quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Amor ao próximo...

Dentre os cristãos há um princípio caro, de acordo com eles, ensinado pelo próprio cristo: "amai uns aos outros como a ti mesmo"...

Não parece ser essa a tônica de vida dos "donos da igreja renascer", onde o teto do seu templo central desabou na cabaeça de cerce de 400 fiéis...

A medida que avançam as investigações sobre o incidente, ficam claras as responsabilidades dos "pastores", que não parecem dispostos a reverter o "dízimo" que arrecadam em favor da segurança e conforto daqueles que os sustentam...

A polícia paulista já sabe que a igreja realizou intervenções no teto, sem a prévia comunicação a municipalidade, e mais grave, com uma empresa que sequer mantém um engenheiro responsável, como manda a lei...

Sabe-se também que para a cobertura do teto, foram utilizadas telhas de amianto, material proscrito, por conter componentes de alto teor cancerígeno...

Será que essa "economia"  ajudava a render a "diferença" que era contrabandeada para os EEUU, e que motivou a prisão do "casal de bispos"...?

Não sabemos...

O que sabemos é que são uns canalhas mercadores da fé...não amam o próximo...só o dinheiro do próximo...!

3 comentários:

Anônimo disse...

Mas é assim q funciona, fé pra lá... dindim pra cá!!!
Que "Deus salve a Rainha" e o povo!!!

Cabrunco do Chuvisco disse...

Mas é assim q funciona, fé pra lá... dindim pra cá!!!
Que "Deus salve a Rainha" e o povo!!!

(esqueci de assinar)

Anônimo disse...

São os famosos "mercadores da fé".
Como já disse o Edir Macedo, "Deus é a salvação, eu sou o pedágio".
A propósito já estão eles informando aos fiéis que vão derrubar o templo velho para construção de um outro novo e, para tal, já abriram conta especial em um banco para a arrecadação necessária.
Será que Kaká vai dar quanto?
Enfim, tem que acredite e goste!