quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Da série contos da TrolHa: deus...ou a úlitma viagem de paulo coelho...!

Narrador: -"O ar era tão fresco que a impressão que sentia pode assim ser definida:"

-se eu nunca mais respirar um ar tão puro, com certeza estarei morto...!

Depois de 28 anos vivendo próximo a escória, literalmente na sarjeta, esticando ao limite a máxima sexo, drogas e rock'n'roll, essa era a primeira vez que respirar não parecia uma tortura, às vezes lenta, às vezes rápida, tortura do cotidiano...E o pior que respirar nem era a única, havia outras torturas cotidianas...

Voz do diretor:"-corta, corta, corta"...Era a voz que ecoava no set de filmagem do seu primeiro longa...!
Imediatamente, a voz do locutor silencia, e ficam todos a esperar, com respiração suspensa, como se esperassem uma sentença, veredicto, ou praga divina...
(...)

Outro narrador:
Alguns entre eles realmente acreditavam que catástrofes colossais e planetárias são obra da ira de alguém...

Pensando bem...às vezes tudo fica tão irracional que só podemos imaginar tais fatos como obra da "irracionalidade humana", afinal tanta desgraça não pode ser só obra do acaso, alguém tem que inventar e executar tais tragédias...E por derradeiro, nos parece que só nós temos consciência disso...

O diretor-deus então proclamou:
"-isso aqui não é um filme de propaganda religiosa, chamem o roteirista e mandem mudar essa introdução..."

(...)

Narrador:
"Bom...ele pensava:
"-hoje, aqui, neste mosteiro,e a refletir sobre tudo que fiz, de tudo que vi e ouvi falar sobre deus, descobri que as palavras mais sábias foram ditas por uma pessoa que eu execrava...Um corretor da bolsa, um desses yuppies da década de noventa, daqueles de psiquê-du-role de contos de Stephen King..."

Ele ruminava tais fragmentos de pensamento/memória, e quase podia sentir o cheiro da droga mais pesada que havia provado, e da qual tentava se curar: estava limpo há quatro anos, dois meses, 4 dias e 21 horas...
A frase do yuppie não lhe saía da cabeça...Na verdade não era uma frase, e não a classificava como tal para diminuí-la, mas sim para ressaltar sua enorme capacidade de síntese e comunicação...

Outro narrador:
"- cara, eu descobri deus...acreditar em deus é isso...é como uma droga super poderosa...você fica tão paranóico, tão "macacado" que começa a pensar que sua última salvação é deus, aí você se converte, nem tanto porque acredita, mas pela pressão da paranóia que diz que só deus pode salvá-lo...
Sabemos todos: não é porque sou paranóico, que não estão me perseguindo...
Sobrevivência é o instinto mais caro ao homem, não fosse por isso, em uma história biológica tão recente frente a outras espécies, nenhuma havia dominado/transformado tão rápido o mundo,  quanto o ambiente, outras espécies, e principalmente a si mesmo...acreditar em deus é nosso maior instinto de sobrevivência, e isso não quer dizer que ele exista além de nossas cabeças...

(...)

Outro narrador continua:
Ele continuava, e aquelas palavras martelavam como sinos, como cânticos repetitivos, canônicos:
"-Na minha vida na bolsa de valores, aprendi a enxergar deus como um grande corretor... um grande corretor que pode te vender seu sonho de vida sobre medida...você pode ser um cara certinho, sucesso, hipócrita, e tudo mais, ou ser do tipo escória, rebelde, impulsivo e algo inteligente...ops, e não menos hipócrita...!
Enfim deus pode te vender qualquer tipo de vida que você sonha...
Bom, você deve estar perguntando pelo diabo...Bom o diabo é o cobrador de deus...o sofrimento do Inferno é o castigo pelos que fazem acordo com deus e não cumprem...

(...)

Qual o preço:

Sua alma...!


Créditos finais:

estamos sem crédito.

5 comentários:

Anônimo disse...

só que, você, crítico dos erros crassos de português, cometeu pelo menos um nesse seu texto: escreveu sargeta no lugar de sarjeta.

Xacal disse...

grato...

Anônimo disse...

AS "nomeações em FAMÍLIA,continuam na SECRETARIA de EDUCAÇÃO.
HOJE saiu Leila de Fátima F.C Pinto(sobrenome camuflado FREITAS COSTA...)É A PRIMA da SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO,FILHA DO DALVO CIRILO,aquele tio que foi nomeado já 2 vezes).É a mesma que foi Diretora em TAPERA(na escola municipal de lá,na época da mesma secretária de Educação).
ESTAMOS NA SARJETA????????????????

Rosita Perón disse...

ôoooo Sarjetinha boa!!!

Anônimo disse...

Sobre os créditos prefiro não comentar!!!!!!!!!!!!!!!rs