segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

O conto do vigário...

O blog do Ricardo André, www.ricandrevasconcelos.blogspot.com/, chamou a atenção para um fato relevante, e que nos tinha passado despercebido no programa do evangélico fascista, na rádio diário, no último sábado...

A tão alardeada tarifa de ônibus a 1 real, que reforça a marca das ações populistas do casal(como foi o frango no plano real de ffhhcc), é, no entanto, mais um engodo para o consumo dos seus eleitores...

Quem imaginou que em algum tempo, as tarifas do transporte coletivo fosse reduzida a 1 real, de forma universal e indiscriminada, enganou-se...

A chamada passagem de 1 real já tem outro nome: tarifa social...
Pelo que entendemos das palavras do presidente da emut, aliás, um exercício sobrehumano, dada a pouca clareza com a qual se expressa, a tarifa continuará igual...não haverá redução...

O que acontecerá é o cadastramento dos usuários carentes, que terão que comprovar sua hipossuficiência, formando assim um novo banco de dados, ou pelo aproveitamento das informações dos usuários que já são atendidos por algum programa social do governo municipal, estadual e, ou federal...
De posse desses dados, o governo emitirá um "passe" eletrônico para o usuário, que toda vez que utilizar o sistema de transporte público, pagará 1 real, mas registrará(nas máquinas de validação eletrônica) com esse passe a viagem e o valor da diferença: entre o 1 real e a tarifa "cheia"...
Após contabilizarem esses valores eletronicamente, as empresas farão juz a diferença que será reembolsada como um subsídio público para os usuários cadastrados...

Não se trata aqui de questionar o mérito da idéia, que seria prover de recursos àqueles que não os detêm, para se locomover...

O cerne da questão repousa em um aspecto:
A forma como foi veiculada a proposta em tempos eleitorais, fez a todos os cidadãos imaginarem que uma vez a prefeita eleita, a tarifa seria reduzida para 1 real, de forma indistinta e irrestrita, ou seja: para todos...

Repetimos: a idéia de custear transporte para os hipossuficientes já é, de certa forma, contemplada nos sistemas públicos de transporte das cidades desse país...

Mas proclamar aos ventos a passagem a 1 real, quando, na verdade, apenas pensavam em fornecer "passes eletrônicos" para os mais carentes, é um engodo de dimensão grave...um estelionato eleitoral, aliás, mais um...

26 comentários:

Anônimo disse...

E com mais esse banco de dados em mãos, tentarão se perpetuar no poder.

Anônimo disse...

O título está errado, o certo é,"O conto dos falsos(enganadores) pastores."

Anônimo disse...

Poucos blogueiros serão afetados pela medida do cadatramento da tarifa de 1 real, na meida em que a gande maioria anda de carro importado, nas ruas barulhentas e engarrafadas de nossa doce planície. Já a futura tarifa vai trazer para o sistema, algo em torno de 15% dos usuários que hoje andam á pé por falta de condições financeiras.

Anônimo disse...

Xacal,
Estelionato eleitoral, tal qual o metrô de superfície do "falecido" Arnaldo.
É brincadeira....!!!!

Jacaré-Chinfrim disse...

Anônimo de 08:47

Eu agora, nesse momento, por exemplo, estou escrevendo diretamente do banco traseiro de minha Chrisler 300 C, digitando esse comentário no meu MacBook Pro.

Um real? O que é isso?

Anônimo disse...

É mais uma medida eleitoreira desse casal de demagogos da lapa. Faz o povo otário.

FÁBIO SIQUEIRA disse...

Anônimo das 08:47,
Não vou recorrer a sutil ironia do Jacaré!

Eu não tenho nem um fusca, seu pulha!
Eu ando de ÔNIBUS, mas não preciso da tarifa de um real. me dou por satisfeito se o governo tiver pulso, energia e capacidade de negociação com os empresários do setor para oferecer um serviço de transporte público eficiente para toda a população - inclusive os assistidos pela confusa promessa, que agora se revela apenas um projeto social.
Se a proposta ERA essa, tudo bem, tem uma lógica social. Mas o Xacal tem toda razão, não foi isso que foi amplamente divulgado na campanha. O anúncio era de que se circularia entre quaisquer pontos da cidade com tarifa única de R$ 1,00!

Ah, vou estar de olho nas próximas aquisições de carros importados por figuras públicas da cidade. Não conheço nenhum blogueiro que tenha um destes modelos!
Seu Zé Mané!

Anônimo disse...

Alô anônimo das 08:47h, essa foi a proposta que ela apresentou aos eleitores? Não,então é mais um estelionato eleitoral, mais um não, pode anotar aí,talvez ela cumpra 5% do que prometeu, e olhe que estou sendo otimista.

Xacal disse...

Vejam bem como funciona(será que funciona...?)o raciocínio(???)tacanho dessa gente nazista da lapa...

não pensam em uma cidade integrada, onde as ferramentas públicas possam ser, justamente, uma forma de amenizar as diferenças que eles "denunciam"...

o sistema público de transporte deveria por um lado, atender, prioritariamente aos carentes em suas necessidades de locomoção, mas também atender aos mais abastadaos, que assim, com o uso público do sistema diminuíram o impacto ambiental e social do uso de seus meios de locomoção privados...harmonizando uma cidade já desgastada pela enorme concentração de riqueza...

na cabeça imbecil dessa gente, o que se deve fazer é rasgar a cidade com essas diferenças, em nome de um populismo reacionário fanático, que utiliza o Estado para acirrar as diferenças que eles dizem combater..

assim, formulam conceitos simplistas como esse, do anônimo miliciano, que procura contrapor falsos argumentos, misturada com a chantagem paternalista, para desacreditar as críticas que são dirigidas, como se quem denunciasse esses estratagemas estivesse "contra" o povo...

são uns escrotos, que nada de bom podem trazer a essa combalida cidade, que afinal, os merecem , pois os escolheram...

Flávia disse...

Adorei jacaré!!!!

Marcelo Gato disse...

Boa, Xacal! Pau neles!

Anônimo disse...

Pelo o que eu entendi, ouvindo a entrevista "elucidativa" do sec da EMUT, é que os que receberão esse passe eletrônico e terão que pagar R$1,00, serão aqueles que são amparados por lei. Bem, as leis que amparam estas pessoas geralmente obrigam a isenção do pagamento da passagem. Seria a mesma estratégia da farmácia popular: ao invés de dar o remédio, cobrava R$1,00.

O Andarilho

Tecnenfermaginando disse...

O nome disso?

Nossa velha conhecida... a chamada propaganda enganosa e é crime.

Crime?!

mauricio disse...

Nunca concordei com a política de 1 real, até que conversei com um amigo que é professor de história e fiquei satisfeito com seus argumentos. As intenções do casal Garotinho nunca enganaram ninguém mas, vivemos num país que a classe mais humilde luta para sobreviver e não falo só dos que já nasceram pobres mais também dos que se vão tornando pobres a partir do momento que se aposentam. Acho que vale a pena todos nós que estamos discutindo nos informar como vive os aposentados desse país. Remédio pra idoso é caro pra caralho. O cara paga seus tributos no INSS sobre 10 salários e hoje recebe 2 ou 3, não é mole. Votei no Lula com esperança que algumas dessas desigualdades fossem corrigidas e até agora nada. Como nada disso é feito, tenho que aplaudir qualquer medida que venha amenizar as desigualdades sociais, vindas de quem for.

Tramem disse...

As tarifas cobradas em Campos já são bem elevadas se comparadas as cobradas na cidade do Rio de Janeiro por exemplo, era o discurso do casal de ditadores da lapa, ai anunciaram primeiro que o fundacam vai financiar novas frotas, e agora subsidio para empresário? Isso não é programa social isso é safadeza, esquema com empresários!!!!!

Anônimo disse...

Cara de pau!!!! Casal cara-de-pau!!!!

A ENGAMAÇÃO JÁ COMEÇOU CEDO. ETA POVINHO BURRO!!! BNão aprendem a votar nunca???

Os Garotinhos sabem que o povo é uma besta!!! Tá aí mais uma prova.

Mulher não tem trolha, mas marido tem!!

Aguenta aí povo campista. Esta só começando...

rodrigocherene disse...

Alguém já foi a Cabo Frio saber como funciona o projeto de passagem a 1 Real lá?

A proposta da "campanha" é fazer aqui como "funciona" lá em Cabo Frio


PAZ

Anônimo disse...

povo é igual a gado. E Gado não se convence.
Gado se toca.
E segue o casal, com maestria, tocando o seu gado. Eles não acham que o povo é bobo. Eles sabem, têm certeza que o povo é uma besta.

Anônimo disse...

Vai trabalhar Cherene

toma ferro disse...

Enquanto a prefeita eleita engana a população c a falsa promessa de passagem a $ 1,00 seu filho querido Wladimir acaba d adiquirir um carro importado d uma marca barata e pouco conhecida q se inicia c a vogal H(coisa barata um carrinho d $100,000)isso td pq eles são um casal pobre q só tem uma casa na lapa,um carro velho,e uma linha telefonica...Casal brincalhão!São tds da msm corja:Arnaldo,Mocaiber,Os Garotinhos!

Anônimo disse...

Tarifa a um real ? O que vão fazer subsidiar passagens de ônibus ?

O trasporte público é feito mediante concessão de serviço público à iniciativa privada ( contrato ) . Esta tem fins lucrativos e , não há nada de errado nisso . Basta ler a nossa Constituição no seus art. 173 e 175 .
Concluindo : Ou vão quebrar o equlíbrio financeiro dos contratos que celebraram com as empresas de ônibus e levá-las a falência ou vão subsidiar as tarifas com o dinheiro público !! E esse dinheiro sai de onde ?

Anônimo disse...

Prefeitura de Campos e o velho ditado : CASA DE P. COMANDADA POR BANDIDO .Literalmente KKK

Anônimo disse...

Gordo bundão acho que esta querendo mamar na "tetinha" também , como os seus amiguinhos Mauricinho chifrudo e Robingério canalhão .

Anônimo disse...

Anônimo das 17.11h? Quem és tu, seu asno, para chamar de povinho quem compareceu às urnas? Te julgas acima do povo? Com esses argumentos pobres e precários, é possível observar porque se acha acima do povinho. Nada como um espaço desses para idiotas de todos os tipos vomitarem tolices.

Anônimo disse...

Pois é, Pilatos deixou que o povo escolhesse entre Jesus e Barrabás.. O povo escolheu Barrabás. Povinho idiota sim!

Anônimo disse...

anonimo das 14:30, comentário perfeito!