segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Barbárie italiana...

Três jovens, 16, 28 e 29 anos, protagonizaram um ato da mais pura selvageria...Um exemplo típico da banalização da violência...

Após beberem e consumirem drogas na noite anterior, os três "animais" decidiram comprar gasolina e atear fogo em alguém, apenas, como eles disseram: "para sentir a emoções fortes"... 

A vítima, um imigrante de origem indígena que dormia na estação ferroviária de Nettuno, próximo a Roma, contou que foi acordado a socos e pontapés...Depois os algozes pintaram seu rosto, o encharcaram de gasolina e o queimaram...

Muito embora, para as autoridades, o incidente não esteja vinculado a grupos organizados xenófobos, o temor é que o clima de ódio e intolerância que assombra a Itália e toda a Europa possa despertar a partir de episódios como esse...

Mas em qualquer dimensão "política" que se olhe, é estarrecedor....!!!

4 comentários:

Raskolnikov disse...

No livro "Os Possessos" ou "Os Demônios", Dostoiévski tematiza o niilismo. O protagonista (Stavróguin) personifica o supra sumo do NADA, um dos atos perpetrados por ele é justamente por fogo num gueto repleto de miseráveis...
Por que sempre em mendigos?

Anônimo disse...

Nem sempre mendigos. Podem ser índios, prostitutas, homossexuais, negros e pobres em geral. Tudo provocado por pais incompetentes, igrejas preconceituosas e governos omissos. 'O mundo é um moinho", na pior das conotações.

Marcio

Julião disse...

Os brasileiros estão fazendo escola.

Anônimo disse...

"Os brasileiros estao fazendo escola"

Os brasileiros estao estudando mais....