sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Puro suco...

Há blogs de todos os tipos...Com propostas das mais variadas, e alguém já disse, à exaustão, que essa diversidade é que torna o blogspaço mais relevante...

Na esfera goitacá dos blogs, há os mais freqüentes, com produção e atualização diária...Outros são episódicos e mercuriais...Obedecem o livre humor e iniciativa de seus editores para publicar textos...Não são menos importantes, e às vezes, se considerarmos a qualidade um atributo mais necessário do que a quantidade, esses textos ministrados em doses hoemopáticas nos trazem momentos de rara contemplação...

Esse é o caso do blog do Jules Rimet, o imagina.blogspot.com/...Leia esse texto, e aproveite...

Amor est ars
.
Não seria bom se pudéssemos cair nos braços das mulheres, sem cair em suas mãos? Esse raciocínio é de H. L. Mencken. Mas não é genial?

Na segunda metade do século passado, Mencken já adiantava o que sentimos hoje, e isso é atributo de grande romancista, embora ele tenha sido somente (somente?) um grande jornalista. Aliás, adiantava não. Porque olhando o passado vemos quantos homens caíram nas mãos de mulheres quando desejavam apenas estar em seus braços, e foram miseráveis – a maioria, a história nos conta – ou foram miserabilizados. Infelizmente, a história nos conta das tragédias e desgraças. Não lembro de pronto de qualquer homem que, uma vez nos braços da amada, não tenha sucumbido às suas garras. O contrário também é verdadeiro? Aceito. Mas vejo que em menor proporção e de forma muito menos dramática. Impérios caíram só porque alguns homens sucumbiram aos encantos das mulheres.

E isso aqui não é reprimenda. Traço, antes, loas a essas mulheres. Os homens que se viram desgraçados nos braços – e nas mãos – das amadas, sucumbiram em regozijo. Porque o amor, ainda que doído, ainda que sofrido, não deixa nunca de ser o amor e, por isso, sublime.

Filosofo. Mas o que quero dizer é: as mulheres, ainda que nos levem à ruína, são maravilhosas; ainda que nos levem ao desespero e à morte, são sublimes; ainda que nos levem ao crime e à perversidade, ao submundo e à marginalidade, são anjos que iluminam a mais escura das vias, e nos tornam mais humanos, porque nos fazem encarar a fraqueza que tanto escondemos nas disputas de futebol e nas conversas de botequim.

- Olha só como Dira Paes continua maravilhosa, Menezes.


.
publicado por Jules Rimet @ 17:01 

4 comentários:

Tecnenfermaginando disse...

Oi, Xacal!

Nessas horas é maravilhoso ser mulher.

Viu a tira do Hyde de hj?

:-)

hahahaha

Xacal disse...

não vi, onde está publicada...?

Anônimo disse...

Xacal,
Parabéns, pela publicação.
Jules Rimet, parabéns pelo texto.
Aqui se configura a razão pela qual optei pela visita diária aos blogs(alguns), abandonando, infelizmente, o hábito de leitura diária de tantos jornais.
Posso na net, sem pagar, ler o melhor que encontro.
Obrigado.

discípula disse...

E por falar nisso, quero falar um pouco sobre o "arroubossexual" do Xacal ao sugerir a jumentinha conhecer mais a Trindade.
Sim, Xacal, CONHECER!

Nós, seres do planeta terra, não sabemos nada de nada, sabia? O que vemos aqui neste mundo vemos como por espelho.
Você tentou usar termos fortes para "chocar logo", só que você mexeu com algo muito lindo!

Não sei se você sabe mas sexo verdadeiro não é esta coisa banalizada que se apregoa por aí, não. Sexo é Vida. Eros x tanatos= vida x morte.

Quando um homem e uma mulher se juntam, faz GENTE.

Os desavisados e "desbibliados" pensam que o pecado do primeiro casal no Éden, foi comer uma maçã, atrelando isso a sexualidade, como se Adão e Eva, antes de comer o fruto da Árvore do Conhecimento do bem e do mal", não tivessem usufruindo do fruto da "Árvore da Vida"!!!!!
Que coisa... sexo era livre no Jardim, como continuou sendo.

Não havia esta conotação obscena...

Não sei se você sabe, mas a palavra "Conhecer" está ligada a INTIMIDADE PROFUNDA", e intimidade profunda é relacionamento de Vida entre duas pessoas cúmplices.Isto é, sexo, ato onde dois corpos se juntam para darem VIDA a outro ser ( e isso com prazer também, pois Deus não faz nada incompleto.)

Bem, conclusão: quando você me sugeriu ter uma "intimidade profunda com a Trindade", apesar de você ter usado termo "profano obsceno", como gosto de comer do fruto da árvore da vida e não a do conhecimento do bem e do mal, aproveitei a sua Dica e estou me aprofundando mais neste "Conhecimento - Vida" que nada tem a ver com esta conotação obscena.

Nós temos muito o que aprender, não?
É à toa que homem com homem e mulher com mulher está sendo tão incitado pela mídia, afinal quanto menos gente nascer melhor...

E demais a mais, as pessoas são chegadinhas a um fruto onde tem bem e mal ao mesmo tempo...

A primeira mulher caiu nessa...
Mas Deus está restaurando tudo.

Se as pessoas do mundo experimentassem mais do Fruto da Árvore da Vida, teríamos bem menos "mortes" em todos os sentidos...

Eu quero conhecer cada vez mais o Deus Pai Criador, Deus Filho, que veio morrer por nós, e Deus Espírito Santo, consolador e que nos ajuda em TUDO!

E este título "Puro Suco" foi o título mais lindo de todos os blogs aqui.
Jesus é a Videira. Uva. Arvore da Vida. E este Puro Suco representa o Sangue de Jesus.Sangue é Vida.

E o conhecer a Trindade, não está ligada a um prazer carnal e momentâneo, mas um prazer verdadeiro que vai além de um físico, materia podre.

Na sublimidade do "Conhecer ao Senhor", começamos a compreender os mistérios que nossa vã filosofia jamais imaginaria.

Somos muito carnais,materialistas, por isso não desfrutamos da beleza de um relacionamento de Vida.

Parece que você abusou, não? Mas olha, vc foi verdadeiro. Fez o que estava em seu coração.A boca fala do que o coração está cheio.
O que Jesus mais confrontava na pessoa, não eram suas atitudes impensadas que o faziam pagar por isso depois. O que Jesus mais confrontava era a Hipocrizia religiosa onde falavam coisas lindas, mas não viviam nem um til do que falavam.

O Deus Triuno Puro e Santo está querendo muitos Filhos, mas a maioria está se lambusando ao comer o fruto do Conhecimento do Bem e do Mal.

Tomemos o PURO SUCO da Àrvore da VIDA!

E não venha me dizer que isso é religião, pois toda religião tem um deus à imagem do homem, para satisfazer suas necessidades de viver comendo do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.