, por exemplo, os proprietários do Seattle Post-Intelligencer, que remonta suas raízes a 1863, mas perdeu US% 14mil ano passado, disseram que todos os funcionários podem ser demitidos caso não haja um comprados em breve.

Newspapers are being forced to sell non-core assets as they struggle to roll over debts. This week Tribune, the owner of the Chicago Tribune and the Los Angeles Times, which is in bankruptcy proceedings, was reported to be close to selling the Chicago Cubs baseball team. The New York Times says that it is near to finding a buyer for part of its Manhattan office building. Some are also resorting to an old tradition among ailing newspapers of seeking a sugar-daddy. Alexander Lebedev, a Russian banker and former KGB spy, this week bought a 75% stake in London’sEvening Standard for £1 ($1.40). The New York Times also got a $250m loan from Carlos Slim, a Mexican telecoms tycoon, in a deal that lets Mr Slim raise his stake in the company to around 17%.

Jornais têm sido forçados a vender seus ativos secundários, na medida que se debatem para rolar seus débitos.Esta semana, o proprietário do Chicago Tribune e LATimes, que está em processo de concordata, noticiou que estava próximo da venda do time de baseball, Chicago Cubs. O NYTimes disse que está próximo de encontrar um comprador para uma parte de seu prédio em Manhattan. Outros recorrem a uma velha tradição entre jornais agonizantes de procurar mecenas(patrocinadores, ou na tradução literal:"pai-açucarado"). Alexander Lebedev, um banqueiro russo, e ex-espião da KGB, esta semana comprou 75% do controle acionário do londrino Evening Standard por uma libra esterlina cada ação. O NYTimes também conseguiu um empréstimo de Carlos Salim, gigante da comunicação mexicana, em um acordo que permite Slim aumentar em 17% do controle da companhia.

(...)

Such is the pessimism there are now websites such as Newspaper Death Watchdevoted to chronicling the alleged demise of papers. Ethan Zuckerman, a Harvard University pundit, recently suggested in his blog that advertisers had long overpaid for print ad space, with no guarantee of how many readers would witness their wares. Online, advertisers can see more precisely how many have viewers they have, and they pay less to place the ads.

Tamanho é o pessimismo que agora existem websites como o observador de morte de jornais (NT:algo como os contadores de mortos em conflitos), devotados a cronometrar a "morte" dos jornais. Ethan Zuckerman, da Universidade de Harvard, recentemente sugeriu em seu blog, que anunciantes pagaram, por um longo tempo, por impressão e espaço, sem nenhuma garantia de quantos leitores poderiam ver seus anúncios.Online, anunciantes podem ver mais precisamente quantos são os leitores que têm, e pagar menos para publicar anúncios.

Despite the bad news, there are also grounds for optimism. Another media pundit, Jeff Jarvis, notes that the low cost of internet advertising should mean that large numbers of smaller businesses can now afford it. And although fewer people are buying news printed on dead trees, readers are consuming it more avidly than ever, online and on smartphones. Audiences for British news websites surged last year, for example. The editor of the Los Angeles Times, Russ Stanton, says that its website’s revenues now pay for the publication’s entire print and online editorial staff. Publishing news electronically is also cheaper than printing and distributing it on paper. There is still huge demand for newspapers’ product, the question is how to get readers and advertisers to pay for it.

A despeito das más notícias, existe também motivos para otimismo. Outro especialista em mídia, Jeff Jarvis, observa que o baixo custo da dos anúncios na internet pode significar que um número maior de pequenos negociantes possam custeá-los. E embora menos pessoas estejam comprando notícias impressas em árvores derrubadas, leitores estão consumindo como nunca e cada vez mais avidamente, online e em smartphones. Aundiência dos sites de notícias britânicos cresceu drasticamente ano passado. O editor do LATimes, Russ Stanton, disse que a renda da versão eletrônica banca toda o custo da edição impressa e a equipe editorial online. Publicar notícias eletronicamente é muito mais barato que imprimír e distribuí-la em jornais. Há uma gigantesca demanda por produtos dos jornais, a pergunta é como conseguir que leitores e anunciantes paguem por isso.

(...)

Some newspaper groups, such as Tribune, are also suffering from the borrowing spree they embarked on when credit was easy. If they can cut their debts, through asset sales and bankruptcy proceedings, their chances of survival will improve. They are also finding ways to cut costs without sacrificing quality, such as sharing premises and other facilities with rivals. Old-fashioned money-making sidelines such as inviting readers to join book and wine clubs are getting a new lease of life. And the prestige and influence of being a press baron will continue to attract tycoons. Some papers’ print editions may not be around by the end of this year, but the industry is not quite dead yet.

Alguns grupos jornalísticos, como o Tribune(Chicago), sofrem também com as taxas de juros nas quais eles embarcaram quando o crédito estava fácil. Se puderem acabar com as dívidas, através dos procedimentos de vendas e da concordata, suas chances de sobrevivência crescerão. Estão também procurando meiros de cortar custos sem sacrifício da qualidade, compartilhando premissas e outras facilidades com concorrentes. Velhos modos de captação de dinheiro como convites a leitores para aderir a clubes de livros e vinhos estão renascendo. E o prestígio e influência de ser um barão da imprensa continuará a atrair figurões. Alguns jornais impressos podem não durar até o fim desse ano, mas a indústria ainda não está morta.

TrOlHadinhas...

Voltamos com as nossas perguntas incômodas, mas necessárias, como usar capacete para andar de motocicleta...A novidade que arriscamos algumas respostas...

Você acreditou na passagem a um real...? Azar o seu...!

Onde está o portal da transparência...? É tão transparente, que ninguém vê..!

O que faz ferrugem einstein no governo...? Deita, rola e finge de morto...!

Para que serve um gabinete militar...? Para articular um golpe de Estado, caso o resultado das urnas não lhes dêem a presidência...!

Para que serve um escritório de "representação" da pmcg na capital...? É só para representar, dizem que concorre ao OSCAR(oscaradepau)...!


Diferenças fundamentais...

Há na primeira semana do presidente estadunidense Barak Obama uma tentativa, até agora bem sucedida, de demarcar uma distinção estrutural em relação ao governo bush jr....

Essa alteração se opera no campo mais importante para qualquer governo: o campo dos valores e princípios que norteiam a administração e o trato com a coisa pública...

A ferramenta indispensável para executar tal empreitada é o acesso democrático a informação...

Nesse ponto, o atual morador da Casa Branca revela que manterá um canal permanentemente aberto com seus eleitores e com a sociedade civil em geral....

O governo bush jr atingiu um dos pilares da civilização estadunidense, a liberdade de expressão, formalizada por  decreto(decreto presidencial 13233, de 01 novembro de 2001)que limitou toda e qualquer informação acerca da era  bush pai(como vice de reagan e como presidente) e dele próprio, bush jr...

Com isso, apenas a família bush detinha o acesso a 20 anos da história do país, e e manipulou tais ados de acordo com os interesses da família, tarefa delegada as filhas jeena e barbara bush...

Em um longo artigo para a revista eletrônica alJazeera, Robert Parry, jornalista que desvendou boa parte das histórias acerca do escândalo Irã-Contras, em 1980, descreve como os bush levaram a cabo a teoria de que uma população mal informada é mais facilmente manipulada... 

Um caso explicitado pelo articulista é a manobra para encobrir as ligações perigosas do então e atual secretário de defesa, Robert Gates, que havia trabalhado também para bush pai...

O jornalista Robert Parry destaca a ironia contida no fato de que Robert Gates, secretário de defesa mantido no cargo por Obama, deverá se submeter a exposição das informações que conspirou para controlar...

Para nós é uma demonstração de maturidade republica e institucional...

Bem diferente do que assistimos em ares pantanosos da planície goitacá...

Como se vê, para imprimir uma marca de renovação não basta ocupar a mídia com caça às bruxas, ou factóides requentados...

Nos EEUU, uma das grandes demandas, ao lado da monumental crise ecnômica, é a questão dos direitos humanos lato sensu, dentre eles, o acesso a informação...
Com a suspensão dos processos de Guantánamo, e agora, com a revogação de todos os atos presidenciais sobre restrição de acesso a documentos e informação, Obama sai do discurso e passa a intervenção de fato para mudar a realidade que criticava, e a qual foi eleito para mudar...

Tudo isso em menos de cinco dias de governo, o que nos revela que mudanças importantes não requerem tempo, e sim, compromisso e coragem...
Cai assim o mito de que é preciso aguardar para mudar velhos e nefastos hábitos...!

Enquanto isso, no pântano cor de rosa, muita gritaria e pouca ação...aliás, como de costume...

Transparência é só um slogan, como tudo ao redor...!

Vitória da democracia...


Poucos meses após passar por uma severa crise institucional, onde governadores de oposição dos departamentos conhecidos como "meia-lua" promoveram a afronta ao governo central, com episódios de violência que culminaram com homicídios em massa de camponeses, a Bolívia deve aprovar, como indicam as tendências, um nova Constituição, que amplia a intervenção do Estado na administração e distribuição de suas riquezas... 

Nas primeiras horas após o término da votação, e espectativa é que a noca Carta Magna boliviana conte com 60%da aprovação dos eleitores...

No entanto, nos departamentos controlados pela oposição conservadora, não houve uma adesão claramente majoritária, o que imporá uma negociação delicada...

É a primeira vez que uma Constituição boliviana é submetida, também, a consulta direta a população, além de sua aprovação no Parlamento...

Apenas pequenos incidentes aconteceram em Santa Cruz de La Sierra, mas os 350 observadores internacionais, da OEA, União Européia e Fundação Jimmy Carter são unânimes em confirmar a lisura e normalidade do processo...

Dentre as mudanças destacadas estão o impedimento que as propriedades agrárias tenham mais de 5.000 hectares, alterações estruturais que ampliam os mecanismos de ocupação das esferas de poder pelos povos indígenas e, finalmente, a possibilidade de reeleição do presidente...

Analistas supõem que o presidente antecipará as eleições presidenciais, previstas para 2010, para o ano de 2009...

Caberá ao governo e opositores a sabedoria e tolerância política para cicatrizar as "feridas" de séculos e séculos de divisão e exclusão...
Já ficou claro que no confronto, todos perdem...!

Fonte e foto: El País.

Homenagem póstuma...!

Há, no embate político, em qualquer esfera de discussão, interlocutores que merecem respeito e críticas, e outros que só merecem críticas...e as mais ácidas possíveis, haja vista seu comportamento hipócrita e canalha...

Outros ultrapassam qualquer limite de convivência, inclusive a de caráter belicoso...São os que descem tão baixo na escala do puxasaquismo e falta de noção de ridículo, que nos levam a dedicar a eles a mais completa e sepulcral indiferença...que como sabemos, é o pior sentimento que podemos dedicar ao próximo...

Assim é o ave-lynus...Diante do seu surto psicótico, de sua falta de capacidade de explicar seus atos, como a pesquisa pela qual recebeu e não entregou, sua incongruência endêmica entre suas atitudes e seu discurso, e o que é pior: sua subserviência canina aos seus "donos", que lhe mantém sob coleira curta, resolvemos apagar esse tipo de ser desprezível do nosso blog...

Tudo que tínhamos para dizer sobre sua (im)postura, já foi dito...

ave-lynus está morto...! e pelo jeito, o mau cheiro de sua biografia já começa a exalar...de herança, deixa apenas a vergonha de ter sido capacho por toda a vida...

Por aqui já o sepultamos, resta o ato final: o lixo da história...
Já foi tarde...!

PS: não gaste sequer uma vela com defunto ruim...

domingo, 25 de janeiro de 2009

Boa sorte, professor...

Bom, ainda não ouvi as considerações do Fábio Siqueira sobre sua "contratação" pela folha de embrulhar peixe...

Mas uma certeza nós temos: ganhou a folha...não sei se ganha o professor...

De qualquer forma, creio que o exercício de "esticar a corda", em um veículo tradicional, e com os " compromissos" que já conhecemos, e criticamos, será um ótimo aprendizado para nosso estimado articulista...

Inegável é a repercussão dessa "aquisição" na blogosfera...Que legitima e expande seus domínios, em um ensaio, ainda tímido, de relacionamento com a "mídia tradicional"...Por aqui, os barões da mídia fingem ignorar esse fenômeno que é a rede de blogs que se formou no pântano goitacá...
Tem uma relação oportunista, e só citam os blogs quando há uma convergência com seus interesses imediatos...de toda natureza...!

Aguardemos o resultado dessa estranha simbiose...

Boa sorte ao Fábio, ele vai precisar...!!!!

Por que ninguém é de ferro...

Bom, para meus três ou quatro leitores, o xacal vai molhar sua pele cansada na água salgada, e quem sabe comer um pedacinho de carniça assada no carvão...

Aproveitem a domingo, sem violência, e não dirija após encher o "pote"...!

Confete e serpentina, pierrot e colombina...

Recebemos por e-mail, e reproduzimos aqui, a divulgação do 1º Concurso de Fantasias do Saldanha da Gama...
Que bom que as tradições momescas tornassem a se fortalecer, para que possamos fugir da ditadura dos trios-elétricos...

Parabéns aos organizadores pela inciativa, e sucesso...

1º Concurso de Fantasias do Saldanha da Gama

O Clube do Almirante, promove em sua "Tenda de Eventos", o primeiro concurso de fantasias, no dia 19 de fevereiro próximo, às 19 horas. Além de alguns destaques premiados no antigo Hotel Glória, serão apresentadas ao júri, as categorias originalidade, masculino e feminino, fantasia show e luxo, numa noite de repleta de brilho e glamour. Após o concurso, todos poderão se esbaldar com chuva de confetes e serpentinas num maravilhoso Baile de Máscaras com a participação das mulatas de algumas escolas de samba de Campos, da Beija Flor e Mangueira (Rio de Janeiro). Coordenando o evento estão, além de Geraldo Beyruth, Leila Barbosa e Marcelo Moreno que também será responsável pela decoração do espaço. As inscrições poderão ser feitas até 10 de fevereiro no próprio Saldanha (27233055) e os ingressos à venda também nas Bancas do Coliseu, do Orlandinho no calçadão e do Jolivan.


sábado, 24 de janeiro de 2009

Onde andam vocês...?

O estilo e a necessidade de impor uma gestão centralizada, personificada na pessoa do chefe ou "da" chefe, tem privado boa parte da equipe da "velha novidade" de apresentar sua soluções e propostas para os problemas que se avizinham...

Já comentamos o triste fim que levou eraldo bacelar na sua pasta de desenvolvimento...Foi "fritado", desautorizado e descartado antes que pudesse mostrar algum "serviço"...E assim continua...Nas negociações entre prefeitos da região sobre o porto da Barra do Furado, durante a visita do governador em exercício, não se ouviu nenhum murmúrio do responsável pela secretaria...

Sabemos que cabe a prefeita ter uma visão geral de todo o processo administrativo, e mais, sabemos também que cabe a ela vincular essas demanandas a sua representatividade política, sempre atenta ao jogo de interesses que se desenrola nas esferas de poder...

No entanto, a exacerbação dessa "onipresença" é um traço típico do caudilhismo populista, que tanto agrada ao casal perón e rosita da lapa...

Perde a sociedade civil, e outros setores que ficam sem a interlocução com os secretários, e seus técnicos...Ficamos a mercê de um debate empobrecido, pautado pela necessidade da prefeita de gerar factóides na mídia...

Por isso, mesmo diante da crise internacional, que estancou a economia mundial e diminuiu o consumo do nosso principal produto gerador de receita, o petróleo, não há, na secretaria de fazenda, menor sinal de como será formulada uma política tributária e fiscal do município para enfrentar o decréscimo de arrecadação...
Como se a decretação de contingenciamento fosse uma solução perene...
Sequer há sombra de uma política tributária que privilegie a geração própria de receita, para tornar o município menos dependente das oscilações e humores do mercado de hidrocarbonetos...
Uma tímida mudança foi a instituição de uma taxa de iluminação pública, que já nasce condenada a questionamentos sobre sua constitucionalidade...

A pauta da equipe da prefeita parece se resumir a gerar denúncias, e a comentar se haverá ou não carnaval...
Fica a impressão que estão todos paralizados, e sob o "guarda-chuva" do excesso de exposição de mídia da "chefe"...

A sabedoria popular já percebe que tanta publicidade se presta a desviar a atenção do que realmente interessa...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Maldade refinada...

O embate entre o complexo propagandístico da lapa, que alguns teimam em chamar de veículos de comunicação, com seus antagonistas da folha de embrulhar peixe tem nos brindado com momentos sui generis do "jornalismo pantanoso goitacá"...

Hoje, o "patrão" da folha de embrulhar peixe acertou o tom, e destilou rara ironia...

Quando fala da "idade" do napoleão da lapa, e compara com a posse do jovem Barak Obama, o "patrão da folha de embrulhar peixe" toca em um assunto caro ao perón da lapa...

Como todo político com traços caudilhescos, é necessário a impressão de uma imagem forte, uma marca junto ao seu eleitorado...Pode ser a do vingador, do caçador de marajás, do moralista, e no caso do peter pan da lapa, essas características estão associadas a sua jovialidade e mocidade, reveladas pelo apelido que adotou como nome, após plagiá-lo de um locutor esportivo famoso da capital: "garotinho"...

O efeito colateral desse apelido é justamente a passagem do tempo, que o transforma em um político com prazo de validade...Ou alguém conferirá credibilidade a um "garotinho" com 70 ou mais anos de vida...?

Daí sua neurose alucinada em chegar o quanto antes na presidência da república, objeto de seu delírio megalomaníaco de poder...

O "patrão da folha" sabe disso...e alvejou bem na mosca...ou serão "moscas"...?


Alguns entenderam, outros não...

Transparentes...

O casal de napoleões da lapa, o perón e sua rosita, são poíliticos transparentes, e não por que seus atos são límpidos e claros, e sua conduta seja coerente comseu discurso...

É justamente o contrário...são transparentes pois são previsíveis...Nunca cumprem o que prometem, e nunca agem de acordo com que pregam...

Mesmo que consideremos o pouco tempo de governo, já dá para saber a que vieram(ou retornaram)...

Sobre a passagem a um real todos já descobrimos se tratar de um grande "estelionato eleitoral"...

Os vereadores cúmplices do alexandre macabro agora foram "redimidos"...basta terem se curvado ao "cajado" do antoninho conselheiro da lapa para que sejam "purificados" da vergonha e de seus pecados, por terem sustentado o governo mais corrupto da história...

No campo da informação e prestação de contas, continuam as ações da pmcg, e nada do "portal da transparência"...A não ser que considerem "portal da transparência" as "peças publicitárias" publicadas no diário da corte cor de rosa, ou no site da pmcg...

Dirão os fanáticos da lapa, os girondinos do perón, que muito pouco foi realizado que justifique tal providência...

Não é bem assim...Se notarem bem, toda a programação visual da pmcg foi modificada, com a adoção do ridículo slogan: campos meu amor, que mais parece com nome de motel de beira de estrada...
São banners, placas, outdoors, adesivos e toda a sorte de material de campanha de propaganda, que sabemos ter um custo...Só não sabemos, e pelo jeito nunca saberemos, por quanto, como e quem prestou tal serviço...

Outra ação da pmcg foi a contratação das empresas para tapar buracos das vias públicas...Qual a natureza de certame licitatório que estão submetidos esses serviços...?

Duas semanas de governo não são suficientes para solicitar, planilhar, empenhar e autorizar tais processos...Ou são...? Estarão sob o "generoso guarda-chuva da emergência"...?
 Este é o problema da falta de informação, pois ficamos sempre no campo da especulação, embora seja nosso direito ter certeza de como gastam nosso dinheiro...

Gastam centenas de páginas de jornal, tempo em rádio e tv para denunciar as supostas falcatruas do governo anterior...tudo isso para atender a uma demanda de marketing político de demarcar uma diferença drástica entre o governo passado e o anterior...
Não precisava tanto...
Bastava apenas fazer aquilo que cobram dos outros, ou seja, ser transparentes...mas nas ações...!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Distorções brasileiras...

A sensação de impunidade que assola a sociedade campista, após a concessão de habeas corpus a uma parte dos envolvidos no maior escândalo de que se tem notícia nesse pântano goitacá, é compreensível...

Afinal, sabemos todos que as prisões estão lotadas, e dentro delas, uma população que raramente alcança a universidade, tem pouco dinheiro, tem cor determinada(negra) e não pode contar com a melhor defesa possível...

Se contabilizarmos o prejuízo causado ao patrimônio público, pelos acusados na operação telhado de vidro, e em outros episódios parecidos, veremos que suas punições não correspondem a ofensa que causam com suas condutas...

No entanto, a correção dessa distorção, ou seja, a justa condenação de todos os criminosos, qualquer que seja sua posição sócio-econômica, não se faz com a manutenção de outras distorções...

A prisão, quer seja ela temporária, preventiva ou por sentença deveria sempre ser uma exceção...
O problema que essa lógica não funciona para todos..Daí a grita popular, que enxerga nas garantias fundamentais e direitos individuais, uma afronta...É comum ouvirmos: a polícia prende, a justiça solta...Esse senso comum não está longe da verdade...
Enfrentamos aqui duas situações: primeiro a prisão é vista como solução para tudo, e depois, a prisão não é para rico...

Ninguém pode ser punido antecipadamente, sem o término do devido processo legal...Está em nossa Constituição...
Infelizmente, o exercício dessa premissa não alcança os menos favorecidos, que apodrecem em prisões infectas, onde se fortalecem facções criminosas, que, tragicamente, são o único refúgio de "proteção" contra os demandos do Estado...
Pagamos e sustentamos em sistema penal que piora quem lá deveria estar para pagar seus crimes, e ser reintegrado a vida em sociedade...
Pagamos para termos ex-detentos piores, mais perigosos e mais excluídos do que ao entrar pela primeira vez em uma cadeia...

Desse jeito, a sociedade que segue a lei, sente-se cada vez mais descrente...Por um lado não resolve seu problema com os criminosos "da ralé", e por outro, não consegue punir os criminosos do "colarinho branco"....

É urgente que a estrutura jurídico-policial esteja adequada para tratar isonomicamente seus delinqüentes, e se ajuste ao Estado Democrático de Direito...
É urgente que escolhamos quem queremos punir, como e principalmente, o quanto cada um merece pagar pelo que fez...

Os remédios constitucionais devem funcionar com tais, e não apenas como um privilégio para quem pode pagar bons e caros advogados...

Não basta encher os jornais, e outros meios de comunicação com bravatas e reclamações veementes...Alterar os princípios sobre os quais estão construídos nosso aparato de persecução criminal é fundamental...
O paradoxo é que quem mais se favorece da manutenção dos "privilégios" é quem detem o poder para mudá-los, e não o faz pois sempre conta com eles para benefício próprio...

Depois da porta arrombada, a fechadura...

O que dizer de um político que não age por princípios, e sim, apenas pela repercussão dos seus atos...?
Exemplo clássico de oportunista...

Se o que pratica recebe muitas críticas, o napoleão da lapa, sem a menor cerimônia, desdiz o que disse, e volta atrás...Nada demais, pois todos nós somos passíveis da revisão de nossos atos...O problema é que no caso do perón da lapa, nunca há uma reavaliação da conduta e dos erros cometidos...Assim, os recuos não obedecem a autocrítica alguma, e sim a necessidade de "surfar" a onda de popularidade...O que nos remete a pensar que se voltarem os aplausos, volta o comportamento abominado...

Ontem, em sua "masmorra digital", recua e diz que cessarão as demonstrações públicas da sua "caça às bruxas"...O torquemada da lapa recolhe sua inquisição ao porões, pois a oposição foi grande...

Porém, mesmo que seja um arroubo oportunista, não deixa de ser um recuo, e em grande parte provocado pela repulsa da sociedade, expressa através dos mais variados meios...
Leia o trecho, e conclua por si mesmo... 

"(...)Não estamos publicando essas denúncias, porque já houve casos comprovados de que, por má fé foram feitas acusações a pessoas inocentes. Nenhum de vocês gostaria de ter o seu nome associado a um fato errado ou até mesmo a um crime, apenas porque um desafeto resolveu jogar lama em cima da sua honra. 

Por uma questão de justiça, vocês podem continuar enviando essas denúncias, mas em respeito às pessoas e aos leitores, elas ficam em uma pasta separada. O que se comprovar verdadeiro será colocado no blog. Sugiro ainda para quem quiser fazer denúncias enviar para o email garotinho@blogdogarotinho.com.br . "

Da crise e seus efeitos...

Ninguém tem dúvidas do tamanho da crise...É a maior desde a crise de 1929...
Dada a complexidade e conexão do mundo atual, pode-se dizer que seus efeitos tendem a ser mais devastadores e duradouros...

A influência das decisões sobre economia na vida política são óbvias...Nos EEUU, o fracasso da gestão da crise, ou na prevençao dela, derrubaram a dinastia republicana...Ao redor do mundo, as teses filiadas a desregulamentação total dos mercados, herdeiras do Consenso de Washington, desapareceram da agenda dos debates sobre política econômica...

Os baluartes do liberalismo laissez-faire, hoje, suplicam e imploram ajuda dos cofres públicos...

No Brasil, a crise mundial já mostra seus primeiros efeitos: aumento do desemprego, retração do consumo e inibição dos planos de investimento, dentre outros...

Como a gestão da economia caminha lado a lado com a disputa política pelo poder, era de se esperar que a oposição apontasse suas "baterias" contra as hostes governistas...

No entanto, há, ou pelo menos deveria haver, um limite entre a crítica às medidas adotadas, e a "torcida organizada pelo fracasso" do governo, que lhe tolheria boa parte do capital político acumulado até agora...

Essa aparente "irresponsabilidade" da mídia, e de setores oposicionistas não enfraquece apenas ao governo...E isso não é apenas um calhordice patriótica, bem ao gosto dos conservadores...É uma constatação de fato:
Ao hiperbolizar os efeitos da crise sobre a economia brasileira, oposição e o seu PIG(partido da imprensa golpista) embaraçam a discussão sobre as possíveis soluções que evitariam um bocado de sofrimento as classes menos favorecidas e protegidas...Misturam aspirações e demandas legítimas com peças de retórica, superdimensionam as dificuldades de alguns setores, em detrimento de outros, que não gozam de suas preferências, e enfim, imobilizam ou enfraquecem o resultado de boas iniciativas que socorreriam setores mais estratégicos...

Não há dúvidas que essa crise tem dimensões muito maiores que as que "quebraram" o Brasil em 1999 e 2001, na gestão de FFHHCC, mas quem acompanha o noticiário de agora, e compara com o daquela época, tem a sensação que o nosso mundo acabará amanhã...

Enquanto Alemanha anuncia retração de 2,9% do seu PIB, e a produção automobilística inglesa caiu à metade, se comparados os meses de dezembro de 2008/dezembro 2007, e outros "gigantes" do capitalismo mundial(países e corporações)sucumbem, nosso país continua a ostentar números positivos, e uma espectativa de desaceleração menor em 2009...

Isso tudo não deve anestesiar a gravidade do tema, nem estamos aqui a buscar um salvo-conduto para o governo na condução das providências necessárias...
Mas é inegável que a saúde financeira do país é muito melhor que em outros períodos...O que tem permitido ao governo certa margem de manobra para interferir no processo de estagnação econômica e ataques especulativos cambiais, o que não foi possível em 1999 e em 2001...

Nesse emaranhado de interesses gigantescos é preciso separar(e não é nada fácil) as críticas dos apelos políticos-eleitorais, as demandas urgentes dos lobbies dos empresários que apenas querem preservar seu lucro à custa do erário, o discurso governista que combate o "pânico", das suas ações na realidade...

Esse é mais um aprendizado para nossa frágil democracia...

O nó de Guantánamo...


Em seu primeiro decreto presidencial, Barak Obama suspendeu os julgamentos dos 247 presos de Guantánamo, base estadunidense em Cuba, transformada em prisão para abrigar os "suspeitos" de participarem de atividades terroristas contra os EEUU, principalmente os vinculados ao 11 de setembro...

A prisão de Guantánamo é o que melhor simboliza a "Idade das Trevas" estadunidense, onde o governo, não sem a cumpliciadade ou omissão de boa parte da população, "rasgou" boa parte dos direitos e valores que diziam defender com seu regime de exceção...

Seqüestros e vôos secretos, "atos patrióticos", tortura, etc, até então meras conjecturas do" imaginário coletivo", se materializaram em Guantánamo, e também em Abu Graib, essa masmorra em solo Iraquiano...

Não deixa de ser tragiamente irônico: uma prisão em solo cubano, que sofre anos e anos de embargo, justamente por serem os cubanos acusados de promover a supressão dos direitos e garantias individuais...outra em solo iraquiano, que sofre a dizimação de sua população, para ter que adotar uma democracia aos moldes estadunidenses...

A decisão do novo governo dos EEUU em fechar a prisão de Guantánamo, e repatriar os presos aos países de onde foram seqüestrados, causou incômodo na União Européia...

O Representante da Política Exterior da UE, Javier Solana, disse que Guantánamo é "problema"do governo estadunidense, e dos EEUU...
Até agora, apenas Portugal e Irlanda se dispuseram, de forma explícita, aceitar manter os presos de Guantánamo...

Cerca de 50 presos poderiam ser transferidos, mas a maioria dos países está reticente em acolher essas pessoas, e pelos motivos óbvios: os países que aceitassem repatriar esses exilados tornariam-se alvos de toda a sorte de manifestações e, possíveis ataques terroristas...

O desfazimento do legado de bush jr, construído com a cumplicidade de boa parte dos líderes europeus, parece que consumirá boa parte da atenção de Barak Obama e sua equipe...e não há soluções fáceis...

Ótima idéia...

Não cansamos de repetir que a seção goitacá da blogosfera é um fenômeno que nos surpreende a cada dia...

A sedimentação de cada blog, em sua área de interesse, forma uma rede orgânica e plural, onde os laços de solidariedade atam uma "cumplicidade" incomum...

Assim, cada editor ou editores, vão ajustando os blogs e influenciam e são influenciados por outros...

Não seria exagero dizer que se molda por aqui uma "cultura própria", um comportamento da blogosfera, com seus acertos e conflitos...

Manifestação desse fenômeno, de busca constante para a criação de uma linguagem eficiente, é a fusão de blogs promovida pelo pessoal do sociedadeblog.blogspot.com/...
Ao contrário do que se poderia imaginar, não houve uma supressão de conteúdo na unificação do endereço...Podemos dizer que houve uma complementação daquilo que era visto de forma fragmentada, ou seja, já havia um liame entre os blogueiros, que se firmou com a decisão de juntar as publicações...

Agora, o pessoal do sociedadeblog nos brinda com mais uma ótima idéia...É um blog destinado a classificados de venda, aluguel, troca, enfim, toda e qualquer transação comercial, desde que dentro dos limites da lei...

Essa é o tipo de idéia que nos faz pensar: por que não pensamos nisso antes...?

Eles pensaram, e vale a pena conferir e utilizar...


quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Amor ao próximo...

Dentre os cristãos há um princípio caro, de acordo com eles, ensinado pelo próprio cristo: "amai uns aos outros como a ti mesmo"...

Não parece ser essa a tônica de vida dos "donos da igreja renascer", onde o teto do seu templo central desabou na cabaeça de cerce de 400 fiéis...

A medida que avançam as investigações sobre o incidente, ficam claras as responsabilidades dos "pastores", que não parecem dispostos a reverter o "dízimo" que arrecadam em favor da segurança e conforto daqueles que os sustentam...

A polícia paulista já sabe que a igreja realizou intervenções no teto, sem a prévia comunicação a municipalidade, e mais grave, com uma empresa que sequer mantém um engenheiro responsável, como manda a lei...

Sabe-se também que para a cobertura do teto, foram utilizadas telhas de amianto, material proscrito, por conter componentes de alto teor cancerígeno...

Será que essa "economia"  ajudava a render a "diferença" que era contrabandeada para os EEUU, e que motivou a prisão do "casal de bispos"...?

Não sabemos...

O que sabemos é que são uns canalhas mercadores da fé...não amam o próximo...só o dinheiro do próximo...!

oab de coleira...

Ninguém poderá ser privado de suas opções e manifestações políticas...Esse é um direito inalienável...Todo cidadão pode declarar suas preferências...Aí está a base do Estado Democrático de Direito...

No entanto, alguns cidadãos vão além, e exercem sua cidadania através de mandatos e representações que lhes são conferidas pelos seus pares, nas mais variadas entidades: sindicatos, partidos, ongs, órgãos de classe, etc, etc...

Para cada um desses "cargos" há uma liturgia que, de um lado, amplia, mas de outro limita a ação dessas pessoas...

Não há problema quando integrantes de partido louvam as ações e qualidades de seus líderes...Aliás, esse é uma de suas funções...
Muito embora o aparelhamento do Estado pelo partido e vice-versa seja indesejável...

Porém, quando sindicalistas, representantes de classe, associações ultrapassam o limite da convivência democrática, que pressupõe apoio e crítica, e fazem uma declaração adesista e "puxassaquista" da pior espécie, algo está errado...muito errado...

Vergonhoso o texto do secretário e presidente da comissão de direitos humanos da oab, hoje, nas páginas do diário da corte cor de rosa...

Rebaixou toda a tradição de independência e dignidade da entidade dos advogados, que em tempos recentes, vem sido manipulada, perigosamente, em aventuras político-partidárias...

Com uma postura(ou será impostura...?)dessas, como esperar que a dita comissão possa revelar alguma denúncia ou crítica, vinculada as suas funções na defesa dos direitos humanos, em desfavor da prefeita e do governo, que idolatra em suas palavras publicadas e assinadas...?

Como ficará o conselho de segurança pública diante de uma manifestação dessas de um dos seus integrantes, que faz questão de vincular a entidade a sua pessoa, e ao sua rendição às hordas da lapa....?Esse é o tipo de relação republicana que norteia as ações de um conselho, ou de um conselheiro...?

Mais um duríssimo golpe em nossa lamacenta democracia goitacá...

Leia um trecho dessa lamentável demonstração de como usar uma coleira em um colarinho branco...Será que temos um candidato a "chefe do gabinete militar"...?

"(...)Outras características interessantes são: honestidade, vontade de ajudar a resolver os problemas sociais. responsabilidade, capacidade de observação, capacidade de falar em público, capacidade de distinguir prioridades, capacidade de organizar, dinamismo, concentração, disciplina, espírito de liderança, comprometimento e etc.

Quando a administração da prefeita de nossa cidade, muito bem, está de parabéns, nesses poucos dias, tem feito muito pelo povo. Não tenho dúvida nenhuma de que será uma administração eficiente, responsável, um governo do povo para o povo, e com certeza vai ficar marcado na história de Campos dos Goytacazes. Campos não será a mesma, vai ficar marcada por antes e depois de Rosinha.

Parabéns aos campistas, pelo privilégio de ter Rosinha à frente do governo municipal.(...)"

 

Secretário e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB,Vice-presidente do Conselho de Segurança Pública

A subserviência de sempre...

Como colocar políticos e imprensa interioranos aos seus pés...Desça por aqui de helicóptero, especule com força nas bolsas, torne-se um "cafetão" de capital alheio, durma com uma bela modelo(ou seja lá o nome que se dê a ess tipo), uns salamaleques, notas nas colunas da capital, e pronto...Você corre o risco de ser nomeado "barão"...

Diante de sua "nobreza", toda a lógica será subvertida, e seus críticos, qualquer que seja a natureza das críticas, receberão a pecha de raivosos e invejosos...Ou retardatários do "progresso"...

Só isso tudo pode explicar a posição submissa e calhorda da maioria da mídia local, e dos nossos governantes com o (Sh)eike barão...da empresa ZYILKMMXDFG...

O "bondoso" e magnânimo empresário aceitou uma "parceria" para recuperar a BR-356...
Ora, ora, ora...Em qualquer país do mundo a conta desses reparos seria integralmente debitada para a empresa, uma vez que é a implantação da sua atividade que trouxe uma sobrecarga brutal de caminhões, que como todos sabem, desintegram a cobertura asfáltica da estrada...

Mas por aqui, no pântano goitacá e adjacências, o cumprimento dos deveres por parte das empresas que dilapidam o patrimônio público, é saudado e visto como uma grande demonstração de responsabilidade social...

Êta gente de mentalidade tacanha...
É esse o tipo de gente que define os critérios(quando existe algum) da relação entre iniciativa privada e poder público...!

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Enquete encerrada..."águia na cabeça"....

O instituto DataTRoLha acaba de encerrar mais uma pesquisa de opinião, junto aos leitores da TrOlha...

A pergunta foi: quem deveria ser o chefe do "gabinete militar" do governo dos fascistas evangélicos da Lapa...

Dentre os indicados, prevaleceu a "experiência", e a "longa convivência" com o casal...Deu álvaro lins na cabeça, como diriam seus amigos "bicheiros"...Nesse caso, poderíamos dizer que deu "águia", um dos símbolos da Polícia Civil, da qual álvaro lins foi chefe, nos dois governos estaduais do casal...

Eis um pequeno histórico de um dos "homens de ouro" da segurança pública do casal napoleão:

Foi oficial da PM, e de lá saiu como capitão para assumir o cargo de delegado de polícia de 3a. classe(a base da carreira de delegado), que ascendeu por concurso público...

Desde a época de policial militar, pairavam sobre sua conduta, dúvidas acerca de uma possível ligação com os capos da contravenção...

A despeito dessas suspeitas, o delegado se firmou como um dos mais efetivos policiais de sua geração...chefiou delegacias especializadas importantes, apesar de sua posição recente no quadro da polícia civil...

Contrariando todas as espectativas, álvaro lins é promovido em tempo recorde, e chega a delegado de 1a categoria, o que lhe permitiria alcançar a chefia de polícia...

Ungido pelo casal napoleão da lapa, o chefe de polícia chega com a missão de executar um dos mais ambiciosos projetos do casal para segurança pública: o programa delegacia legal...

Em 2003, 2004 a Polícia Federal cerra suas baterias contra uma das manifestações mais fortes do crime organizado carioca, os caça-níqueis...Já na nessa época, aumentam os indícios de envolvimento do chefe de polícia, mas o casal finge que não vê...Assim como os sinais exteriores de enriquecimento passam "despercebidos"...

Nos bastidores, uma guerra surda entre álvaro lins e o recém empossado secretário de segurança, marcelo itagiba, delegado federal e ex-superintendente da PF/RJ...Sobre iatagiba pesam suspeitas de ter participado do episódio que "derrubou" a senadora Roseana Sarney, que a época, gozava de prestígio na corrida presidencial...Dizem que o "flagrante" na empresa do marido de Roseana teve os dedos e as mãos de zé serra, com a engenharia e proeficiência de itagiba...Roseana e seu marido restaram inocentados, porém inutilizados politicamente, e zé serra foi o candidato do psdb em 2002... 

álvaro lins se candidatou a deputado estadual em duas oportunidades...Na primeira, em 2002, arrecadou um pouco mais de 50 mil votos, e não se elegeu...Em 2006, superou os 100 mil votos, e se elegeu entre os mais votados do Estado...Em Campos dos G., e região, sua votação saltou de 63 votos para 1.508 votos...


Esse é o legado que o casal garotinho deixou para a segurança pública do Estado...
Será que eles "convocarão"  a "águia" para a chefia do "gabinete militar"...?
Quem sabe...? Tudo é possível...

Gestão imperial...

É lamentável o papel que cumpre Eraldo Bacelar, empresário e hoje, secretário de desenvolvimento econômico, que absorveu as pastas de turismo, indústria e comércio...

No primeiro ato do "governo radiofônico" do napoleão da lapa, uma das auxiliares indicadas pelo secretário foi "incinerada" ao vivo...

Nas últimas semanas, a prefeita títere tem se dedicado a posar de incentivadora do crescimento econômico...Recebeu umm empresário do setor de hotelaria, visitou a fábrica da Schulz, e hoje, reuniu-se com empresários do setor de laticínios do Espírito Santo... 

Onde está o secretário...? Qual foi sua participação ou intervenção nesses encontros...? A julgar pelo destaque dado a sua presença, sua função no governo é tá irrelevante, que nem é chamado para as fotos protocolares...

Em tempo: em que bases serão atraídos os "investimentos" desses empresários...? Quais são os critérios, quais são os órgãos fiscalizadores...? Vão se repetir o desperdício de recursos, que tornaram o FUNDECAM uma "caixa-preta"...?
Não esqueçamos que a fábrica de sucos, e o frutificar, dois projetos de incentivos executados na gestão estadual do casal napoleão da lapa são dois retumbantes fracassos...! 

"Never say die..."


Essa expressão aí de cima, traduzida ao português que dizer, mais ou menos: nunca perca a esperança...

A despeito de todas as possibilidades já analisadas, e dos limites impostos pela realidade, não há como não celebrar o fato do primeiro negro ocupar o cargo mais importante do mundo...

A eleição e posse de Barak Obama é um desses momentos únicos, que marcam uma era...

Se o mundo será um lugar "melhor", durante sua gestão, não se sabe...Mas com certeza será diferente...!

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Fatalidade...?

Fatalidade...É esse termo que os canalhas religiosos da igreja renascer em cristo usaram para se eximir de suas responsabilidades acerca do desabamento do teto de um dos seus templos, na capital paulista...

Qualquer um sabe que desabamentos não são fatalidades...são falhas estruturais de engenharia...

Os "donos da igreja" são os mesmos que foram apanhados com milhares de dólares não declarados no aeroporto de Miami, quando tentavam entrar nos EEUU, onde possuem residência...Por lá ficaram presos...

Será que isso também foi uma fatalidade...

Ou quem sabe a vontade de "deus"...?

É o que se depreende das palavras do casal de criminosos religiosos:
"não sabemos o motivo, mas com certeza há de haver um propósito"...

Canalhas...a pior espécie de canalhas...a que se esconde nos pulpitos e na fé alheia...


Como assim...?

O cara-de-pau e baba-ovo mor do reino fascista evangélico da lapa, o ave-lynus, continua seu papel nefasto...O pior é que agora o faz com subsídios estatais...

Vejam bem o festival de asneiras escritas...Acompanhe conosco como funciona o ralo raciocínio dessa gente que acha que as palavras se incumbirão de distorcer e criar uma realidade que sempre os favoreça...

"Pessoas frustradas, algumas delas são as que perderam seus cargos na Fundação Oswaldo Lima, tentam acusar a mim e a Ademilde Pacheco, minha vice-presidente na instituição, de favorecer artistas na contratação de shows neste verão. Algumas escreveram até para o blog do Garotinho, na tentativa de criar fatos para que fôssemos questionados. No mínimo, têm a intenção de intrigarnos com nosso líder político e, claro, com a nossa prefeita."

Comentário da TRoLha: Aqui, o ave-lynus esclarece como funcionam "as instâncias de governo": primeiro a denúncia tem que passar pelo "crivo" do verdadeiro prefeito...para depois, quem sabe, chegar ao conhecimento da prefeita títere"

"O que essa gente não sabe é que eu e Ademilde estamos acima de qualquer suspeita. Mais: não somos nós que contratamos shows para o verão. Aliás, na Fundação Oswaldo Lima há uma equipe competente, séria, que elaborou a programação do Celeiro Cultural no Farol. Não contrata shows. Estes estão sendo contratados por outra equipe que sequer tem sala na Fundação Oswaldo Lima."

Comentário da TROlHa: Acima de qualquer suspeita...Como...? Onde está a equipe que contrata os shows...? Nos camarotes dos artistas, gozando das benesses que a influência sobre os empresários possam trazer...? Por que não cumprir o expediente junto com todos os servidores...? Há algo a esconder...?

"Ou seja, eu e Ademilde nada temos a ver com shows neste verão. Foi um pedido nosso à prefeita Rosinha, que, no entanto, por acreditar na nossa seriedade e competência, determinou que, de agora em diante, os shows sejam contratados pela Oswaldo Lima. Isso porque sabe que eu e minha equipe, assim como o professor Orávio de Campos, que é secretário de Cultura, jamais participamos ou participaremos de favorecimentos a quem quer que seja."

Comentário da TROlha: Afinal...quem contrata os shows...? Não saberemos...Essa é uma técnica dos fascistas evangélicos da lapa...Diluir as responsabilidades em um labirinto de funções e atribuições...Assim, ninguém poderá ser cobrado...

"Já sabemos os nomes das pessoas que postaram para o blog do Garotinho. São tão insignificantes que não merecem sequer a menção de seus nomes por nós. Perderam a "boquinha" e sabem que seus filhos também perderão a "boquinha" enquanto terceirizados desnecessários. Por isso, estão raivosas e querem se vingar, tentando lançar nosso nome na lama onde chafurdam. Não conseguirão porque, no espelho, só vêem eles mesmos como corruptos, preguiçosos, coniventes, subservientes."


Comentário da TROlHa: Lamentável...

O mito da eficiência...

Os discípulos do deus-mercado, que rezavam na cartilha do consenso de Washington, mantinham na imprensa nacional, e no inconsciente coletivo, uma falácia dita mil vezes, e que assumiu ares de "verdade"...

O setor público é por natureza ineficiente, corrompido por demandas políticas, carcomido por práticas criminosas, que impedem os impostos de serem revertidos para suas funções precípuas...

Já o setor privado não padece desses males, pois a "busca" pelo lucro, alimenta a eficiência, e por conseqüência, quase natural, faz com que haja um retorno sempre satisfatório, em bens e produtos, pelos quais pagamos...

Essa foi a base do pensamento para a privatização em larga escala do setor de saúde brasileiro, através dos planos e seguradoras de saúde...

Contra as filas, e as fichas para marcação de consultas, ambientes putrefatos, a ausência de atendimento e a "insensibilidade" dos servidores públicos, que escondem sua omissão atrás de anos de estabilidade, temos a pronta resposta:
Médicos atenciosos, hospitais e consultórios climatizados e totalmente clean, procedimentos e atendimento de primeiro mundo, desde que se pague por isso...

Pois bem...após alguns anos, a falácia mostrou sua veradeira face...Com a migração de boa parte da classe média para o setor privado de saúde, as operadoras demonstram uma incapacidade endêmica em atender seus usuários...São campeãs nas reclamações de consumidores, e se rebelam contra a regulação(leniente)das agências...
Com o cerscimento da base de usuários, a qualidade e exclusividade do início, foi trocada por demoras, em alguns casos, de meses para marcar uma consulta, e restrições de toda a sorte em procedimentos e intervenções...

Nesse fim de semana, procuramos no Pronto Atendimento Unimed um especialista para uma emergência otorrinolaringológica...
Naquele espaço que mais parece uma recepção de hotel, fomos gentilmente informados que não havia um especialista disponível, mas que seria avisado, para que então, se deslocasse até o estabelecimento, e atendesse a solicitação de um parecer, requisitada por um colega pediatra, que já fizera a primeira triagem da gravidade do caso...

Qual não foi nossa surpresa...?O dito especialista, Dr Rafael Torno, à distância, e pelo telefone, se negou a comparecer para cumprir sua obrigação, e convenceu o médico pediatra plantonista a assinar uma nova receita, com nova prescrição, isso tudo, sem que o especialista examinasse a paciente...Um atendimento "por tabela"...Se guiou apenas pelas impressões de um generalista, que já havia declinado o diagnóstico, e justamente, pedido auxílio dele, um especialista...
Ainda que informássemos sobre o histórico de graves infecções auditivas da paciente, nada fez com que o "açougueiro" travestido de médico lembrasse de seu compromisso com a medicina...

Todos sabemos que nesse período, nossa cidade praticamente pára, e migra para praias e outros locais de descanso...Mas quem deseja sossego absoluto, férias intocadas, não faça medicina, não preste concurso para polícia, bombeiros ou outras profissões que exigem disponibilidade...

Diante disso, a empresa de plano de saúde, a Unimed, não providenciou nenhuma solução de contingência, e retornamos para casa sem o atendimento necessário, a não ser uma nova receita, aviada por telefone...

Para quê médicos então...?Não seria melhor pagarmos a um serviço de telemarketing médico, onde diríamos os sintomas e a atendente "receitasse" os remédios e providências...?

Enfim, vocês sabem onde há especialistas plantonistas para resolução de emergências/urgências...? Sim, no bom e velho Ferrreira Machado...! Como todo o sistema público de saúde, permanece com a parte onerosa, enquanto planos e seguradoras "aproveitam" a parte rentável do setor, e ainda o fazem de forma desqualificada...!

Em matéria de saúde estamos entregues a uma combinação perigosa: empresas canalhas e médicos omissos...